/

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

2

quinnanya / Flickr

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%.

Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair em depressão mais tarde desce muito. Desde que durma o mesmo número de horas por dia.

O inquérito envolveu cerca de 840 mil pessoas nos Estados Unidos da América e foi uma iniciativa da Universidade do Colorado em Boulder, do Broad Institute no Instituto de Tecnologia de Massachusetts e da Universidade de Harvard.

O estudo revelou que o risco de depressão cai 23% nas pessoas que despertam uma hora mais cedo. E, se acordar duas horas mais cedo do que o habitual, as vantagens para a saúde são ainda maiores.

Os números foram destacados pelo South China Morning Post, que explica que as pessoas madrugadoras ficam mais sincronizadas com os horários normais de trabalho e de descanso. Além disso, como ficam expostas mais cedo à luz do sol, o seu bem-estar emocional aumenta.

As pessoas que adormecem e acordam mais tarde não ficam tão alinhadas com o “relógio da sociedade” – é até algo antinatural, que muitas vezes origina isolamento e depressão.

O jornal recuperou este estudo, publicado em maio, para deixar o exemplo de Nicholas Moutafis, 39 anos, que acordava às 06h00 e passou a acordar às 05h00, todos os dias.

“Logo às 05h00 bebo água e preparo o meu café. Leio um bocado ou escrevo no meu diário. Faço crossfit entre as 06h00 e as 07h00 e logo a seguir tomo o pequeno-almoço. Preparo também o meu almoço e o do meu companheiro, para levar para o escritório. Às 08h00 faço 30 minutos de qigong e preparo-me para o meu trabalho”, descreveu Nicholas, que justificou esta rotina diária.

“Assim fico com a cabeça e com o humor certos para ter um dia produtivo. Ler e escrever no meu diário é bom para a minha alma, o crossfit cuida do meu corpo e o qigong acalma a minha mente. Esta rotina dá-me mais energia e torna-me mais produtivo ao longo do dia. É um tempo só para mim antes que o resto do mundo acorde e antes que comece a pressão diária da vida e do trabalho”, disse.

Céline Vetter, professora na Universidade do Colorado em Boulder e uma das autoras do estudo, comentou que há algum tempo que se sabe que “há uma relação entre as horas que uma pessoa dorme e o humor dessa pessoa”. Não se sabia é que só é preciso acordar uma hora mais cedo para diminuir significativamente o risco de depressão.

No entanto, ficou também uma ideia reforçada: mais importante do que acordar ou não uma hora mais cedo, é manter uma rotina de sono.

E em relação ao habitual período de alguma sonolência depois do almoço, há uma solução: realizar uma pequena caminhada para apanhar sol e ar fresco. Luz, movimento e hidratação são essenciais para otimizar os níveis de energia. Já Nicholas recorre a métodos do qigong: concentrar-se na sua respiração e fazer alongamentos e exercícios para fazer a energia fluir.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

  Nuno Teixeira, ZAP //

2 Comments

  1. Eu durmo sempre mais do que uma hora, e não sofro de depressão.
    Quando acordo às 05h07, uma hora mais cedo do que é habitual (façam as contas), vou ao Quintal do meu vizinho Joaquim, para enxotar os garnizos que por lá andam.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.