Altice rompe contrato com o Estado e já não vai enterrar cabos nas zonas de risco de incêndio

Paulo Novais / Lusa

A Altice Portugal denunciou o protocolo assinado com a Infraestruturas de Portugal, em 2017, para o enterramento de cabos de telecomunicações nas zonas de elevado risco de incêndio, alegando falta de “condições necessárias” para cumprir o contrato e os obstáculos colocados.

Na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande foi assinado, em 7 de Dezembro de 2017, um protocolo entre a Altice Portugal e a IPTelecom (IPT), da Infraestruturas de Portugal (IP), para a utilização de infraestruturas do canal técnico rodoviário.

O objectivo deste protocolo, cuja assinatura teve lugar em Pedrógão Grande, Leiria, no seguimento dos grandes incêndios nesta zona, era enterrar os cabos aéreos de telecomunicações.

Agora, em comunicado, a Altice Portugal “torna público que denunciou o contrato/protocolo celebrado com a IPTelecom”, que tinha como objectivo “o estabelecimento de condições para a possibilidade de instalação de um máximo total de 1.000 quilómetros de cabos com utilização de Canais Técnicos Rodoviários (CTR) até ao final de 2019, em concelhos identificados, através de despacho do secretário de Estado das Infraestruturas, como de elevada perigosidade“.

Isto porque “há mais de um ano e meio que a Altice Portugal tem aguardado pela reunião de todas as condições necessárias para a efectiva concretização do referido contrato, as quais não só não foram viabilizadas, como, ainda, foi a todo o tempo obstaculizada pela Infraestruturas de Portugal (IP) e pela IPT no processo de enterramento de cabos”, explica a Altice Portugal.

Governo surpreendido com a ruptura

O Ministério das Infraestruturas já se manifestou surpreendido por a Altice ter rescindido o contrato, destacando que a 8 de Agosto passado “foi possível chegar a um acordo entre partes”.

“Foi com enorme surpresa que o Governo teve conhecimento hoje, pelos jornais, da decisão da Altice de denunciar o protocolo com a IP”, refere o Ministério das Infraestruturas e Habitação numa nota à comunicação social.

“No passado dia 8 de Agosto, no seguimento de uma de várias reuniões que vinham ocorrendo entre Governo, Altice e IP sobre este assunto, foi possível chegar a um acordo entre as partes, tendo sido ultrapassadas as divergências que subsistiam até essa data, relativas a custos e condições de implementação dos termos do protocolo”, realça o Governo.

“Nada fazia, por isso, prever que a Altice tomasse esta decisão”, acrescenta o Ministério, salientando que “o Governo espera que ainda seja possível que a Altice assine o acordo que fechou no dia 8 e que lhe foi remetido para assinatura”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Claro!…
    Enquanto foi para receber milhões, tudo bem; quando é para investir, rompe-se o contrato…
    Sabem muitos estes mafiosos da Altice… é urgente o Estado cortar a mama a esses vigaristas franceses, que todos os anos levam milhões de Portugal sem fazerem o minimo para os justificar!…

  2. 2017 assinado o protocolo. 2019 ainda nada foi feito. Ou governantes são incompetentes (que acho que é o caso) ou então julgam que somo eternos. Que nojo!! já chega destes palermas que gozam todos os dias com povo português. Srs jornalistas se querem salvar a democracia não tenham medo!! Confrontem os politicos, exijam. Sejam contundentes e não se deixem corromper. VOCÊS SÃO A NOSSA VOZ.

  3. realmente é de lamentar que ainda nao se tenha conseguido nada
    devem estar a empurrar com a barriga
    será que a altice está à espera que seja o contribuinte a pagar? deve ser isso
    mas se o problema foi a altice a coisa mais facil é criar uma lei a obrigar a altice a fazer isso e dar-lhe um prazao, caso contrario começam a ser com pesadas multas
    se foi o governo a romper. realmente sao uns incompetentes

RESPONDER

Já é possível ouvir a Via Láctea. NASA transforma dados de corpos celestes em música

A NASA converteu dados de astronomia em sons, permitindo ouvir composições musicais derivadas da própria estrutura do Universo. Especialistas da NASA transformaram dados da Via Láctea em sons graças a um processo conhecido como sonificação. …

Federer acusado de manobrar a tabela ATP

Contas da associação de tenistas foram alteradas por causa do coronavírus. Roger Federer está no quinto lugar mas só disputou um torneio ao longo de 2020. Em ano anormal, contas anormais: a tabela oficial da Associação …

Astrónomo do Instituto SETI garante que vamos encontrar extraterrestres até 2036

Seth Shostak, astrónomo e astrofísico do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) está convencido de que os humanos vão encontrar uma civilização extraterrestre inteligente até 2036. “O SETI duplica a velocidade aproximadamente a cada dois anos …

Mais leve e elegante. Assim é a nova e-bike que vai chegar às ruas da Europa

A startup Urban Cycles Oy, com sede em Helsínquia, demarcou uma espécie de lacuna no mercado europeu de bicicletas elétricas e por isso quis preenchê-la. O objetivo era produzir uma bicicleta elegante e mais leve. Um …

Incêndio reduz a maior ilha de areia do mundo a metade. É Património da Humanidade

Quase metade de Fraser, a maior ilha de areia do mundo, que se situa no nordeste da Austrália e foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi destruída por um incêndio florestal. O incêndio queimou …

"Toca de bruxaria" permaneceu até agora numa casa do século XVI. Encontrados crânios de cavalo e veneno

Uma casa cheia de objetos ocultos foi recentemente alvo de grande interesse. O espaço estava localizado dentro de numa casa do século XVI no País de Gales, e encontrava-se repleto de objetos ocultos, incluindo crânios …

Em 1843, o primeiro cartão de Natal foi considerado "escandaloso" (agora vai ser leiloado pela Christie)

Um exemplar do primeiro cartão de Natal impresso comercialmente, em 1843, que retratava uma cena da era vitoriana que escandalizou a população, vai ser posto à venda esta sexta-feira e é considerado um item raríssimo. Este …

Marcelo quer alívio de restrições no Natal sem pôr em xeque janeiro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira esperar que a "possível exceção" no Natal ao quadro de restrições para conter a covid-19 "seja bem entendida e bem vivida" e não provoque …

Bill Gates diz que o mundo estará de volta à normalidade já na primavera de 2021

Bill Gates, que desde 2015 tinha vindo a lançar alguns alertas sobre uma possível pandemia, deixou agora uma mensagem de esperança ao dizer que acredita que os EUA irão voltar ao normal na primavera de …

Mais um passo na hegemonia. China constrói aldeia nos Himalaias, em zona também disputada pela Índia e pelo Butão

Novas imagens de satélite mostram que a China construiu uma aldeia nos Himalaias, ao longo de uma fronteira que também é disputada pela Índia e pelo Butão, e que foi palco de um impasse agressivo …