A Caveira da Morte já reclamou quase 900 vidas no Haiti

Uma imagem de satélite do furacão Matthew viralizou nas redes sociais pela sua semelhança com uma caveira com um sorriso macabro, ganhando instantaneamente a alcunha de “Caveira da Morte” – designação muito apropriada ao rasto de destruição e morte que o furacão está a causar pela América Central, em especial no Haiti.

É um monstro? Uma caveira sinistra? Um dinossauro? Ou um sinal da destruição que o furacão Matthew está a causar na América Central?

A imagem, recolhida por um satélite da agência espacial norte-americana NASA a partir do Espaço, mostra a tempestade em cores vibrantes, com destaque para o “olho do furacão”, cercado por densas nuvens que delineiam o que se assemelha ao formato de um crânio de perfil, com dentes.

Indiferente à interpretação que a Internet está a fazer do seu “retrato”, a passagem do furação Matthew provocou já quase 900 mortos no Haiti, que enfrenta a sua pior catástrofe desde o terramoto de 2010, informou à agência Efe um responsável do Governo haitiano.

Quatro dias depois de o Matthew ter descarregado a sua fúria sobre esta parte da ilha das Caraíbas, dividida com a República Dominicana, a magnitude da tragédia só agora começa a ser conhecida, devido a muitas zonas do sul, a região mais afetada, terem ficado isoladas e sem eletricidade ou telefone.

Os serviços de emergência continuam a chegar às comunidades mais atingidas pela intempérie, enquanto os feridos começavam a chegar à capital Porto Príncipe, provenientes da cidade de Dame Marie, no sul, na pior catástrofe no país desde o sismo de 2010 que deixou pelo menos 160 mil mortos.

O Governo haitiano reconheceu que a situação é catastrófica no sul do país e apelou à ajuda internacional.

Os Estados Unidos já anunciaram o envio de um navio com diverso auxílio, enquanto o Presidente francês, François Hollande, disponibilizou ajuda de emergência ao país mais pobre de todo o continente americano “de forma rápida e em coordenação com os parceiros europeus”.

ZAP / Lusa / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …