Rússia afastada dos Jogos Olímpicos de Inverno

Jean-Christophe Bott / EPA

Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional, anunciou a decisão de banir a Rússia dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul

A equipa olímpica russa está impedida de participar nos Jogos Olímpicos de Inverno, que se realizam entre 9 e 25 de fevereiro em Pyeongchang, na Coreia do Sul.

O Observador avança que a decisão de afastar a Rússia dos Jogos Olímpicos de Inverno surge depois de a equipa russa ter sido desclassificada de competições em que participou em 2014 devido ao uso de doping.

O relatório da comissão Schmid está na base da decisão do Comité Olímpico Internacional (COI), uma vez que concluiu que existe “manipulação sistemática de regras antidoping na Rússia e inclusivamente durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014″, em Sochi (Rússia). Para o presidente do COI, Thomas Bach, este foi “um ataque sem precedentes à integridade dos Jogos Olímpicos e do desporto” em geral.

O COI divulgou um comunicado no qual valida as conclusões do relatório.

A bandeira russa fica assim banida, mas os atletas russos que queiram participar, e apenas caso venham a ser convidados, terão que passar pelo filtro de um painel, tendo que respeitar as regras apertadas para poder entrar na competição.

Os convites são decididos por um painel chefiado por Valerie Fourneyron, que lidera a Autoridade Independente de Testes (criada este ano), mas também incluirá membros da Agência Mundial Antidoping, da Unidade Antidoping Desportivo e do Comité Olímpico Internacional.

Os critérios para que os atletas possam competir são: “Não devem ter sido desqualificados ou considerado inelegíveis por violação das regras antidoping”, “devem ter sido submetidos a todos os exames recomendados” durante a fase de preparação para os Jogos e “os atletas estão sujeitos a outros testes que sejam pedidos pelo painel para garantir igualdade competitiva”.

Assim, a entrarem na competição, estes atletas vão exibir a bandeira dos Jogos Olímpicos, e não a do seu país de origem e será ouvido o hino oficial dos Jogos.

Além disso, fica também definido que “nenhum membro da equipa olímpica russa dos Jogos de Sochi 2014 pode ser incluída na lista de convidados” para os Jogos, bem como “nenhum médico ou treinador de atletas que tenham violado as regras antidoping”.

O Observador refere ainda as implicações políticas desta decisão, uma vez que não serão concedidas acreditações a membros oficiais do Ministério do Desporto russo, para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018.

Excluindo também de qualquer participação aquele que era o ministro do Desporto quando o uso de doping aconteceu (nos Jogos de 2014), Vitaly Mutko, bem como o seu adjunto, Yuri Nagornykh.

Será ainda retirado da Comissão Coordenadora dos próximos Jogos Olímpicos (Beijing 2022) Dimitry Chernyshenko, que foi o responsável máximo do Comité Organizador dos Jogos de 2014.

Russos medalhados e desclassificados em Sochi2014 apresentam recurso no TAS

Vinte e dois atletas russos medalhados nos Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014 e posteriormente desclassificados por doping, pelo Comité Olímpico Internacional (COI), vão apresentar recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Fonte do TAS, citada pela agência AFP, deu conta deste apelo dos atletas russos, entre os quais Alexander Legkov, campeão nos 50 quilómetros de esqui de fundo, e Aleksandr Zubkov, que conquistou duas medalhas de ouro em bobsleigh.

O COI desqualificou 25 atletas russos de Sochi2014, retirando um terço das medalhas conquistadas pela Rússia – sobram 11 de um total de 33.

Na sequência do sistema de dopagem institucionalizado, entre 2011 e 2015, revelado pelo designado relatório McLaren, o COI decidiu, na terça-feira, impedir a participação da Rússia como nação nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno Pyeongchang2018.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nuno Tavares e Rui Patrício podem juntar-se a Mourinho

Treinador português vai liderar a Roma e pretenderá contar com dois compatriotas na sua nova equipa. Mais de uma década depois, José Mourinho vai voltar ao campeonato italiano. O futuro treinador da Roma pode, tal como …

Governo vai dar apoio de 500 euros a quem quiser completar a sua formação

O Governo quer aumentar as taxas de conclusão dos níveis de qualificação e como tal vai criar um incentivo financeiro atribuído a quem já tenha avançado no processo e esteja na fase final. O valor …

Congressista republicana persegue Ocasio-Cortez nos corredores do Capitólio

A congressista republicana Marjorie Taylor Greene perseguiu a democrata Alexandria Ocasio-Cortez pelo corredores do Capitólio, acusando-a de ser cobarde e de apoiar terroristas. A congressista do Partido Democrata Alexandria Ocasio-Cortez saiu à frente de Marjorie Taylor …

Sérgio Conceição admite pausa na carreira

O treinador do FC Porto terá em cima da mesa a possibilidade de fazer uma pausa na carreira, mas só vai decidir o seu futuro depois do fim do campeonato. Quem avança esta possibilidade é o …

Ministra garante que Ticão não será extinto e que "nada ficará como antes"

A ministra da Justiça disse, esta quinta-feira, que "nunca nada ficará como antes" no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), o chamado Ticão, mas que não será extinto. Falando à margem da reinauguração das instalações do …

Real Madrid goleia em Granada e continua a sonhar com o título

Os madrilenos golearam em casa do Granada (4-1), esta quinta-feira, em jogo da 36.ª jornada, o que lhes permite continuar a sonhar com a conquista do campeonato. Os golos foram marcados por Modric (aos 17 minutos), …

PS e PAN avançam com direito ao esquecimento para quem sobreviveu ao cancro

O Parlamento vai aprovar esta sexta-feira, na generalidade, projetos-lei para acabar com a discriminação de pessoas que tiveram cancro no acesso a seguros de vida. O PS apresenta esta sexta-feira uma proposta no parlamento para quem …

Estudo mostra que é seguro misturar vacinas, mas DGS quer mais detalhes

O novo estudo dá indicações sobre a segurança da administração de vacinas de marcas diferentes – uma das opções possíveis em Portugal para o meio milhão de pessoas com menos de 60 anos que receberam …

Romualda Fernandes - PS

"Erro" ou "canalhice"? Editor da Lusa demite-se após referência racista a deputada do PS

A Lusa está no olho do furacão depois de um jornalista da casa ter identificado a deputada do PS Romualda Fernandes como "Preta" numa peça que acabou por ser replicada em vários jornais online. O …

Estudo mostra que o navio Mary Rose tinha uma tripulação multiétnica

A análise dos restos mortais de parte da tripulação do navio de guerra Mary Rose, o favorito do rei Henrique VIII de Inglaterra, mostra a diversidade que já existia no período Tudor. O navio de guerra …