Alemanha vai generalizar os testes gratuitos e “testes caseiros” a um euro

Tiago petinga / Lusa

A Alemanha vai generalizar os testes gratuitos de covid-19 e disponibilizar “testes caseiros” a um euro, anunciou esta terça-feira o ministro da Saúde, Jens Spahn, noticiou a agência AFP.

“A partir de 01 de março, todos os cidadãos poderão ser testados gratuitamente por pessoal formado em testes antigénicos rápidos. Há um número suficientes de testes disponíveis no mercado”, anunciou o ministro no Twitter. “As autarquias podem pedir aos seus centros de Saúde ou farmácias que ofereçam estes testes”, escreveu.

Segundo a AFP, o custo dos testes vai ser suportado pelo Governo federal.

Os “testes caseiros vão”, escreveu ainda Spahn, “ficar também disponíveis para todos após aprovação” pelo Instituto Federal de Medicamentos e Dispositivos Médicos. “Estes testes podem contribuir para a segurança da vida quotidiana, especialmente nas escolas e centros de dia”, disse, indicando que o seu ministério estava “a negociar com vários fabricantes”.

De acordo com vários meios de comunicação alemães, apontou a AFP, “está a ser estudada uma campanha de contribuição com um euro em troca de um teste”.

No entanto, os testes antigénicos não são considerados tão fiáveis como os testes PCR. Na Alemanha, o Instituto Robert Koch de Vigilância Epidemiológica defende, assim, a validação de um teste antigénico positivo através de um teste PCR.

A Alemanha registou nas últimas 24 horas 3.856 novas infeções por coronavírus e 528 mortes, de acordo com dados do Instituto Robert Koch (RKI) de virologia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.408.243 mortos no mundo, resultantes de mais de 109 milhões de casos de infeção, segundo a AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.