Aliados davam anfetaminas às suas tropas após terem visto os nazis fazê-lo

Era comum as tropas nazis tomarem metanfetaminas e cocaína que alegadamente melhorariam a sua performance. Agora, sabe-se que também os Aliados, depois de saberem que o exército Nazi o fazia, decidiram eles próprios tomar anfetaminas.

Um novo documentário sugere que após as Forças Aliadas terem descoberto que os nazis tomavam drogas para melhorar a sua performance, também os soldados britânicos e americanos optaram por tomar cocaína e Benzedrina, uma anfetamina que permite aguentar várias horas de desgaste físico.

Secrets of the Dead: World War Speed é o novo documentário da americana PBS, que estreou esta terça-feira e alerta para esta ideia. E não era só a exaustão física que levava as tropas a tomarem estas drogas. Também o cansaço e o choque psicológico eram fatores cruciais para o seu uso durante a Segunda Guerra Mundial.



O consumo destas substâncias químicas tinham alguns efeitos secundários, que poderiam deixar os soldados incapazes de funcionar ou até mesmo inconscientes. O Governo aprovava o uso destas drogas, de acordo com o All That’s Interesting, mas manteve em segredo até muito depois do fim da guerra.

A estimativa é que cerca de 35 milhões de comprimidos de Pervitina, um medicamento que continha metanfetamina e cujo usado é frequentemente associado a Hitler, tenham sido distribuídos a 3 milhões de soldados, marinheiros e pilotos alemães entre abril e junho de 1940.

Estas drogas permitiram aos soldados alemães combater durante dez dias seguidos em Dunkirk e caminhar, em média, cerca de 35 quilómetros por dia. E foi depois de encontrarem tabletes de comprimidos num avião germânico despenhado, que os britânicos retiraram a ideia de fazer o mesmo — apenas com uma droga diferente: a Benzedrina.

“A droga impede que você durma, mas não o impede de se sentir cansado“, explicou o historiador e consultor do documentário, James Holland. “O seu corpo não tem chance de recuperar do cansaço e chega um momento em sai do efeito da droga e acaba por colapsar”, acrescentou.

Isto foi o que aconteceu a um em cada três soldados das Forças Aliadas. Apesar de a droga ser eficaz a curto prazo, a longo prazo mostrou-se ser um grave problema para soldados de ambos os lados. Até hoje, os efeitos de melhoria de performance da Benzedrina ainda não foram cientificamente provados.

“Até o final da Segunda Guerra Mundial, o conhecimento sobre os efeitos colaterais destas drogas foram aumentando”, disse Holland. O historiador realçou ainda que muitos se tornaram viciados nestas drogas. “No final da guerra, pouca ajuda foi oferecidas àqueles que se tornaram viciados”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …

Ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos demite-se por causa do Afeganistão

Sigrid Kaag demitiu-se do seu cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, depois de o Parlamento considerar que o Governo fez uma má gestão da retirada de cidadãos do Afeganistão. A ministra dos Negócios …

Rio "atirou" Costa aos macacos e pediu aos eleitores que "penalizem" o descaramento do PS

Rui Rio afirma nunca ter visto um "desplante" semelhante ao do PS no que respeita a promessas eleitorais como o que está a acontecer na atual campanha para as autárquicas. Mais um dia, mais uma capelinha. …