Acessos indevidos ao sistema prejudicaram o combate em Pedrógão Grande

Paulo Novais / Lusa

Quase 10 meses depois do incêndio de Pedrógão Grande, a ANPC detetou que o sistema que concentra informação sobre o que se passa no país em matéria de proteção civil esteve sobrecarregado com acessos de antigos utilizadores.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) detetou, quase 10 meses após o incêndio de Pedrógão Grande, que o Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO), um sistema que concentra toda a informação sobre o que se passa no país em matéria de proteção civil, esteve sobrecarregado com acessos de antigos utilizadores.

Esta sobrecarga terá gerado, segundo fonte da ANPC, congestionamento do sistema, informações contraditórias e ordens operacionais deficientes que terão prejudicado o combate ao incêndio.

Ao que a Sábado apurou, existem mais de 4.000 pessoas que não deveriam ter acesso ao sistema, mas que continuam com os mesmos privilégios que lhes foram atribuídos desde que o sistema entrou em funcionamento, no ano de 2012. No entanto, o SADO não permite saber a cada momentos quantas pessoas estão a monitorizar o sistema.

No primeiro dia do incêndio em Pedrógão Grande, 17 de junho, houve pelo menos três registos de crianças desaparecidas. No entanto, mais tarde, percebeu-se que era a mesma criança.

Este problema de inserções repetidas, por exemplo, em conjunto com a sobrecarga e descoordenação operacional, levou a que o comandante do teatro de operações ordenasse que todas as inserções no SADO passassem a ter de ser autorizadas pelo comando.

Tal fez com que a comissão independente que elaborou o relatório referisse que “esta determinação do Comandante das Operações de Socorro pode subtrair à fita do tempo do SADO informações que poderiam ser importantes para a compreensão dos acontecimentos na noite de 17 para 18″.

De acordo com o relatório, a ordem foi dada às 4h56 de 18 de junho, mas, ao contrário do que sugere o documento, só até às 9 da manhã, o SADO registou 30 novas comunicações. Até ao fim das operações, no dia 23 de manhã, houve cerca de mil comunicações na fita do tempo, isto é, cerca de seis novas inserções por hora, avança a Sábado.

Ao sistema SADO têm acesso os presidentes da ANPC, assessores do Ministério da Administração Interna (MAI) e todos os operacionais do Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS), que deveriam rondar as 250 autorizações. Além destes, durante a época de fogos, são atribuídos acessos temporários.

A Sábado explica que os operacionais do CNOS deveriam ter capacidade de inserir dados e os restantes apenas para visualizar, mas estas autorizações nunca foram canceladas ao longo do tempo, permitindo assim que mais de 4.000 pessoas acedam ao sistema.

O SADO vai ser alterado de modo a ser possível restringir e monitorizar os acessos, assim como cancelar os antigos e saber quem está em determinado momento a aceder a este sistema.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …