Alunos do 1º ciclo vão ter aulas de programação

O Ministério da Educação vai testar, já próximo ano letivo, a introdução da programação nos currículos escolares do 3º e 4º anos.  O projeto-piloto, que já tem 65 escolas inscritas, poderá servir de ponto de partida para inclusão da programação nos currículos escolares.

O projeto Iniciação à Programação no 1º Ciclo do Ensino Básico, nesta primeira fase, será incluído apenas nas escolas que demonstrem interesse pela matéria e que nele se inscrevam – até o final de março já eram 65 as escolas inscritas, mas os agrupamentos têm até 15 de abril de 2015 para, através do preenchimento de um formulário, identificar as escolas que pretende inscrever neste projeto-piloto.

Esta iniciativa poderá ser dinamizada quer na Oferta Complementar quer nas Atividades de Enriquecimento Curricular, e a Direção Geral de Educação (DGE) está a preparar ações de formação para professores no que toca “ao pensamento computacional, práticas de sala e linguagens de programação Kodu e Scratch”, informa o Ministério da Educação em declarações ao semanário Expresso.

Os agrupamentos participantes poderão indicar até três professores para participar nas ações de formação, que decorrerão em sistema de e-learning durante junho e julho.

O Kodu e o Scratch são duas das mais famosas linguagens com interface gráfico, que lidam com módulos ou objetos, em vez de números ou letras. Apesar de não serem usadas profissionalmente, estas linguagens potenciam o pensamento algorítmico – por exemplo, se acontecer isto, fazer aquilo – que domina o mundo dos computadores.

A introdução dos rudimentos de programação no ensino básico pretende acompanhar algumas experiências já levadas a cabo noutros países, e poderá servir de ponto de partida para a inclusão da programação nos currículos escolares, a titulo definitivo. No Reino Unido, por exemplo, a programação já consta nos currículos do ensino básico.

Segundo dados da Comissão Europeia, em 2020 a União Europeia precisará de cerca de 900 mil trabalhadores nas áreas TIC – uma necessidade de mão de obra que ascende a cerca de dois milhões se forem consideradas todas as áreas CTEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E de passagem façam uma limpeza na disciplina TIC, onde só ensinam a criar pastas no Windows, escrever uns textos no Word, e que só serve para dar jobs for the boys. Os alunos passam as horas de TIC a jogar ou brincar nos computadores e não aprendem nada que interesse mesmo. TIC deveria ser substituída por Programação a sério.

Responder a Viés Cancelar resposta

Para além de autocarros, Cascais quer comboios gratuitos dentro do município

Desde 1 de janeiro de 2020, Cascais tornou-se no primeiro concelho do país a ter transportes públicos rodoviários gratuitos. Agora, quer alargar a iniciativa aos comboios. "Estamos a abrir um novo paradigma, que encara a mobilidade …

Governo convoca sindicatos para negociar aumentos acima dos 0,3%

O Governo convocou as estruturas sindicais da administração pública para voltar a negociar a proposta dos aumentos salariais de 0,3% para este ano. De acordo com a agência Lusa, o Governo convocou as estruturas sindicais da administração …

Governo prepara injeção final de 1400 milhões no Novo Banco

Desde a venda, em outubro de 2017, o Estado já injetou 1,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Agora, o Fundo de Resolução estuda injetar mais 1,4 mil milhões. O Fundo de Resolução e o …

Em Espanha, há jogadores a serem pressionados a sair para países árabes

Jogadores do UD Almería estão a ser pressionados pelo dono do clube a sair para clubes de países árabes. Alguns atletas já apresentaram queixa ao sindicato. O xeique Turki Al-Sheikh, dono do Almería, da segunda divisão …

Chuva forte inunda Hospital de São José, em Lisboa

As chuvas fortes que se fizeram sentir esta quinta-feira inundaram o Hospital de São José, em Lisboa, deixando algumas salas alagadas. A informação é avançada pelo Correio da Manhã, que publicada algumas fotografias nas quais se …

Aos 58 anos, Carlos Sainz volta a fazer história ao conquistar o seu terceiro Dakar

Carlos Sainz reforçou o estatuto de piloto mais veterano a conquistar o Dakar, ampliando assim por mais um par de anos o recorde que já lhe pertencia. O espanhol Carlos Sainz (Mini) conquistou a terceira vitória …

Alunos até ao 6.º ano vão poder ficar nas escolas das 9 às 17 horas

O princípio da Escola a Tempo Inteiro (ETI), que permite prolongar o horário escolar dos alunos do 1.º ciclo através de Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), vai ser também alargado aos estudantes do 2.º ciclo. …

Bruno Fernandes corre risco de não fazer o último jogo contra o Benfica

Com a transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United quase fechada, o internacional português corre o risco de não alinhar esta sexta-feira no dérbi com o Benfica. A notícia avançada hoje pelo Correio da Manhã …

Carreiras chama "traidor" a Rio (e considera que Passos Coelho voltará a unir o partido)

O autarca de Cascais, Carlos Carreiras, classifica Rui Rio como "traidor" e considera que, "se e quando decidir voltar", Pedro Passos Coelho voltará a unir o PSD. Carlos Carreiras, presidente da maior autarquia social-democrata do país, …

Docentes com mais de 60 anos podem deixar de dar aulas

Tiago Brandão Rodrigues colocou em cima da mesa a opção de docentes com mais de 60 anos poderem deixar de dar aulas e passar a desempenhar outras atividades nas escolas. Na nota de apresentação do Orçamento …