94% dos casos de corrupção são arquivados. “PJ está no osso”

João Relvas / Lusa

Lucília Gago, procuradora-geral da República

Segundo o semanário Expresso, falta de meios, queixas infundadas e investigação difícil levam a que só 6% dos casos resultem numa acusação.

No primeiro semestre deste ano, só 6% dos processos de corrupção resultaram numa acusação do Ministério Público, enquanto que em 2014, por exemplo, 15% das denúncias resultaram em processos em tribunal. A taxa de arquivamento é superior à média da dos outros crimes, que ronda os 80%.

“Em primeiro lugar prova que, ao contrário do que se diz, o MP não acusa por tudo e por nada. Só quando tem provas. E, nesse tipo de crime, as provas são muito difíceis de obter“, explica o procurador António Ventinhas ao semanário Expresso. “Parte das denúncias são simplesmente falsas e motivadas por razões eleitorais e noutros casos não se consegue fazer a ligação entre um determinado ato e o recebimento de uma vantagem patrimonial ou outra.”

No entanto, o presidente do Sindicato dos Magistrados do MP, diz que o grande problema é outro. “Para investigar um crime destes é preciso seguir o rasto do dinheiro. O que é difícil e requer meios humanos e técnicos. A Unidade de Combate à Corrupção da PJ não consegue dar resposta, porque está no osso, sem gente; e o MP não tem capacidade para dar resposta na fase do julgamento e para constituir equipas nos grandes casos, porque também não tem meios humanos. Às vezes, está um procurador sozinho de um lado contra 20 ou 30 advogados do outro.”

Os casos mais graves de corrupção são, normalmente, investigados pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal. Este departamento teve um reforço de meios humanos e técnicos ainda no mandato de Joana Marques Vidal. Além disso, cada comarca tem procuradores que só investigam criminalidade económico-financeira, mas, de acordo com as estimativas do sindicato, “só 5% ou 6%” dos 1600 procuradores se dedicam em exclusivo à investigação deste tipo de crimes, ou seja, 80 magistrados.

O MP tem a autonomia que tem reivindicado e se só acusa em 6% dos casos é porque entende que não tem provas que levem a uma condenação na esmagadora maioria dos casos”, defende Guilherme Figueiredo, bastonário da Ordem dos Advogados.

“Agora, resta saber se os meios de que dispõe são suficientes, e aparentemente não são. E isso é fundamental, porque a luta contra a corrupção é vital num Estado de direito, sem esquecer os direitos das pessoas em cada um dos casos”, continua o advogado.

No início deste século foi feita uma alteração legislativa que facilitou a vida aos investigadores, uma vez que deixaram de estar obrigados a demonstrar em todos os casos uma relação entre o corruptor ativo e o passivo.

Mas António Ventinhas acha que isso não é suficiente. “O enriquecimento ilícito devia ser criminalizado. Não estamos a falar da inversão do ónus da prova, porque isso seria envenenar toda a discussão, mas, quando não há uma adequação entre os rendimentos e os bens, isso tem de ser justificado. Seria uma evolução importante.”

Segundo dados do Ministério da Justiça, em 2017, foram julgadas em tribunal 177 pessoas pelo crime de corrupção. Destas, 117 foram condenadas em primeira instância. Mas, neste momento, só 16 pessoas estão a cumprir uma pena de prisão efetiva.

No ano passado, quando tomou posse, Lucília Gago prometeu combater a corrupção, que “se tornou um dos maiores flagelos suscetíveis de abalar os alicerces do Estado”. O Expresso colocou algumas questões à atual procuradora-geral da República, mas optou por não responder.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ó ZAP… Então à nossa PJ faltam meias?!! :):):)
    “Segundo o semanário Expresso, falta de meias,…”

  2. Estes factos, explicam muita coisa… Já se começa a pensar em conivência/cooperação, entre as entidades investigadoras, e suspeitos.

    Agora que se sabe tudo isto, 2 coisas podem acontecer:
    1: ter-se-á que criar meios, para Fazer face à quantidade de casos;

    2: corrupção pode continuar, na boa, pois já se sabe que existe 94% de probabilidade de acontecer nada.

RESPONDER

"Toupeira" do Insight está a mover-se novamente

O módulo Insight da agência espacial norte-americana (NASA) usou o seu braço robótico para ajudar a sua sonda de calor, conhecida como "toupeira", a cavar quase 2 centímetros na semana passada. Embora modesto, este movimento …

A maioria das bruxas eram mulheres, porque a caça às bruxas servia para perseguir os fracos

Ao longo da história, "caça às bruxas" sempre foi um termo usado para ridicularizar tudo, desde investigações de agressões sexual a alegações de corrupção. Quando nos referimos a bruxas, geralmente não estamos a falar de mulheres …

Benfica 2 vs 1 Lyon | Merci beaucoup, monsieur Lopes!

O Benfica somou os primeiros três pontos na Liga dos Campeões 19/20, ao bater o Lyon por 2-1 em casa. Os “encarnados” entraram a vencer bem cedo, ameaçaram sucumbir à reacção visitante, mas, a cinco minutos …

Um ano depois do colapso, a ponte de Génova começa a ganhar uma nova vida

Génova está a reconstruir a ponte que, no ano passado, desabou e provocou 43 mortos. O novo projeto vai ter um caminho pedonal e um parque memorial para homenagear as vítimas deste desastre. No dia 14 …

"Capa de invisibilidade". Novo material permite ocultar objetos

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth. O material também é chamado de "capa de invisibilidade". O inventor dos quatro …

Jovem português quer ser o primeiro a dar a volta ao mundo numa moto de 125cc

O jovem português com o recorde de primeiro do mundo a percorrer a América do Sul numa moto de 125 centímetros cúbicos (cc) anunciou hoje que em 2020 tentará registar a mais longa volta ao …

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …