/

Em Abu Dhabi, quem não estiver vacinado não pode entrar na maior parte dos espaços públicos

1

A partir de 20 de agosto, Abu Dhabi só irá permitir que pessoas que já estão vacinadas entrem em alguns espaços públicos, anunciou a assessoria de imprensa da capital dos Emirados em comunicado.

O Comité de Emergência, Crise e Desastres de Abu Dhabi tomou esta decisão “após vacinar 93% dos grupos-alvo e para preservar a saúde pública”, pode ler-se no comunicado a que a CNN teve acesso.

Estes locais incluem centros comerciais, restaurantes, cafés, ginásios, instalações recreativas, atividades desportivas e todos os outros espaços comerciais que se encontram fora de shoppings – com exceção daqueles que vendem produtos essenciais, como é o caso de supermercados e farmácias.

A nova medida também se aplica a resorts, museus e centros culturais, parques temáticos, universidades e institutos, escolas e creches.

No entanto, as pessoas não vacinadas que forem isentas de vacinação pelo processo aprovado, e as crianças com idade igual ou inferior a 15 anos, não têm de cumprir as regras estabelecidas.

Apesar da capital dos Emirados Árabes Unidos ter imposto esta medida, o mesmo não vai acontecer no Dubai, já que a cidade depende fortemente do turismo.

Como recorda a CNN, os Emirados Árabes Unidos têm uma das maiores taxas de vacinação do mundo.

Inicialmente, o país vacinou os habitantes com a vacina chinesa Sinopharm, mas desde então já introduziu outras vacinas.

Embora o processo de vacinação esteja a ser bastante célere, os casos têm-se mantido numa média de 2000 novas infeções diárias nas últimas semanas.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE