A aldeia mais xenófoba do Mundo mudou de nome

HCPUNXKID / Wikimedia

Vista de Castrillo Matajudíos, agora Castrillo Mota de Judíos

Vista de Castrillo Matajudíos, agora Castrillo Mota de Judíos

A localidade espanhola de Castrillo Matajudíos, próximo de Burgos, no norte de Espanha, passou esta sexta-feira a chamar-se Castrillo Mota de Judíos.

A mudança ocorre depois de a população local ter decidido mudar o nome da povoação, considerando que “matajudíos” tinha uma conotação “demasiado racista”.

Numa cerimónia para assinalar a ocasião, conta o ABC, o presidente da Junta de Freguesia local, Lorenzo Rodríguez, e o novo embaixador de Israel em Espanha, Daniel Kutner, visitaram La Mota, a colina onde se instalaram os primeiros habitantes da povoação, uma comunidade de origem judia.

Na altura da expulsão dos judeus de Espanha pelos Reis Católicos, em 1492, a povoação passou a chamar-se Matajudíos, ou “mata judeus”. Até esta sexta-feira.

Com a mudança de nome, decidida em referendo pelos seus 56 habitantes, a povoação procurou reconhecer a origem judia da localidade, mas retirar-lhe a carga xenófoba.

A mudança tinha estado em debate aceso na comunidade desde 2009, e não é a primeira vez que se discute o assunto.

Há cerca de 30 anos, a população ponderou mudar o nome para Castrillo de Cabezón, em homenagem ao músico renascentista António de Cabezón, que ali nasceu em 1510. Na altura, o nome de 1492 acabou por ser mantido.

Nos últimos anos, os próprios habitantes do povoado têm-se sentido constrangidos em pronunciar o nome. Muitos dos aldeões preferem encurtá-lo.

“Eles preferiam dizer que são de Castrillo, para evitar polémicas”, conta Lorenzo Rodríguez Pérez, o anterior presidente da Junta, “porque o nome pode ser considerado uma ofensa por muitos”.

Origem desconhecida

As origens do nome ainda hoje são alvo de polémica.

O historiador Rodrigo de Sáez conta à BBC que há diversas versões acerca da origem do nome. “O termo original era Mota Judíos, que significa colina de judeus”, diz Saéz.

“Mas não há consenso, entre os historiadores, se a mudança para Matajudíos foi provocada por um conflito real com os judeus, ou se foi uma deformação provocada pelo anti-semitismo que reinava em Espanha nos tempos da Inquisição, durante os séculos 15 e 16”, explica.

Na altura, os judeus foram expulsos de Espanha pelos reis católicos, e os que não aceitaram converter-se ao catolicismo foram banidos.

castrillomatajudios.es

Ayuntamiento de Castrillo de Matajudios

Ayuntamiento de Castrillo de Matajudios

A primeira referência ao termo “Matajudíos” encontrada nos registos é de 1627.

Lorenzo Rodríguez Pérez diz que os seus ancestrais na aldeia são inocentes das acusações de terem morto quaisquer judeus.

“Foram os de Castrojeriz, uma povoação aqui perto, que em 1035 acabaram com os judeus, mataram algo como 60 judeus e expulsaram os demais para uma colina próxima de Castrillo.”

De acordo com esta versão, terá sido nessa altura que se começou a chamar à aldeia Castrillo Mota de Judíos, em referência à colina, que fica no caminho dos peregrinos de Santiago de Compostela.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A maioria dos Portugueses e espanhóis são de origem judaica?! Deixa-me lá ver… então Viriato era judeu? Não, espera! Eram os invasores (e posteriormente habitantes) Suevos e Visigodos que eram judeus! Nada disso! Eram os mouros que eram judeus! Não?! Ah, esses eram muçulmanos… então, pronto, eram o Pelayo e o Vímara Peres que eram judeus! Também não? Era guerreiros cristão da Reconquista? O D. Afonso Henriques então? Também não? Era então o povo em geral? Descendentes talvez da tribo perdida de Israel? Estou confuso… será o padre lá da paróquia que é judeu?!

RESPONDER

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …

Lotação do Avante reduzida a um terço. Visitantes terão uma "área superior à que está estabelecida para as praias"

O PCP anunciou que vai limitar a entrada na sua anual Festa do "Avante!" a um terço da capacidade total, em virtude do contexto de pandemia de covid-19. O espaço de 30 hectares das Quinta da …

Governo da Guiné Equatorial demitiu-se em bloco

O Governo da Guiné Equatorial, liderado pelo primeiro-ministro Francisco Pascual Obama Asue, apresentou a sua demissão em bloco. Em declarações aos jornalistas, o ministro da Comunicação e porta-voz do Governo em funções, Eugenio Nze Obiang, explicou …