Ajuda humanitária (finalmente) a caminho de Ghouta oriental

Mohammed Badra / EPA

Uma criança ferida recebe tratamento depois dos bombardeamentos em Ghouta Oriental, na Síria

O primeiro comboio humanitário “está a caminho” de Ghouta oriental, onde 400 mil civis estão sitiados e submetidos a situações de grande precariedade pelas forças de Damasco, disse esta segunda o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

“Finalmente… Um comboio da Cruz Vermelha Síria, do Comité Internacional da Cruz Vermelha e das Nações Unidas transportam ajuda que é necessária a dezenas de milhares de civis. A coluna dirige-se para Ghouta oriental” disse Robert Mardini, chefe de operações da Cruz Vermelha Internacional através de uma mensagem difundida no Twitter.

Os 46 camiões com ajuda médica e alimentos para cerca de 27.500 pessoas, segundo o Departamento de Coordenação dos Assuntos Humanitários da ONU (OCHA), são o primeiro comboio humanitário a entrar no enclave.

No entanto, na inspeção de rotina dos camiões, as autoridades rejeitaram material médico, como equipamento para cirurgia e diálise, assim como insulina, disse um porta-voz da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tarik Jaserevic.

“Por causa disso, três dos 46 camiões que foram enviados para Douma hoje estavam quase vazios”, disse uma responsável do OCHA em Damasco, Linda Tom.

As forças do regime controlam uma parte do bastião “rebelde” de Ghouta oriental, estando em curso uma ofensiva terrestre, disse o Observatório Sírio para os Direitos do Homem.

A organização não-governamental com sede em Londres refere igualmente que os ataques de Damasco desde domingo à noite provocaram a morte de 14 civis em Ghouta oriental.

Os ataques das forças de Damasco contra a região nos arredores da capital da Síria começaram no dia 18 de fevereiro.

De acordo com esta ONG, o Presidente sírio, Bachar al-Assad, está determinado em continuar a ofensiva, que está a ser apoiada pela Rússia com forças e meios no terreno.

O período de tréguas para ajuda humanitária nesta região foi votada, por unanimidade, pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas há cerca de uma semana.

De seguida, o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a instauração de uma “trégua humanitária” diária, das 09h00 às 14h00, para permitir a retirada de civis, porém, no primeiro dia do cessar-fogo, o acordo foi violado e os bombardeamentos continuaram.

Desde o início dos ataques, já morreram cerca de 700 civis, segundo os números divulgados pelo OSDH. A guerra no país já causou mais de 340 mil mortos desde o seu início em 2011.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ajuda Humanitária é, a tal que vai mas é parar às mãos dos terroristas em Goutta que têm milhares de civis prisioneiros e que os usam como escudos.

RESPONDER

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …

Boris Johnson nos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para os cuidados intensivos. Boris Johnson, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para a unidade de cuidados intensivos, depois de …

Estado de emergência impede lojistas de terminarem contratos de arrendamento

Os lojistas que fecharam os seus estabelecimentos por causa da pandemia não podem acabar com os contratos de arrendamento por causa da queda das receitas. De acordo com o Diário de Notícias, o decreto-lei do Governo …

Hi Fly quer usar A380 na Portela para transportar equipamento, mas ANA não autoriza

Um estudo da fabricante de aviões Airbus dá o A380 como compatível no aeroporto de Lisboa. No entanto, a ANA alega que teria de fazer "obras avultadas" para autorizar a operação do A380 na Portela. A …

Mortes em Itália voltam a subir. Em França morreram mais de 800 pessoas nas últimas 24 horas

Itália, um dos países mais afetados pela pandemia de covid-19, registou 525 mortes no domingo, mas o número ascendeu para 636 esta segunda-feira. Em França, morreram mais de 800 pessoas nas últimas 24 horas. Em Itália, …

Dois candidatos a estivadores para o Porto de Lisboa intimidados por encapuzados

 Dois candidatos a emprego numa empresa do setor da estiva foram abordados por cerca de 8 pessoas encapuzadas que se identificavam como antigos estivadores da AETPL. Na terça-feira passada, dois candidatos a emprego numa empresa do …