/

Aava Murto tem 16 anos e foi primeira-ministra da Finlândia por um dia

finnishgovernment / Flickr

Aava Murto com a primeira-ministra Sanna Marin

Sanna Marin, primeira-ministra da Finlândia, transferiu simbolicamente o seu cargo para as mãos de Aava Murto, uma adolescente de 16 anos. A iniciativa faz parte de uma campanha de celebração do Dia Internacional da Menina.

Esta quarta-feira, Aava Murto, de 16 anos, foi primeira-ministra de um Estado-Membro da União Europeia por um dia. A chefe de Governo finlandês, Sanna Marin, convidou-a para assumir o seu lugar, escreve o Diário de Notícias.

A iniciativa tinha como objetivo celebrar, com um dia de antecipação, o Dia Internacional da Menina, da UNICEF, e integra uma campanha global chamada “Poder às raparigas” (Girl’s Takeover), cujo intuito é colocar meninas em lugares de poder político e empresarial durante um dia.

Na quarta-feira, a adolescente teve algumas reuniões com membros do Governo a Finlândia. De acordo com o diário, a jovem tinha na agenda os direitos das mulheres nas áreas da tecnologia.

“É um prazer estar aqui a falar perante vós – ainda que, de certa forma, preferia não ter de estar aqui, que campanhas como o ‘Poder às raparigas’ já não fossem necessárias. No entanto, a verdade é que ainda não conseguimos concretizar a igualdade de género, em lugar nenhum no planeta. Ainda que já tenhamos feitos grandes conquistas nesta área, ainda há muito que precisa de ser feito”, disse, no discurso citado pela BBC.

Saana Marin, primeira-ministra da Finlândia, tornou-se a mais nova chefe de Governo do mundo, quando tomou posse no ano passado, aos 34 anos. Apesar de o país ser bem cotado nos rankings internacionais de igualdade de género, ainda há lacunas por preencher: as empresas de tecnologia têm poucas mulheres entre os seus colaboradores e nos conselhos de administração.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.