Ajuda humanitária (finalmente) a caminho de Ghouta oriental

Mohammed Badra / EPA

Uma criança ferida recebe tratamento depois dos bombardeamentos em Ghouta Oriental, na Síria

O primeiro comboio humanitário “está a caminho” de Ghouta oriental, onde 400 mil civis estão sitiados e submetidos a situações de grande precariedade pelas forças de Damasco, disse esta segunda o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

“Finalmente… Um comboio da Cruz Vermelha Síria, do Comité Internacional da Cruz Vermelha e das Nações Unidas transportam ajuda que é necessária a dezenas de milhares de civis. A coluna dirige-se para Ghouta oriental” disse Robert Mardini, chefe de operações da Cruz Vermelha Internacional através de uma mensagem difundida no Twitter.

Os 46 camiões com ajuda médica e alimentos para cerca de 27.500 pessoas, segundo o Departamento de Coordenação dos Assuntos Humanitários da ONU (OCHA), são o primeiro comboio humanitário a entrar no enclave.

No entanto, na inspeção de rotina dos camiões, as autoridades rejeitaram material médico, como equipamento para cirurgia e diálise, assim como insulina, disse um porta-voz da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tarik Jaserevic.

“Por causa disso, três dos 46 camiões que foram enviados para Douma hoje estavam quase vazios”, disse uma responsável do OCHA em Damasco, Linda Tom.

As forças do regime controlam uma parte do bastião “rebelde” de Ghouta oriental, estando em curso uma ofensiva terrestre, disse o Observatório Sírio para os Direitos do Homem.

A organização não-governamental com sede em Londres refere igualmente que os ataques de Damasco desde domingo à noite provocaram a morte de 14 civis em Ghouta oriental.

Os ataques das forças de Damasco contra a região nos arredores da capital da Síria começaram no dia 18 de fevereiro.

De acordo com esta ONG, o Presidente sírio, Bachar al-Assad, está determinado em continuar a ofensiva, que está a ser apoiada pela Rússia com forças e meios no terreno.

O período de tréguas para ajuda humanitária nesta região foi votada, por unanimidade, pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas há cerca de uma semana.

De seguida, o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a instauração de uma “trégua humanitária” diária, das 09h00 às 14h00, para permitir a retirada de civis, porém, no primeiro dia do cessar-fogo, o acordo foi violado e os bombardeamentos continuaram.

Desde o início dos ataques, já morreram cerca de 700 civis, segundo os números divulgados pelo OSDH. A guerra no país já causou mais de 340 mil mortos desde o seu início em 2011.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ajuda Humanitária é, a tal que vai mas é parar às mãos dos terroristas em Goutta que têm milhares de civis prisioneiros e que os usam como escudos.

RESPONDER

Bombeiros não informaram Proteção Civil de 50% das ocorrências

O corte de relações entre os bombeiros voluntários e a Proteção Civil está a fazer-se sentir. Os bombeiros não informaram a Proteção Civil de 50% das ocorrências no país. A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) …

Funcionários públicos que continuem no ativo depois dos 70 não vão perder dinheiro

Os trabalhadores da Função Pública com mais de 70 anos que queiram continuar a trabalhar e, que para isso tenham a autorização do Estado, vão passar a receber, além do salário a que têm direito, …

Viagens podem obrigar deputados a entregar novas declarações de rendimentos

Os deputados podem ter de alterar as declarações de rendimentos para incluírem o reembolso das despesas de transporte como “rendimentos do trabalho”. A notícia foi avançada esta manhã pelo Diário de Notícias e surge depois de, …

Portugal já não deve ao FMI. Pagamento antecipado poupa 100 milhões de euros

O ministro das Finanças, Mário Centeno, anunciou que Portugal concretiza esta segunda-feira o pagamento do total da dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI), com a liquidação de 4,7 mil milhões de euros. Numa conferência de imprensa …

37% dos portugueses rezam diariamente. Somos o 9º país mais religioso da Europa

Portugal é um dos países mais religiosos da Europa, ocupando a nona posição, à frente de Itália (13.º) e de Espanha (16.º), com 44% da população a afirmar a sua crença absoluta em Deus. Estes dados …

Rui Rio acusa Governo de discriminação salarial

O presidente do PSD, Rui Rio, disse esta segunda-feira não compreender a proposta do Governo, que determina um salário mínimo diferente para o público e para o privado, defendendo que não deve haver discriminações. "Não compreendo. …

China e EUA discutem calendário de negociações para acabar com guerra comercial

O breve comunicado de Pequim indica que foi discutido "o calendário das próximas consultas económicas e comerciais", sem precisar, no entanto, onde e quando terão lugar. Negociadores chineses e norte-americanos discutiram por telefone um calendário de …

Sindicatos voltam ao Ministério das Finanças para discutir aumentos salariais

Os aumentos salariais na função Pública são esta terça-feira de novo discutidos entre as estruturas sindicais do sector e a secretária de Estado da Administração Pública, Maria de Fátima Fonseca. A Frente Comum de Sindicatos da …

Brexit. Juncker garante que "não há qualquer espaço" para renegociação

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, garantiu esta terça-feira no Parlamento Europeu que o texto do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) não vai ser renegociado. "Estou espantado, porque chegámos a …

O melhor amigo do homem é a solução para a depressão

Há muito que se ouve as pessoas dizerem, mas a Ciência acaba de o comprovar: o cão é mesmo o melhor amigo do homem, sobretudo quando este sofre de depressão. De acordo com um novo estudo, …