Afinal, Medina não quer acabar com a “galinha dos ovos de ouro” de Lisboa

Miguel A. Lopes / Lusa

  Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, não pretende, afinal, acabar com o AirBnB na capital. A ideia surgiu no título de um artigo do jornal inglês The Independent, mas está errada. A correcção surgiu depois do burburinho e do desconforto dos empresários de alojamento local.

Em causa está um artigo de opinião do presidente da Câmara de Lisboa publicado pelo jornal The Independent e que foi, inicialmente, intitulado “After coronavírus, Lisbon is getting rid of Airbnb and turning short term holiday rentals into homes for key workers” (“Depois do coronavírus, Lisboa vai livrar-se do Aibnb e transformar arrendamentos turísticos de curta duração em casas para trabalhadores essenciais”).

O título foi, entretanto, alterado para “After coronavirus, Lisbon is replacing some Airbnb and turning short term holiday rentals into homes for key workers” (“Depois do coronavírus, Lisboa está a substituir alguns Airbnb para transformar arrendamentos turísticos de curta duração em casas para trabalhadores essenciais”).



Uma correcção que surgiu após a alegada intenção de Medina acabar com o AirBnB, a plataforma de alojamento local, ter causado tanto espanto como desconforto.

O autarca foi um grande incentivador do alojamento local na capital e este tem sido “a galinha dos ovos de ouro” da Câmara de Lisboa, como realça o jornal i na sua manchete de capa, nesta terça-feira. A suposta intenção de acabar com o AirBnB seria uma “cambalhota de Medina”, como destaca o diário.

Mas, afinal, tudo não passou de um equívoco do jornal inglês.

Em nenhum caracter do texto se fala em acabar com o Airbnb em Lisboa ou extinguir o alojamento local”, realça o gabinete de Medina em nota enviada ao Expresso.

O gabinete também sublinha que o título enganoso foi única e exclusivamente da responsabilidade dos editores do The Independent.

A Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) já pediu “esclarecimentos à Câmara de Lisboa”, embora notando que “o texto original não fala em acabar com o Airbnb em Lisboa – se fosse verdade era um furo enorme e não vamos arranjar guerras por coisas que não se confirmam”, aponta o responsável da entidade, Eduardo Miranda, em declarações ao Expresso.

No artigo de opinião, Medina defende que é preciso reavaliar as prioridades de alojamento na capital, frisando que com a pandemia de covid-19 “é altura para fazer as coisas de forma diferente”, frisando que o foco tem que estar nos “trabalhadores da linha da frente que ajudaram Lisboa na resposta à crise da covid-19” e não tanto nos turistas.

O autarca reporta-se à intenção de “trazer as pessoas, que são a alma de Lisboa, de volta ao centro da cidade”, destacando, nomeadamente, “os profissionais de saúde, funcionários de transportes, professores e milhares de outras pessoas que prestam serviços essenciais”.

No artigo, Medina chega a notar que a Câmara está disposta a “pagar aos senhorios, com vista a transformar milhares de alojamentos de ‘arrendamento a curto prazo’, em casas de ‘arrendamento seguro’ para os profissionais de serviços essenciais”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Biden chega à Europa para discutir com amigos e avisar rivais

O Presidente dos EUA, Joe Biden, chega esta quarta-feira à Cornualha, para uma demorada e intensa visita à Europa, onde começará a reunir com aliados ocidentais e terminará a discutir com a velha rival Rússia. “Neste …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Um "prémio" e uma "mensagem". Bruxelas vai aprovar Plano de Recuperação de Portugal antes do Verão

A Comissão Europeia prepara-se para aprovar os Planos de Recuperação e Resiliência de Portugal e Espanha, no âmbito dos apoios europeus para a saída da crise provocada pela pandemia de covid-19. Será uma forma de …

Escolha de Costa para a Câmara do Porto não agradou ao PS

O até agora secretário de Estado da Mobilidade foi o escolhido para ser o candidato do PS à Câmara Municipal do Porto, decisão que não agradou a vários socialistas. De acordo com o jornal Público, as …

Jovem agressora da criança atropelada no Seixal suspensa por 12 dias. "Não é um castigo"

A jovem de 13 anos envolvida num episódio de bullying que ficou registado em vídeo e culminou com o atropelamento de um colega de escola de 12 anos, foi suspensa por 12 dias. "Não é …

Há 53 praias sem sinais de poluição na água há três anos (e nenhuma é no Interior)

Portugal tem 53 praias com "Zero Poluição". A listagem foi feita pela associação ambientalista ZERO e só inclui praias costeiras, excluindo qualquer zona balnear do Interior, o que é um dado preocupante. "Alcobaça, Porto Santo e …

Com as "melhores regalias do Estado", Adão e Silva tem 5 anos para organizar comemorações do 25 de Abril

Salário de topo, motorista privado e uma equipa com, pelo menos, outras oito pessoas. Pedro Adão e Silva tem cinco anos para organizar as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. O ex-secretário nacional do …

Daniel Bragança fez brilharete no Europeu e convenceu clubes alemães

Olheiros do Bayer Leverkusen e Wolfsburgo ficaram impressionados com o talento de Daniel Bragança. Os dois clubes germânicos ponderam apresentar uma proposta pelo jovem. Embora Portugal não tenha conseguido trazer o 'caneco' para casa, os jovens …

Vai ser mais difícil ter notas muito altas nos exames nacionais deste ano

Os exames nacionais vão manter o mesmo modelo do ano passado, mas o número de perguntas obrigatórias vai aumentar para tentar evitar as notas demasiado elevadas que se registaram em 2020. De acordo com o jornal …

Investigação à invasão ao Capitólio mostra falhas das agências federais

A investigação do Congresso dos Estados Unidos da América à invasão ao Capitólio, em 6 de janeiro, revelou falhas dos serviços de inteligência e das forças de segurança, que conduziram à tentativa de insurreição. A investigação …

Benfica dá ordem de regresso a "prata da casa" e Carlos Vinícius

O Benfica deu ordem a Carlos Vinícius, Tomás Tavares, Ferro, Florentino Luís e Jota para que se apresentassem na pré-época para treinar às ordens de Jorge Jesus. Carlos Vinícius, Tomás Tavares, Ferro, Florentino Luís e Jota …