A água da Terra nasceu ainda antes do planeta

2

Ainda não sabemos como surgiu a vida na Terra, mas temos a certeza de que a vida, tal como a conhecemos, não existiria sem a água que envolve a superfície do nosso planeta. Agora, um novo estudo aponta que a água já estava presente no Sistema Solar mesmo antes de a Terra existir.

Uma equipa de cientistas das Universidades Sorbonne e Paris-Saclay, em França, indica que toda a água da Terra nasceu antes do planeta, já estando presente no Sistema Solar antes da formação dos planetas internos.

Os cientistas analisaram a composição isotópica da água desde o início do Sistema Solar, nas regiões internas onde a Terra e os outros planetas terrestres se formaram.

Para isso, estudaram um dos meteoritos mais antigos do nosso Sistema Solar, usando um método inovador para analisar as inclusões fluidas, pequenas bolhas de líquidos ou gases que ficam presas no interior do meteorito à medida que se cristaliza.

“Utilizamos a composição isotópica do hidrogénio em inclusões ricas em cálcio e alumínio (CAIs) de meteoritos primitivos, as rochas mais antigas do Sistema Solar, para estabelecer a composição isotópica de hidrogénio da água no início da formação do Sistema Solar”, escreveram os investigadores.

Segundo o Science Alert, os dados mostram que existiam dois “reservatórios de gás” durante os primeiros 200.000 anos do nosso Sistema Solar, mesmo antes da formação dos primeiros embriões planetários.

Enquanto que um dos reservatórios continha o gás solar a partir do qual a matéria do Sistema Solar acabou por se condensar, o outro era rico em água, já com a assinatura isotópica da água terrestre atual – o que sugere que a água estava presente no início do Sistema Solar desde o seu início, mesmo antes da acreção dos primeiros blocos constituintes do nosso planeta.

A presença era tão grande que a equipa acredita que havia um influxo maciço de água nas regiões internas quentes do Sistema Solar.

“Propomos que a composição isotópica da água do Sistema Solar interno foi estabelecida durante o colapso do núcleo da nuvem protossolar“, explicam os cientistas, no artigo científico publicado este mês na Nature Astronomy.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.