Acabaram-se finalmente as selfies com Hitler no museu de estátuas de Jogjakarta

Boy Triharjanto / EPA

Reprodução em tamanho real de Hitler em museu de Yogyakarta, na Indonésia

O De ARCA Statue Art Museum de Jogjakarta, na Indonésia, retirou de exposição uma reprodução em tamanho real de Adolf Hitler com a qual os visitantes tiravam selfies e posavam de forma considerada inadequada.

Os visitantes do De ARCA Statue Art Museum, na Indonésia, tinham por hábito partilhar nas redes sociais fotos em que apareciam a posar com a estátua de Adolf Hitler, posicionado em frente a uma imagem de um dos portões do famigerado campo de concentração de Auschwitz.

Foi só após a repercussão internacional que estas fotos começaram a ter que a direcção do Museu se apercebeu de que a obra era considerada ofensiva. Segundo um porta-voz da instituição, situada na cidade de Jogjakarta, na ilha de Java, o objectivo era “educar”.

Não queremos ser alvo de uma grande revolta“, disse o Director de Operações do museu, Jamie Misbah, à agência de notícias AFP. Entre as fotos com a estátua em fibra de vidro de Hitler, circulou nas redes sociais a foto de um grupo de jovens vestidos com camisolas laranja a fazer a saudação nazi.

(dr) han_side / Instagram

Entre as fotos com a estátua em fibra de vidro de Hitler, estava a de um grupo de jovens vestidos de laranja a fazer a saudação nazi.

O responsável do museu afirma que nunca nenhum visitante tinha reclamado antes, mas a divulgação destas imagens terá causado incómodo a muitas pessoas, que as consideram manifestações de anti-semitismo.

Em declarações à AP, o rabino Abraham Cooper, do grupo judaico de defesa de direitos humanos The Simon Wiesenthal Center, sustenta que “tudo nisto está errado. É difícil encontrar palavras para dizer quanto é desprezível. A imagem ao fundo é repugnante. Goza com as vítimas que ali entraram e nunca mais saíram”.

Estima-se que 1,1 milhão de pessoas, a maioria das quais judeus europeus, mas também ciganos, prisioneiros políticos e homossexuais, tenham morrido em Auschwitz durante o Holocausto.

Algumas pessoas consideram que a estátua e as fotos demonstram uma falta de sensibilidade com o facto histórico devido a falta de educação sobre o Holocausto. Mas o investigador de direitos humanos Andreas Harsono acredita que podem estar por trás do episódio sentimentos anti-semitas na nação muçulmana mais populosa do mundo.

A polémica com a estátua de Hitler, uma das 80 expostas no museu, ocorreu menos de um ano após um café com temática nazi ter sido fechado em Bandung, também em Java.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Campo magnético da Terra pode mudar 10 vezes mais rápido do que se pensava

As mudanças na direção do campo magnético da Terra podem ocorrer dez vezes mais rápido do que se pensava até então, sugerem novas simulações levadas a cabo por cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido) …

O buraco negro mais faminto do Universo engole por dia uma massa equivalente à do Sol

No centro do quasar mais brilhante já descoberto "mora" um dos maiores buracos negros que é também o mais "faminto" de todo o Universo: por dia, engole o equivalente à massa do nosso Sol. As …

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …