Com 549 novos casos, Portugal regista o número mais baixo de novas infeções desde outubro

Simone Venezia / EPA

Portugal atingiu, esta segunda-feira, o número mais baixo de infeções diárias desde o início de outubro. Nas últimas 24 horas, o país registou 549 novos casos e 61 mortes por covid-19.

De acordo com o boletim epidemiológico revelado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal registou, esta segunda-feira, mais 549 novos casos e 61 mortes por covid-19. O número de novas infeções é o mais baixo desde o dia 6 de outubro, dia em que foram registados 427 casos.

Já em relação aos óbitos, trata-se do número de mortes mais baixo dos últimos 52 dias.

A região de Lisboa e Vale do Tejo foi a que registou mais mortes (33) e mais infeções (278), seguida pela região Norte, com 107 novos casos e oito mortes. O Centro registou esta segunda-feira 48 novas infeções e 15 mortes; o Alentejo, 33 casos e duas mortes; o Algarve, 22 novas infeções e duas mortes.

A Madeira contabiliza hoje 56 novos casos e uma morte e nos Açores foram identificados cinco casos de infeção.

A descida de novos casos ativos mantém-se pelo 21.º dia consecutivo: 80.642 casos, menos 1.699 do que no domingo. Nas últimas 24 horas, recuperaram da infeção 2.187 pessoas – são agora 701.409 desde o início da pandemia.

O boletim dá conta de que há mais 6 pessoas internadas esta segunda-feira, num total de 3.322 pessoas hospitalizadas com covid-19, 627 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos 11 pessoas desde domingo).

O dia de hoje fica marcado pela passagem da marca dos 16 mil mortos no total desde o início da pandemia de covid-19 em Portugal. O vírus já vitimou, até ao momento, 16.023 pessoas.

Os dados da DGS indicam ainda que Portugal tem hoje 15 concelhos em risco extremo de infeção face à semana anterior, após a saída de 104 municípios desta lista. Há uma semana, Portugal tinha 119 dos 308 concelhos em risco extremo devido ao número de casos de covid-19, o que representava 38,6% do total. Hoje, o valor situa-se nos 4,8%.

Os 15 municípios que permanecem em risco extremo são Aljustrel, Gavião, Manteigas, Resende, Arronches, Boticas, Rio Maior, Castanheira de Pera, Castelo de Vide, Monchique, Moura, Sernancelhe, Setúbal, Ferreira do Alentejo e Penela.

Esta segunda-feira, o Presidente da República, o primeiro-ministro, o presidente da Assembleia da República e os líderes partidários reúnem-se com especialistas para avaliar a situação da covid-19 em Portugal, antes de nova renovação do estado de emergência.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

      • O problema, e respondo em nome de quem ainda tem juízo, é que os dados fornecidos pela DGS são totalmente errados e minimalistas, visto que veio a público uma confissão que indica uma redução abrupta no número de testes de rastreio. É com esse ponto que se pode referir uma “aldrabice”, parece que o senhor Nuno tem problemas com isso, mas deixe de os ter, para salvaguardar a sua integridade psicológica.
        Para além disso, passámos de 15000 e tal casos – em meados de janeiro – a menos de mil!? Como é que a DGS justificou isto? Assim, considero, honestamente, que anda aqui pirataria, ou marteladas fortes e feias. É mais uma manobra da ladroeira para abrirem as escolas em abril, visto que foram as últimas a fechar.
        Começo, também, a achar que estes governantes e algumas pessoas sem juízo – do povo – têm uma febre ao ensino remoto, e uma adoração pelas aulas presenciais. Querem reabrir as escolas, e não se importam com os cabeleireiros, por exemplo? Ou com as barbearias? É para ficarmos todos com um ninho de ratos a esconder as nossas cabeças?
        Para finalizar, Nuno, não admito e nunca irei admitir que ponha palavras erradas na minha boca. O meu comentário nada tem a ver com o facto de a Terra não ser plana. Por favor, não misture os assuntos, e tente ser justo.

        • O seu comentário não tem nada a ver com a Terra ser plana de facto, mas está ao mesmo nível. Tal como é o caso dos terraplanistas, digo-lhe para procurar informar-se antes de comentar. Saiba que a quantidade de testes realizada depende do número de casos, pois a maior parte dos testes são feitos a contactos dos novos infectados. Logo se há (muito) menos novos infectados é óbvio que só pode haver (muito) menos testes. Não percebo também qual o seu espanto com a descida dos casos no espaço de 6 semanas. A infecção por COVID-19 dura entre 7 a 10 dias, geralmente, excepto nos piores casos. Estamos num confinamento draconiano há 6 semanas. Parece-me não só normal, como também expectável esta redução dos casos. Além disso, a redução no número de óbitos está em linha com as restantes observações. Resumindo, os números da DGS parecem-me correctos e dentro do esperado. O seu comentário é de uma total falta de respeito pelos profissionais da DGS, acima de tudo por nem sequer estar informado sobre como se agendam a maior parte dos testes.
          Cumprimentos.

        • Confirma-se: a Terra é plana!
          Quando não se sabe NADA sobre determinado assunto e se inventam teorias sem qualquer base, o resultado é esse!…

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …