Ai sim? Então a União Europeia vai apoiar a independência do Texas

EPP / Flickr

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

O Presidente da Comissão Europeia disse esta quinta-feira, com ironia, que irá promover a independência do Ohio e do Texas, em relação aos Estados Unidos, se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o “Brexit”.

É a resposta de Jean-Claude Juncker. O presidente da Comissão Europeia ouviu Donald Trump dizer que apoia o Brexit e incitar outros países a fazer o mesmo, e não gostou.

“O recém-eleito presidente está feliz com o Brexit e exortou outros países a fazer o mesmo. Se continuar assim, irei promover a independência de Ohio e de Austin, Texas, nos Estados Unidos”, disse Jean-Claude Juncker, num discurso no Congresso do Partido Popular Europeu, EPP, que reuniu os líderes desta formação política.

O Texas, o segundo maior dos 52 Estados Unidos, depois do Alaska, é um dos Estados com movimentos independentistas mais activos, que defendem a saída dos EUA e restauração da República do Texas como nação independente.

O actual estado do Texas fazia parte do México até 1835. Após a Revolução do Texas, a 2 de março de 1836 o estado declarou a sua independência do México e a criação da República do Texas. Nove anos mais tarde, em 1845, a então jovem república texana juntou-se aos Estados Unidos, tornando-se o 28º estado dos EUA.

Além do Texas, também na Califórnia, o terceiro maior estado dos EUA, diversos movimentos independentistas reclamam a secessão do estado, em particular depois de, em Novembro do ano passado, Donald Trump ter sido eleito presidente dos Estados Unidos.

Juncker recordou que no sábado passado a UE celebrou o 60º aniversário do Tratado de Roma e “com razão”. “Por que não celebraríamos o maior sucesso da história moderna, que é este da Europa?”, questiona o presidente da Comissão Europeia.

Falou de crises, mas também de sucesso e afirmou que “o Brexit não é o fim de tudo, temos de convencer-nos de algo que vai ser novo, mais forte e melhor”.

Por outro lado, o Presidente da CE considerou que não há necessidade de falar com os “populistas radicais”, mas é preciso ter em conta as preocupações de “pessoas que levantam questões justificadas”.

“Chegou o momento de convencer os europeus a deixar o sofá e moverem-se; caso contrário, os populistas conseguirão o seu objetivo antes”, concluiu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

    • Mais uma boa oportunidade para estar calado. Então o anormal do trumpeta pode dizer e fazer o que lhe apetece e os outros têm de aceitar caladinhos. Isto só pode mesmo ser de um país de mansos. O Juncker estava a ironizar mas esta é uma boa forma de passar uma mensagem para pessoas como o trumpeta.

  1. A resposta é justa de Juncker é justa e apropriada.
    O presidente dos EU anda a semear ventos e vai certamente colher tempestades.

  2. A “União” Europeia não precisa de ninguém para promover mais Brexits. A própria “União” está a fazer um excelente trabalho nisso.

  3. Meu caro Jean-Claude Juncker,
    A europa não é uma nação ao contrário dos EUA. Eu fui durante muitos anos europeísta convicto, mas a idade traz-nos alguma clarividência. Principalmente quando olhamos para o futuro dos nossos filhos. Hoje percebo que a europa que foi vendida não existe, serve apenas os interesses dos povos do norte, os exemplos estão á vista de todos. As vossas empresas vendem no meu país equipamentos com certificação própria dos vossos países alegando que são compatíveis com as normas europeias, mas eu não posso vender nos vossos países os meus equipamentos iguais homologados por entidade notificada de nacionalidade portuguesa segundo a norma europeia. Não me venham com a história das fronteiras, pois mais de metade da minha família está espalhada por 4 continentes e todos vivem muito bem, como resultado do esforço e da capacidade de trabalho demonstrada nas nações que os receberem e lhes deu nacionalidade aos seus filhos e netos.
    Shame on you europe.

    • Parece que a velhice também traz alguns erros ortográficos e muito provavelmente alguma falta de visão. O que seria de Portugal sem a UE? Ainda se lembra?… já que é tão velhinho…

      • Portugal pagou sozinho uma guerra colonial (porque sim), não investiu na formação (porque dava jeito ao poder), acumulou ouro (que desbaratou ao longo do processo revolucionário e tb no que se seguiu, e depois de não saber mais o que fazer com a forma de ser socialista sem receber por fora, lá conseguiu aderir à C.E. (não à U.E).
        Daí choveram jipes, pontes, estradas e outras coisas (algumas delas com SC que passou a CC), alegadamente por uma crise “espontanea”, mas incrivelmente planeada e deliberada nos USA. Deu imenso jeito como pretexto para imensas coisas ruins, das quais vivemos um pequeno interrégono. Mas o filme segue dentro de momentos, digam lá as sereias o que disserem. Boa sorte com o conto do vigário.
        Neste momento lisboa está a ser posta “muito lindinha” alegadamente para turistas tb em zonas que não interessam a turistas, ciclovias para comuno-ciclistas com saúde de ferro (para agradar ao camarada Mao) e as vias para carros sumem-se que nem sorvete ao sol. Pois, apesar dos c. electricos, é preciso acabar com os carros. Pois é. Não havia outra solução. É perguntar porquê à UN. Nada a ver dirão? Tudo a a ver, direi. è ler os seus “Agenda tal e tal”. Em parte por isso é que tanto so investiu em meter lá o Guterres. Tudo isto custa rios de dinheiro, que apareceu como que por milagre, sem mais nem menos assim que se percebeu quem ia mandar nesta casa. Tudo maravilhosamente sincronizado. Mas é tudo fruto do acaso. Tem de ser! Senão é uma das tais teorias. E cala-te bem calado se te disserem que o é. Medo.

      • “O que seria de Portugal sem a UE?” Já pensou o que seria de Portugal na UE? Bem… É a merd… que se vê! Tire a venda e veja a realidade! Foi a pior coisa que fizemos. Foi o pior erro que o Mário Soares fez! Agora estaríamos bem melhor que estamos! A única chatice é que a UE (que de “U” não tem nada) é como aqueles agiotas que aparecem nos filmes: Só de lá sais com os pés para a frente.
        Dívidas a aumentar, “ajudas” que nos ficam caríssimo, perda total de autonomia… é preciso mais? Estamos melhor?
        “O que seria de Portugal sem a UE?” Seria bem melhor! Muito melhor? Talvez não, mas que estaríamos melhor; sem dúvida! Mas, como disse anteriormente, agora nunca mais saberemos, porque nunca de lá sairemos. Mesmo com o barco a afundar.

        • Isto anda tudo doido. Vão à europa de leste e percebam como estaria Portugal fora da UE. Não fazem a mínima ideia do que falam e apenas alinham do discurso politicamente correto do mandar abaixo a UE. Vão aos países do leste (onde também se inclui a Rússia) e depois voltem à discussão.

          Estão muito, mas mesmo muito longe da realidade. Enfim. Fala-se do que não se conhece.

          • Quando deixar de lhe chamar “União”, então sim, podemos discutir de forma civilizada e coerente (e mais próximo da realidade).

          • Mas os “paises de Leste” não estão já (quase) todos na UE? Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Republica Checa, Eslováquia, Eslovénia, Hungria, Croácia, Bulgária e Roménia, equeci-me de algum? São estes os exemplos de como estaria Portugal se estivesse “fora da UE”?

  4. Juncker devia estar calado algum dia o texas quer ser independente?Que imbecil realmente a uniao europeia esta nas ruas da amargura deve ser dos copos e das mulheres, europa do norte de um lado europa do sul do outro que rica europa esta!!!!!!Ao menos os E.U.A. nao olham para o sul do PAIS com arrogancia como fazem estes imbecis da europa do norte!

  5. O Texas pode tentar, mas vai obviamente acontecer o mesmo que aconteceu da última vez que se tentou separar dos EUA (durante a Guerra Civil Americana): vai levar uma sova e meter o rabinho entre as pernas!

    Estes movimentos separatistas em alguns estados Americanos são levados a cabo por meia dúzia de malucos. Na verdade, ninguém com dois dedos de testa nos EUA se quer separar do governo federal.

  6. O senhor Juncker que se ocupe em arrumar a casa pois tem bem por onde, esquece-se que foi o desleixo em que esta UE caiu que levou a esta situação e isto é apenas o princípio pois não será ele nem nenhum outro bem instalado desta Europa que irão indicar ao povo em quem devem votar.

Eis o que o mundo pode aprender com o confinamento da China

O confinamento na China tem apresentado resultados excecionais no controlo da pandemia, à custa da perda de liberdade das pessoas. Ainda assim, há muito que se pode aprender com o exemplo chinês. Colocar o autoritarismo contra …

Descoberto fármaco "100 vezes mais potente" contra a covid-19 (e "nasceu" das seringas-do-mar)

Uma equipa internacional de investigadores descobriu um medicamento antiviral que é "100 vezes mais potente" do que o remdesivir no tratamento da covid-19. Trata-se de um fármaco usado para tratar um cancro sanguíneo, que só foi …

Covid-19. Fortuna das dez pessoas mais ricas pagaria vacina para toda a população mundial

A riqueza combinada dos dez homens mais ricos do mundo subiu em cerca de 540 mil milhões de dólares (445 mil milhões de euros) durante a pandemia, de acordo com um relatório da organização internacional …

Farmacêuticas pouco preparadas para próxima pandemia, alerta relatório

As maiores empresas farmacêuticas do mundo estão pouco preparadas para a próxima pandemia, apesar da crescente resposta à covid-19, alertou um relatório da Access to Medicine Foundation, divulgado esta terça-feira. Neste relatório, Jayasree K Iyer, diretora executiva …

Um em cada três infetados com covid-19 é assintomático

Investigadores sugerem, com base numa revisão de 61 estudos, que uma em cada três pessoas infetadas com o novo coronavírus é assintomática. Uma em cada três pessoas infetadas com covid-19 não sabe que tem o novo …

"Vizinho Amigo tem muitos voluntários, fiquem em casa e peçam ajuda"

Martim Ferreira conta como surgiu, como está e como acha que estará o Vizinho Amigo - um projeto que reúne milhares de voluntários em Portugal, que ajudam pessoas de grupos de risco desde que o …

El Dorado português está para durar. Nem pandemia, nem taxa de 10% afastam reformados estrangeiros

Apesar da pandemia e de uma nova taxa fiscal de 10%, Portugal continua a ser um destino desejado por reformados estrangeiros, nomeadamente pelos franceses que estão de olho na descida nos preços das casas e …

A Terra perdeu 28 triliões de toneladas de gelo nas últimas décadas. Cumprem-se assim os "piores cenários" científicos

A Terra perdeu 28 triliões de toneladas de gelo nas últimas décadas, o que equivale a uma camada de 100 metros de espessura a cobrir o Reino Unido. Esta descoberta cumpre os "piores cenários" científicos, …

A queda da "princesa de África". Isabel dos Santos já não é multimilionária

A "princesa de África" está mais pobre, mas ainda assim não atravessa propriamente dificuldades. A conclusão é da revista Forbes que retirou o nome de Isabel dos Santos da lista dos multimilionários mundiais. Há cerca de …

Reino Unido ultrapassa 100 mil mortes

O Reino Unido ultrapassou as 100 mil mortes desde o início da pandemia covid-19 ao registar mais 1.631 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados publicados esta terça-feira pelo governo britânico.  No total, o …