Alemanha e França prometem novo apoio financeiro à OMS

unisgeneva / Flickr

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Menos de um mês após o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, ter anunciado que ia deixar de financiar a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Alemanha e a França informaram que contribuirão com um novo apoio financeiro para a luta da agência contra o coronavírus.

Segundo noticiou na quinta-feira a NPR, a Alemanha prometeu doar este ano 500 milhões de euros em financiamento e equipamentos à organização.

“Precisamos de uma OMS forte, eficiente, transparente e responsável, hoje mais do que nunca”, disse o ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça. “Respostas nacionais isoladas para problemas internacionais estão fadadas ao fracasso”, acrescentou.

Em maio, Trump anunciou que iria cortar os laços com a OMS, mas o Governo norte-americano ainda não notificou formalmente a agência. No último ciclo orçamental, no final de 2019, os EUA forneceram mais de 15% do financiamento da organização – uma contribuição de 893 milhões de dólares (cerca de 795 milhões de euros).

“Estamos a receber hoje todo o apoio de que precisamos, política e financeiramente. Tanto a Alemanha quanto a França são amigas de longa data da OMS e da saúde global”, disse o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva.

A França, por sua vez, disse que daria 90 milhões de euros a um centro de pesquisa da OMS em Lyon, além de uma contribuição adicional de 50 milhões de euros.

Como lembrou a NPR, a OMS depende de taxas de associação e contribuições voluntárias dos seus 194 estados membros, além de doações de organizações internacionais e doadores privados. Segundo a agência, a contribuição total da Alemanha durante o último ciclo orçamental foi superior a 292 milhões de dólares (à volta de 260 milhões de euros).

O novo pacote de apoio à OMS por parte da Alemanha será primeiro aprovado no parlamento, indicou Spahn, acrescentando que o Governo está otimista de que seja aprovado no início de julho.

Spahn também pressionou por melhorias na OMS, sublinhando que o aumento do financiamento da Alemanha é acompanhado com “a clara expetativa de que os desafios e as reformas necessárias sejam adequadamente tratadas”.

Na semana passada, um alto funcionário de Saúde europeu disse à Reuters que os governos europeus estão a trabalhar com os EUA nos planos de revisar a OMS, sinalizando que a Europa compartilha pelo menos algumas das preocupações que levaram Washington a anunciar que cortaria o seu financiamento à agência.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Levantada imunidade parlamentar a António Gameiro, suspeito na Operação Triângulo

A comissão de Transparência aprovou, esta terça-feira, um relatório favorável ao levantamento da imunidade parlamentar ao deputado António Gameiro (PS), envolvido na "Operação Triângulo". A decisão foi tomada por unanimidade na reunião desta terça-feira da comissão …

Medina confirma que ex-vereador Manuel Salgado é um dos visados na investigação da PJ

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa confirmou, esta terça-feira, que um dos visados na investigação da Polícia Judiciária (PJ) a suspeitas de crimes de abuso de poder e corrupção é o ex-vereador do Urbanismo …

Jeff Bezos quer transformar a Amazon no "melhor empregador da Terra"

O CEO da Amazon admitiu que é preciso fazer mais pelos trabalhadores e revelou que um dos seus principais objetivos é fazer da empresa "o melhor empregador da Terra". As más condições de trabalho a que …

Montenegro "hipotecou-se" à China (e agora quer a ajuda da Europa para se libertar)

Montenegro aceitou um empréstimo gigante da China para construir uma rodovia. Agora, o minúsculo país montanhoso quer ajuda da União Europeia (UE) para pagar a dívida. A situação em Montenegro é o mais recente conflito numa …

Punir os 12 clubes da Superliga Europeia? O tiro pode sair pela culatra

A UEFA ameaça punir os clubes que participem na Superliga Europeia. No entanto, tomar medidas precipitadas pode fazer com que o tiro saia pela culatra. O mundo do futebol foi abalado pelo anúncio de uma Superliga …

Criados 280 postos para vacinar 100 mil pessoas por dia

Duzentos e oitenta postos de vacinação rápida e de resposta reforçada estão a ser criados em todo o país para se conseguir vacinar 100 mil pessoas por dia, disse esta terça-feira à agência Lusa o …

Portugal e França promovem intercâmbio de árbitros nas ligas profissionais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta segunda-feira, que vai promover, juntamente com a Federação Francesa de Futebol (FFF), um intercâmbio de árbitros. "Portugal e França vão promover um intercâmbio de árbitros no seguimento do …

Novo Banco vendeu carteira de malparado por valor inferior às próprias garantias

O deputado do PSD Alberto Fonseca apontou esta terça-feira que o Novo Banco vendeu a carteira de crédito malparado Nata II por um valor inferior às suas próprias garantias, baseando-se no relatório da Deloitte à …

ANA "não tem interesse económico". Montijo é a "solução mais rápida"

O presidente da comissão executiva da ANA - Aeroportos de Portugal disse, esta terça-feira, que a empresa "não tem interesse económico" numa das soluções para a expansão aeroportuária em Lisboa em vez de outra, mas …

Taiwan vende vacinas da AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem

Com lotes da vacina da AstraZeneca em risco de expirarem, devido a resistência à sua toma entre grupos prioritários, Taiwan começou esta segunda-feira a administrá-las a qualquer pessoa, por 17 euros. Horas depois de o sistema …