Allen v. Farrow. Um dos casos mais polémicos de Hollywood chegou à HBO

Colin Swan / Flickr

O escritor e cineasta Woody Allen

Allen v. Farrow. O primeiro episódio da mais recente série documental da HBO chegou a Portugal esta segunda-feira e traz à tona um dos casos mais mediáticos e polémicos de Hollywood.

Em 1993, Mia Farrow acusou Woody Allen de ter abusado sexualmente da filha adotiva, Dylan Farrow, na altura com apenas 7 anos. Esta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, foi lançado o primeiro episódio da mais recente série documental da HBO, que conta a história de um dos escândalos mais mediáticos de Hollywood.

Durante mais de 20 anos, Mia Farrow insistiu nas acusações enquanto o realizador as negava. Dois tribunais acabaram por concluir que não tinha havido qualquer caso de abuso sexual e que a criança era manipulada pela mãe. Enquanto que a progenitora ganhou fama de desequilibrada, o padrasto conseguiu continuar com a sua carreira

Allen v. Farrow parece oferecer uma perspetiva diferente, ao posicionar-se a favor da atriz.

O Expresso escreve que o trabalho conta com relatos de testemunhas: babysitters (uma delas Allison Stickland, que afirma ter visto um pai de joelhos em frente a uma filha em idade pré-escolar e sem cuecas); plantas da casa de Farrow no Connecticut (cujos pormenores batem certo com os interrogatórios); e muitas imagens (incluindo um vídeo de Dylan em que esta descreve o que o pai lhe terá feito).

O abuso sexual na infância é ainda pior quando “acontece com alguém de quem gostas, em quem acreditas, que aperta o teu cinto do carro, que pega na tua mão na rua, que te conta histórias antes de dormir”. O relato é da própria Dylan Farrow, uma das pessoas convidadas a dar o seu testemunho, agora com 35 anos.

Em Allen v. Farrow, especialistas analisam o vídeo à luz da atualidade e, segundo estes, não há dúvidas de que é verdadeiro: Dylan diz a verdade sem ter sido manipulada pela mãe, o contrário do que Woody Allen tentou alegar em tribunal.

A conclusão a que a produção chega é também a única possível, já que Woody Allen, Moses Farrow (filho adotivo de Farrow e Allen) e Soon-Yi Previn (atual mulher do realizador), não aceitaram participar no documentário.

Os quatro episódios de Allen v. Farrow – que também se foca na revelação do relacionamento de Allen com a filha de Farrow, Soon-Yi, e as consequências nos anos que se seguiram – chegaram a Portugal esta segunda-feira e estão disponíveis na HBO.

No domingo à noite, Woody Allen e Soon-Yi Previn emitiram um comunicado em resposta à exibição, nos Estados Unidos, do primeiro episódio do novo documentário da HBO.

Estes documentaristas não tinham interesse na verdade. Em vez disso, passaram anos a colaborar sub-repticiamente com os Farrows e os seus facilitadores para montar um trabalho de demolição crivado de mentiras. Woody e Soon-Yi foram abordados há menos de dois meses e foram-lhes dados apenas alguns dias ‘para responder’. Naturalmente que recusaram fazê-lo”, lê-se.

O casal sugere que a série é exibida na HBO por causa da relação do canal com Ronan Farrow, filho biológico de Woody Allen e Mia Farrow.

“Como se sabe há décadas, estas alegações são categoricamente falsas. Várias agências investigaram-nas na época e descobriram que, independentemente do que Dylan Farrow possa ter sido levada a acreditar, absolutamente nenhum abuso alguma vez teve lugar. Infelizmente, não é surpreendente que o canal que vai exibir isto seja a HBO – que tem um acordo de produção e relação comercial com Ronan Farrow. Embora este trabalho medíocre possa chamar a atenção, não muda os factos”, escrevem.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O menor número desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão por corrupção

Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac em 2011. O ex-Presidente francês foi condenado …

Câmara de Lisboa oferece viagem de táxi a idosos que vão tomar a vacina

Os residentes em Lisboa com mais de 80 anos ou 50 anos e patologias associadas podem deslocar-se gratuitamente de táxi para tomar a vacina contra a covid-19. Os custos da viagem são assumidos pela autarquia …

Liquidez é "abundante" mas "é preciso fazê-la chegar" à economia, diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, indicou que a crise de 2008 e de 2020 não são comparáveis devido à abundância de dinheiro disponível e que há liquidez para travar o impacto económico, mas …

Chega quer telefone e Internet pagos aos trabalhadores do Estado em teletrabalho

O Chega entregou no Parlamento, este domingo, um projeto de resolução no qual recomenda ao Governo que dê "o exemplo" e pague as despesas de telefone e Internet aos trabalhadores do Estado que estão em …

Governo quer que progressões na Função Pública passem a ser anuais

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu propor aos sindicatos um alongamento da tabela remuneratória da função pública e criar progressões anuais. Em entrevista ao Diário de Notícias e Dinheiro …

Há 100 dias, a direita tombou os 24 anos de poder socialista açoriano. OE2021 é a prova de fogo

Há 100 dias, deu-se uma das maiores reviravoltas da política açoriana: José Manuel Bolieiro foi empossado presidente, o PS superou o PSD no sufrágio mas a maioria de direita no Parlamento uniu forças para pôr …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …