Só tinham ouvido falar. Depois de 8 meses isolados, descobriram o real impacto da covid-19

(dr) Matt Saunter / Hawaii Department of Land and Natural Resources

Matt Saunter, Matt Butschek II, Naomi Worcester e Charlie Thomas

Uma equipa de quatro investigadores viajou para Kure Atoll, um atol remoto no Oceano Pacífico que fica a mais de 2.100 quilómetros de Honolulu. Quando regressaram ao Havai, foram surpreendidos com o impacto da covid-19, a doença de que tinham ouvido falar, mas nada sabiam.

Em fevereiro, quatro investigadores viajaram para um dos lugares mais remotos do planeta: Kure Atoll, um atol remoto no Oceano Pacífico que fica a mais de 2.100 quilómetros de Honolulu, no Havai. Quando regressaram ao arquipélago, o mundo era um lugar diferente: devastado por um vírus que dizimou empresas, sobrecarregou os sistemas de saúde e impôs novas regras de distanciamento social e máscaras faciais.

Depois de oito meses isolados – sem acesso a televisão, telemóveis e Internet limitada -, o quarteto recebia e-mails ocasionais de amigos e familiares para se manter atualizado em relação ao mundo exterior. Da covid-19 tinham ouvido falar, mas pouco mais do que isso.

“Eu já tinha ouvido algumas coisas”, contou Matthew Butschek II, de 26 anos, à CNN. “Mas, depois de ver outras doenças como a SARS e a gripe suína, pensei: ‘É só mais uma. Nada grande’. Eu realmente pensei que já teria passado quando voltássemos para casa.”

Um dos quatro membros da equipa, Charlie Thomas, de 18 anos, confessou que todos os elementos ficaram “distantes” do mundo real. “Eu só tinha visto algumas coisas no noticiário. Lembro-e de voar para Honolulu, em fevereiro, ao mesmo tempo que chegava um voo do Japão. Toda a gente naquele avião estava a usar máscaras”, contou.

Apesar de os amigos e os familiares os terem avisado do que estava a acontecer no mundo, com a chegada inesperada de um vírus silencioso, ouvir relatos sobre uma pandemia é muito diferente do que vivê-la em primeira mão.

Thomas, o único membro da tripulação que não é dos Estados Unidos, já está de volta a Auckland, na Nova Zelândia, depois de uma quarentena de 14 dias num hotel. Matt Saunter e Naomi Worcester continuam no Havai, enquanto Butschek está com a família no Texas, o primeiro estado norte-americano a atingir a marca de um milhão de casos de covid-19, no mês passado.

“Sinto que ainda estou a aprender todos os detalhes. Mas, felizmente, ninguém que eu conheço, nenhum dos meus amigos, foi diagnosticado com covid-19”, contou Butschek.

A equipa está feliz por voltar a casa, mas reconhece que o distanciamento social e as medidas restritivas impostas pelos governos estragaram a alegria do retorno. “Tem sido muito estranho“, disse Naomi Worcester, de 43 anos, a única mulher do grupo. “Já não há pessoas à espera no aeroporto. Estou feliz com o regresso da boa comida, mas eu não dei um abraço a ninguém desde que voltei.”

O regresso é agridoce.

Embora a tripulação tenha acabado de chegar a um mundo que enfrenta uma crise sanitária global, as pesquisas na ilha devem continuar.

Com quase dez quilómetros de extensão, o Kure Atoll é um santuário de vida selvagem administrado pelo Departamento de Terras e Recursos Naturais do estado do Havai. A cada ano, duas equipas são enviadas para o atol, o lar de centenas de aves marinhas e focas ameaçadas de extinção, para conduzir investigações sobre o ecossistema da ilha.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …