Afastamento da Rússia das Olimpíadas poderá trazer de volta a… União Soviética

(dr)

Atletas da antiga União Soviética em poster de propaganda de 1956

Uma comissão especial do Comité Olímpico Especial (COI) decidirá se os desportistas russos podem utilizar os símbolos soviéticos nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang de 2018 depois de terem sido proibidos de representar o país.

Depois do afastamento da Rússia dos Jogos Olímpicos de Inverno, cabe à comissão especial do Comité Olímpico Especial decidir se a simbologia soviética poderá ser utilizada durante a competição.

A ideia de usar o hino e a bandeira da União Soviética foi sugerida pelos utilizadores das redes sociais, fruto da indignação por o COI ter proibido os atletas russos de representar o seu país, avança a RT.

No passado dia 5 de dezembro, o presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, anunciou que a delegação olímpica russa não poderia participar nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018.

Por outro lado, o COI determinou que os desportistas “limpos” do país poderão fazer parte da competição de forma individual. Esta decisão do organismo olímpico foi uma tentativa de encontrar um equilíbrio entre castigar Moscovo pela alegada “manipulação sistemática das normas anti-doping” e “proteger os direitos dos atletas limpos”.

Por agora, aos desportistas russos que receberam o convite para participar nas competições não resta outra opção que não seja competir com a bandeira olímpica ao peito.

Além disso, também nas cerimónias de entrega de medalhas os russos não vão ouvir o seu hino, nem vestirão o uniforme nacional.

Enquanto que uma parte dos atletas optou por boicotar os Jogos Olímpicos de Pyeongchang, por considerar as condições humilhantes, outros decidirão competir sob as condições apresentadas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E pena que uma organização como o COI esteja a politizar o desporto. Com o doping do amstrong, os eua também nao deveria ser proibido de participar???

    • Não!!
      E essa comparação é, no mínimo, estúpida!…
      Ao contrário da Rússia, o comité olímpico americano não tinha (que se saiba!), uma equipa “espacial” para dopar os seus atletas.
      Relativamente ao Amstrong, os seus troféus não são dos Jogos Olímpicos e só tem (tinha, pois já a devolveu!) uma medalha olímpica (bronze) – mas foi investigado agência antidoping americana, que concluiu que ele se dopava!!
      Portanto, nada em comum com o que se passou (passa) na Rússia!!

  2. Se os russos actualmente recorrem ao doping para que os seus atletas obtenham melhores resultados imagine-se então quando a URSS existia e que era visível e comentado a forma como certos atletas muitos deles demasiado jovens participavam nas provas, por outro lado vir agora com símbolos de uma coisa já morta e que foi uma humilhação e afronta para vários países seria agora relembrar-lhes um passado que jamais pretenderão reviver, certamente haverá outra solução e se têm e devem ser castigados que o façam sem olharem a compadrios só assim se poderá aprender a lição.

    • A sério? Sabe mesmo o que está a dizer?
      Vá, tire lá as palinhas e informe-se antes de mandar bitaites e passar por ignorante.

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …