Novo presidente da Câmara de Santo Tirso é arguido noutro processo

(dr) CM de Santo Tirso

Alberto Costa é o novo presidente da Câmara de Santo Tirso, após Joaquim Couto ter renunciado.

Com a saída de Joaquim Couto da presidência da Câmara de Santo Tirso, o vice-presidente, Alberto Costa, assumiu as suas funções. O próprio é arguido num outro processo por suspeitas de fraude fiscal.

Apenas um dia depois da saída de Joaquim Couto, o vice-presidente da Câmara de Santo Tirso, Alberto Costa, anunciou que iria assumir as suas funções. Joaquim Couto foi detido na sexta-feira no âmbito da operação Teia e renunciou “de forma imediata” à presidência da Câmara e a todos os seus cargos públicos e no Partido Socialista.

Contudo, segundo explica o Expresso, Alberto Costa é arguido num outro processo, relativo a dezembro de 2018, por suspeitas de fraude fiscal e participação em negócio. A Operação Dennis levou à detenção de cinco empresários por associação criminosa, fraude fiscal, branqueamento, recebimento indevido de vantagem e participação económica em negócio.

Alberto Costa, juntamente com Maria Cacilda de Sousa, a sua chefe de divisão na Câmara Municipal de Santo Tirso, estão sob suspeitas por ligações a um grupo de empresário que “criou e geriu um conjunto de sociedades comerciais, com recurso a testas de ferro, visando ocultar os verdadeiros administradores e despistar eventuais fiscalizações por parte das autoridades competentes”.

Segundo o mesmo órgão de informação, os arguidos pretendiam aumentar o valor do IVA a receber do Estado, tendo alegadamente recebido 1,9 milhões de euros. Além disso, o objetivo passava também por permitir a sociedades da associação criminosa apresentarem candidaturas a fundos comunitários do Portugal 2020.

Pedem-se eleições antecipadas

O político de 48 anos assume o cargo com efeitos imediatos, mas, ao que tudo indica, a oposição política não parece a favor desta “autonomeação” e quer eleições antecipadas.

“É de louvar a renúncia de Joaquim Couto e entendemos que os restantes eleitos da lista do PS na Câmara de Santo Tirso, em solidariedade com o cabeça de lista, deviam fazer o mesmo”, disse Ricardo Rossi, líder da concelhia do CDS de Santo Tirso.

O representante do CDS afirma que a situação judicial dos políticos do PS prejudica a população tirsense e lamenta que Alberto Costa tenha assumido o cargo de Joaquim Couto “sem que a questão tenha sido comunicada e esclarecidas juntos dos vereadores da oposição e deputados municipais”. Assim sendo, Rossi entende que não estão reunidas “as mínimas condições” para que Alberto Costa continue a governar o concelho.

“O caso da investigação Teia é chocante ou no mínimo grave, tanto mais que o agora novo presidente também é arguido num processo muito complicado”, disse o presidente dos sociais-democratas de Santo Tirso, José Pedro Miranda. O político defende também que a situação político do município está fragilizada e que é necessária uma reunião extraordinária da Assembleia Municipal.

Joaquim Couto, de 68 anos, formado em medicina, exerceu no hospital de Santo António, no Porto. Foi colega de curso, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, de Laranja Pontes, que foi detido poucos dias antes de se reformar ao fim de 30 anos de carreira no hospital. O presidente do IPO-Porto é suspeito de favorecer empresas de Manuela Couto em troca da influência política do casal para se manter em funções.

“Plenas funções” apesar de prisão domiciliária

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, vai manter-se em “plenas funções”, apesar de estar sujeito a prisão domiciliária no âmbito da operação “Teia”, disse esta terça-feira o advogado do autarca à Lusa. Segundo Nuno Cerejeira Namora, Costa Gomes não renuncia ao mandato “porque se considera inocente”.

“[Costa Gomes] prefere estar detido em casa mas de bem com a sua consciência do que renunciar ao mandato e ser dado como tendo confessado aquilo de que está acusado”.

Na segunda-feira, o Tribunal de Instrução Criminal do Porto aplicou prisão domiciliária, com vigilância eletrónica, a Costa Gomes, proibindo-o ainda de contactos com os funcionários da Câmara, no distrito de Braga.

“Vou pedir ao juiz que clarifique o que são funcionários, mas o que é certo é que o presidente da Câmara continuará em plenas funções”, disse ainda Cerejeira Namora. Segundo o advogado, os assuntos poderão ser levados a casa de Costa Gomes para despacho, por alguém externo à Câmara. “De uma forma ou outra, os assuntos continuarão a ir a despacho do presidente”, assegurou.

Entretanto, Cerejeira Namora vai pedir a alteração da medida de coação e a “queda imediata” do crime de prevaricação de que o autarca de Barcelos está indiciado, considerando que eventuais irregularidades em ajustes diretos “constituem um problema administrativo e não penal”.

Costa Gomes está ainda indiciado de um crime de corrupção passiva.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Mas, então o tribunal,nestas situações, não pode decretar o seu afastamento da Câmara? Desta forma, até pode destruir provas do seu envolvimento em todas essas vigarices. Se assim fôr, sem duvida, que estamos perante uma republica das bananas. Resta ver, se as pessoas desse município o acarinham ou não. Há quem goste de ser bem enganado e até agradece.

  2. Mau… então andam todos ao mesmo?! Mas que local mal frequentado é este?!

  3. No Havai há vermes parasitas que se enterram no cérebro dos turistas. Em Portugal existe vermespulhiticos que se enterram nos bolsos dos contribuintes.

  4. Ninguém me consegue a ideia de que se algum dia se começar a investigar as autarquias a fundo neste país, os estabelecimentos prisionais que temos não serão suficientes.

  5. como é que um pessoa que temum caso na justiça pode assumir um cargo publico
    so ha uma soluçao para colocar termos a estas roubalheiras.
    serem corridos dos partidos, impedidos de ocupar cargos publicos e politicos durantes muitos anos e a melhor medida é mete-los todos na cadeia (nada de penas suspensa, pois assim o crime compensa)s, mas nao a de evora, pois para este corja aquilo é um hotel de luxo, devem ir para as prisoes normais para sentirem a humilhaçao pelos outros presos
    se fosse um pobre que roubou um pao, ao tempo que ja estava preso

    • E estava muito bem preso. Então anda para aí a roubar pão para se alimentar?! Se for roubar para andar num grande carrão e com mansões por todo o lado é uma coisa. Outra é andar a roubar para comer! Uma vergonha completa.

  6. E ainda se fala na descentralização. – Quando tudo isto acontece num país centralizado, imaginem o que seria se tivessemos regiões com governos, assembleias, etc. regionais.
    Para mal, já basta assim…

  7. Os próprios ainda não perceberam. Mas vão levar uma pena bem pesada, porque é preciso “demonstrar” a indignação do partido e da “justiça”, para mostrar à populaça que o “crime não fica impune”. É o destino dos pilha-galinhas (que é o que são ao pé dos grandes predadores que todos conhecemos), levar com o peso da lei em cima, serem sacrificados para lavar a “honra” do partido e dos títeres desta leptocracia. Já vimos este filme, mas as cenas repetem-se como se fossemos todos burros….”Os crimes são de extrema gravidade” é uma afirmação ridícula e que põe a nu a intenção de sacrificar os pilha-galinhas em causa.

RESPONDER

Há um planeta gigante incrivelmente perto da Terra

Há um planeta gigante, com dimensões próximas das de Neptuno, a 90 anos-luz da Terra. É dos exoplanetas mais próximos do nosso planeta. Detetado pela primeira vez pelo "caçador" de planetas Kepler (NASA), a existência deste …

A primeira forma vida alienígena que encontrarmos será (muito provavelmente) inteligente

A primeira forma de vida alienígena que vier a ser encontrada pelo Homem será, muito provavelmente, inteligente, de acordo com um especialista do Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI). A procura de vida para lá da …

Hackers podem "roubar" satélites e fazê-los colidir, alerta cientista

Um especialista da Universidade de Denver, nos Estados Unidos, alertou recentemente que eventuais vulnerabilidades em satélites artificiais em órbita podem vir a ser exploradas por piratas informáticos (hackers). Mais de 50 anos depois do lançamento do …

Benfica 3-3 Shakhtar D. | "Águia" permeável diz adeus à Europa

Todos eliminados. Os quatro clubes portugueses caíram todos nos 16 avos-de-final da Liga Europa, o último dos quais o Benfica. Após a derrota por 2-1 na Ucrânia, frente ao Shakhtar, os “encarnados” receberam os comandados de …

Encontrado túmulo milenar de príncipe com coleção de peças valiosas

Em Corinaldo, perto da costa do Adriático, no norte da região italiana de Marche, a descoberta de um túmulo do século VII a.C. trouxe luz a diversos aspetos da Cultura Picena. Os picentinos foram um povo …

Vacina contra o coronavírus não chega a tempo de travar epidemia

Uma eventual vacina eficaz no combate ao novo coronavírus não deverá chegar a tempo de travar a epidemia, saliente o infecciologista Vítor Laerte. O surto de coronavírus, originário de Wuhan, tem-se espalhado aos poucos por todo …

Força Espacial de Trump trabalha "bem de perto" com Musk e Space X

A Força Espacial dos Estados Unidos, cuja criação foi anunciada pelo Presidente norte-americano em junho de 2018, está a desenvolver os seus trabalhos "bem de perto" com o multimilionário Elon Musk e a sua empresa …

Istanbul B. 4-1 Sporting | "Leão" deixa fugir os dois pássaros

O Sporting disse adeus à Liga Europa, ao cair na Turquia, frente ao Istanbul Basaksehirk após prolongamento, com um resultado de 4-1, e 5-4 no conjunto das duas mãos. Após a vitória por 3-1 em Alvalade, …

Fábio Silva: "No Benfica sempre foram impecáveis comigo"

O jovem avançado de 17 anos do FC Porto, Fábio Silva, recordou a passagem pela formação do SL Benfica, confessando que lá todos o trataram muito bem. Em entrevista ao jornal Vivacidade, Fábio Silva, jovem jogador …

Montijo: Rio defende que ao PSD “não lhe compete fazer rigorosamente nada"

O presidente do PSD, Rui Rio, defendeu hoje que é ao Governo que cabe negociar com as Câmaras que se opõem ao futuro aeroporto do Montijo e que aos sociais-democratas “não compete fazer rigorosamente nada”. “Ao …