Aluna da U.Minho cria plataforma de georreferenciação de roubos e furtos

Christophe MacLaren / Flickr

-

Uma aluna de mestrado da Universidade do Minho criou uma plataforma “pioneira” que permite fazer a georreferenciação de roubos e furtos com o objetivo de “potenciar a autoproteção” dos cidadãos e “apoiar” o trabalho das forças de segurança.

Em declarações à agência Lusa, Laura Jota, a autora do MapsCrime, que é apresentado esta sexta-feira em Braga, explicou que este serviço de “partilha de informação criminal” permite “aceder e registar ‘online’ furtos e roubos e ainda possíveis locais para reaver objetos subtraídos”.

No entanto, alertou, o registo da ocorrência nesta plataforma “não substituiu a queixa junto das autoridades policiais”, sendo apenas uma “ferramenta” de ajuda.

“Os cidadãos em geral recusam a burocracia e a espera de uma hora na esquadra para denunciar o furto da mala ou do autorrádio. Com o MapsCrime, a ocorrência é registada fácil e rapidamente, pelo computador ou pelo smartphone, ajudando também outras pessoas e os agentes da lei”, explicou Laura Jota.

O objetivo do MapsCrime, apontou, “é fazer mapas de locais onde ocorrem mais roubos ou furtos, seja de veículos, roubo por esticão, a residências, de maneira a que os cidadãos possam adotar medidas de autoproteção, de defesa”.

Esta é uma plataforma “útil” para os cidadãos mas também para as forças de segurança, apontou Laura Jota.

“Permite que as várias polícias tenham uma noção das zonas mais críticas de uma cidade, por exemplo, de uma forma mais rápida. Basta a consulta ao MapsCrime”, disse.

laura-jota / Linkedin

Laura Jota, aluna de mestrado da U.Minho, autora do MapsCrime

Laura Jota, aluna de mestrado da U.Minho, autora do MapsCrime

A forma de registar ocorrências nesta plataforma é “simples” e “acessível”, garantiu Laura Jota.

“Qualquer cidadão pode registar-se no ‘site’ e, quando for vítima de um assalto, pode assinalar esse crime. Depois, é feita uma validação da ocorrência, através da confirmação do código de registo da queixa juntos das autoridades”, explicou.

No entanto, adiantou, “haverá também uma área do MapsCrime onde é possível dar conta de um assalto sem a tal validação, até porque muita gente não apresenta a respetiva queixa”.

As forças de segurança, apontou Laura Jota, “não estão ainda a usar o MapsCrime oficialmente, embora haja conversações no sentido de tornar isso possível”.

A ideia de criar o MapsCrime surgiu “há cerca de um ano”, quando a autora se encontrava na fase de estudo da sua tese de mestrado na Universidade do Minho, intitulada “Furtos e roubos como ação coletiva: olhares e práticas de reclusos condenados, vítimas e tribunais”.

A iniciativa, desenvolvida no IdeaLab/TecMinho e apoiado pela incubadora SpinPark, foi premiada no concurso de ideias da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresáriose finalista do concurso SpinUM, além de ter sido reconhecida pelo Estado com bolsas de empreendedorismo +i+e e Impulso Jovem.

Laura Jota, de 23 anos, é licenciada em Criminologia pelo ISMAI e finalista do mestrado em mestrado em Crime, Diferença e Desigualdade da U.Minho.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …

Governo italiano vai contratar 60 mil pessoas para vigiar distanciamento social

O Governo italiano vai contratar "assistentes cívicos" para garantir que os cidadãos cumprem o distanciamento social. Depois de mais de dois meses confinados nas suas casas para conter a propagação do coronavírus, os italianos começaram a …

Rio volta a admitir que PSD viabilize Orçamento Suplementar do Governo

O presidente do PSD afirmou hoje que viabilizará ao Governo uma proposta de Orçamento Suplementar, "como tudo indica que é", que proceda à adaptação de medidas a tomar até ao final do ano para o …

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil a ser publicado gratuitamente online

A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", vai publicar um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que será disponibilizado 'online', gratuitamente e em formato de série, a partir …

Empresa portuguesa cria cabine que faz desinfeção total em 25 segundos

A Starmodular, uma empresa com sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, criou um sistema destinado a espaços abertos ao público que permite a desinfeção total em 25 segundos para evitar a propagação da Covid-19, …

TAP duramente criticada por marginalização do Norte. Rio fala em "empresa regional"

Rui Rio foi apenas uma das várias vozes que criticaram o novo plano de voo da TAP, em que a maioria das ligações repostas são de Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa também demonstrou a sua …

Teatros e cinemas podem reabrir, mas com um lugar de intervalo

Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espetadores, que serão obrigados a usar máscara. Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir, a …