Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

Charles Platiau / EPA

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, a chanceler alemã, Angela Merkel, o Presidente francês Emmanuel Macron e da Rússia, Vladimir Putin

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019.

“As partes comprometeram-se com uma implementação total e abrangente de um cessar-fogo, reforçada pela implementação de todas medidas necessárias de verificação do cessar-fogo, antes do fim do ano de 2019”, lê-se no comunicado conjunto resultante do encontro dois líderes em Paris, que decorreu com a mediação do Presidente francês, Emmanuel Macron, e da chanceler alemã, Angela Merkel, noticiou o Observador.

O mesmo comunicado, citado pela Reuters, refere igualmente que ambos os países farão esforços para que ocorra uma troca “total” de todos os prisioneiros de guerra detidos por cada uma das partes.

Foi ainda acordado um princípio para que as três zonas que estão no centro do conflito (Lugansk, Donetsk e Donbass) tenham eleições locais de acordo com a lei ucraniana e que, depois disso, aquelas regiões venham a ser autónomas.

Conhecida por “Fórmula Steinmeier” – foi proposta pelo Presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier -, esta solução tem sido rejeitada pela Ucrânia desde 2016 – mas foi admitida como opção em outubro, pelo novo Presidente, Volodymyr Zelenski, que tomou posse em maio de 2019.

Esta foi a primeira vez que Vladimir Putin se reuniu com Volodymyr Zelensky. Uma das promessas de campanha deste último era precisamente o início de conversações com a Rússia, com o intuito de acabar com os conflitos, que já originou aproximadamente 13 mil mortos na fronteira entre os dois países.

Na conferência de imprensa foi ainda anunciado que os quatro países vão permanecer em contacto através de vias diplomáticas e que dentro de quatro meses voltarão a fazer uma nova cimeira com os respetivos chefes de Estado.

Esta foi a quarta vez que aquelas duas partes se reuniram para negociar o curso daquele conflito iniciado em 2014. As duas cimeiras anteriores decorreram ambas em Minsk, igualmente com mediação franco-germânica mas também com intervenção da anfitriã Bielorrússia. A terceira e mais recente aconteceu em outubro de 2016, em Berlim.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …