Adolescente com 12 mil anos dá pistas sobre origens dos índios americanos

Adrián Afonso / Flickr

-

Uma adolescente que caiu num buraco há mais de 12 mil anos, na península mexicana de Yucatan, está a dar pistas sobre as origens dos primeiros nativos americanos, anunciaram investigadores esta quinta-feira.

Batizada “Naia” pelos investigadores, o seu esqueleto é dos mais antigos e mais bem conservado das Américas.

Os restos mortais de “Naia” foram encontrados em 2007, quando submergiram numa caverna subaquática, juntamente com ossos de tigres de dentes de sabre, preguiças gigantes e ursos das cavernas, cerca de 41 metros abaixo do nível do mar.

Na altura em que “Naia” caiu, há 12 ou 13 mil anos, a área, denominada Hoyo Negro, era seca e estava acima do solo.

O descongelamento de glaciares fez com que o nível da água do mar aumentasse e cobrisse o poço de água durante os últimos oito mil anos.

A rapariga tinha 15 ou 16 anos e terá caído naquilo que lhe pareceu um furo de água, tal como aos animais que tiveram o mesmo destino.

A pélvis de “Naia” ter-se-á partido no impacto, o que sugere que teve uma morte rápida após a queda, de acordo com o arqueologista e antropologista forense Jim Chatters.

O crânio mostra que “Naia” tinha um rosto estreito e pequeno, olhos grandes, uma testa proeminente e dentes projetados para fora.

A sua aparência era “quase o oposto da dos nativos americanos”, afirmou Jim Chatters aos jornalistas.

No entanto, um marcador genético encontrado numa costela e num dente, demonstram que a herança genética de “Naia” é a mesma de alguns nativos americanos dos dias de hoje.

O relatório, publicado na revista Science, sugere que “Naia” descende de pessoas que migraram da Ásia através do estreito de Bering, por uma zona de terra que era conhecida como Beringia.

“O que este estudo demonstra pela primeira vez é que os paleoamericanos [expressão utilizada para designar os primeiros povos que habitaram o continente americano], com aqueles traços distintivos, podem estar também ligados à mesma população da Beringia que os nativos americanos contemporâneos”, referiu Deborah Bolnick, professora assistente na Universidade do Texas.

Tal vai contra as teorias defendidas por alguns especialistas que dizem que os nativos americanos descem de pessoas que migraram mais tarde, talvez da Europa, do Sudeste Asiático ou da Austrália.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …