/

Al-Qaeda promete “guerra em todas as frentes” contra os EUA

(cv)

Um membro da Al-Qaeda afirmou que, apesar da retirada das forças norte-americanas do Afeganistão, o que acontecerá até 11 de setembro, a guerra contra os Estados Unidos (EUA) “continuará em todas as outras frentes, a menos que sejam expulsos do resto do mundo islâmico”.

À CNN, o membro do grupo terrorista elogiou aos talibãs por manterem viva a luta contra os EUA. “Graças aos afegãos, pela proteção dos camaradas de luta, muitas dessas frentes jihadi têm vindo a operar com sucesso em diferentes partes do mundo islâmico há muito tempo”, indicou.

O grupo terrorista raramente respondeu a perguntas, não sendo claras as razões pelas quais o fizeram agora. Para o analista Paul Cruickshank, editor-chefe do CTC Sentinel de West Point, que reviu as respostas da Al-Qaeda, é possível que “se sintam animados pela decisão da administração [Joe] Biden de retirar tropas do Afeganistão, mas também podem estar a tentar desviar a atenção das muitas perdas recentes”.

“Bin Laden está morto e a Al-Qaeda está degradada, no Afeganistão. E é tempo de acabar com a guerra para sempre”, declarou recentemente o Presidente dos EUA.

No próximo fim de semana é o décimo aniversário da morte de Osama Bin Laden, responsável pela organização dos ataques do 11 de setembro de 2001 contra os EUA.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.