Água do Alqueva está a ser utilizada excessivamente e sem autorização

Fernando Moital / Flickr

Barragem do Alqueva

A EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva) denuncia “utilização abusiva de recursos hídricos” e “sem a devida autorização”.

Até agora, a água era distribuída sem controlo rigoroso quer de Portugal, quer de Espanha. No entanto, a gestão de recursos hídricos na bacia do Guadiana e do Tejo conheceu, nas últimas semanas, uma alteração de paradigma.

Segundo o Público, as restrições no acesso à água começaram em fevereiro. Desta forma, a EDIA começou a notificar “todos os beneficiários e potenciais interessados” no fornecimento de água para rega “a título precário” (todos os agricultores que têm as suas explorações fora dos blocos de rega do empreendimento), que só serão aceites as propostas para a “instalação de culturas anuais”, como é o caso das culturas de melão, trigo, feijão e batata.

Isto significa que a autorização de fornecimento de água a novas culturas permanentes – que são de alto rendimento – fica comprometida. É o caso do olival, amendoal, vinha e árvores de fruto.

A EDIA tomou esta decisão para acautelar a garantia de água no futuro. Apesar de o projeto do Alqueva ter área suficiente para regar 120 mil hectares, as plantações e o seu fornecimento continuam a aumentar sem controlo.

Espanha anula plano

No passado dia 15 de março, o Supremo Tribunal espanhol anulou “parcialmente” o Plano Hidrológico do Tejo, por “não cumprir os caudais mínimos” nos débitos transportados do Tejo para a barragem do rio Segura, calculados em cerca de 400 milhões de metros cúbicos anuais.

Na base deste modelo estão as culturas intensivas como acontece na bacia do Guadalquivir e na bacia do Guadiana, onde os “olivais superintensivos são muito lucrativos“.

Segundo Filipe Duarte Santos, presidente do Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CNADS), na região espanhola da Extremadura, “há imensa atividade agrícola que debita para o Alqueva muitos fertilizantes e os solos deixarão, no futuro, de ter a produção de agora”.

Desta forma, a decisão da entidade gestora do sistema de rega do Alqueva vem reforçar o facto de haver, neste momento, “uma utilização abusiva de recursos hídricos” e “sem a devida autorização” fora dos blocos de rega.

No que diz respeito aos recursos hídricos, Filipe Duarte Santos defende uma maior coordenação entre Portugal e Espanha. Ainda assim, defende que o mais importante é aferir em que medida a agricultura que “estamos a ter é compatível com a precipitação que temos”.

Além disso, é preciso ter em conta o contexto em que nos inserimos: um clima que “é não só mais quente, mas também mais seco”, frisa o presidente do CNADS.

Agricultores muito preocupados com a seca

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) está preocupada com os efeitos que a falta de precipitação poderá trazer à agricultura.

Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da CAP, disse à TSF que os agricultores estão muito apreensivos. “Vislumbra-se outra vez, infelizmente, um ano difícil. O país está outra vez a entrar num período de carência de água, não só nas barragens, mas também no solo.”

O tempo seco e a falta de água estão a comprometer as culturas em todo o país, principalmente as plantas para a alimentação animal e as culturas de inverno, como o trigo e a cevada. No entanto, a campanha de primavera/ verão (frutas, vinhas e culturas regadas, como o milho ou tomate) também sai prejudicada.

“Há medidas que têm de ser estudadas para enfrentarmos estas alterações como sendo um padrão novo da meteorologia no nosso território, que vai obrigar a mudanças de culturas e calendários, para que o futuro não seja sempre esta agonia: ‘Como é que vai ser o este ano? Vai ser bom? Vai ser mau?'”, referiu Eduardo Oliveira e Sousa.

Para a CAP, o Plano Nacional de Regadios, criado no ano passado pelo Governo, é insuficiente. Para fazer face à seca em Portugal, sugere, por exemplo, a criação de instrumentos financeiros de ajuda e estudos aprofundados sobre o impacto da seca e a adoção de novas culturas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Partido Trabalhista britânico sofre dois ciberataques (e suspeita-se que tenham "dedo" russo)

O Partido Trabalhista britânico sofreu dois ataques informáticos em apenas dois dias. Contudo, o partido de Jeremy Corbyn admite que os ataques falharam e que as suas plataformas estão operacionais. Num espaço de apenas dois dias, …

Sterling tentou fazer "mata-leão" a Joe Gomez e foi afastado da convocatória

O estágio da seleção inglesa para os jogos da Qualificação para o Campeonato da Europa, frente ao Montenegro e ao Kosovo, não poderia ter começado da pior forma. Raheem Sterling foi afastado da equipa após …

Alunos com gaguez não terão de fazer exames orais

Os alunos com gaguez podem ser dispensados da realização das provas orais. Há dois anos, estes exames passaram a integrar a avaliação externa em línguas estrangeiras nos exames do ensino secundária e nas provas de …

PSD. Só 15,8% dos militantes poderiam votar se eleições diretas fossem hoje

A dois meses das eleições diretas no PSD, há hoje perto de 17.000 militantes com quotas em dia, que podem ser pagas até 22 de dezembro, de acordo com informação disponibilizada online pelo partido. Se as …

Hong Kong: Reforço policial, Parlamento suspenso e escolas fechadas

O Parlamento de Hong Kong foi suspenso, esta quarta-feira, e a segurança foi reforçada na cidade e nos campus universitários, com as escolas a fecharem num momento em que prosseguem os confrontos entre manifestantes e …

Debate quinzenal: Políticas de rendimento, Rio ao ataque com o lítio e a primeira vitória dos pequenos

Os debates quinzenais com o primeiro-ministro regressam esta quarta-feira. António Costa vai abrir o debate com uma intervenção sobre "políticas de rendimento", mas as atenções estão centradas na primeira vitória dos pequenos partidos. As políticas de …

Governo vai propor 635 euros para salário mínimo em 2020. Proposta não agrada patrões

Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, vai apresentar esta quarta-feira na Concertação Social a proposta de aumento para o salário mínimo nacional para 2020, com uma atualização de 35 euros. Esta quarta-feira, …

Novo alvo do Sporting consumia e traficava droga (e tentaram matá-lo seis vezes)

Michael, jogador de 23 anos do Goiás, é alvo do Sporting já neste mercado de transferências de inverno. O brasileiro teve uma adolescência marcada pelo consumo e tráfico de drogas. Aos 23 anos de idade, Michael …

O misterioso monstro Tully acabou de ficar ainda mais misterioso

Uma nova investigação desmente um anterior estudo que argumentava que Tully era um vertebrado. A verdadeira natureza desde "monstro" continua um mistério para a comunidade científica. De vez em quando, os cientistas descobrem fósseis que são …

Vítor Pereira condenado a oito meses de prisão com pena suspensa

O treinador português foi condenado, esta terça-feira, a oito meses de prisão com pena suspensa, na Grécia, por incitamento à violência. Vítor Pereira foi condenado pela justiça grega a oito meses de prisão, com pena suspensa, …