Mais 48 horas para salvar Charlie Gard

#CharliesFight / Facebook

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

O juiz Nicholas Francis, responsável pelo caso, garante: “não há uma pessoa viva que não queira salvar Charlie. Se houver novas provas irei ouvi-las”. Mas também diz que seriam precisas provas “drásticas” para o fazer mudar de decisão.

Os pais de Charlie Gard, o bebé de 11 meses ligado a um suporte de vida, devido a uma doença que afeta a capacidade das células de gerarem energia, tiveram direito a 48 horas, ou seja dois dias, para apresentarem novas provas de como o tratamento experimental a que querem recorrer pode melhorar a difícil condição de saúde do seu bebé, segundo o The Guardian.

Na segunda-feira, a audição em tribunal foi marcada pela emoção e por intervenções “furiosas” dos pais de Charlie.

O juíz responsável pelo caso, Nicholas Francis, disse que teria todo o gosto em mudar a decisão que tomou em abril de não deixar o bebé voar para os EUA – é lá que está o tratamento experimental -, mas que para isso teria que ter acesso a provas “drásticas”, que o permitissem mudar de opinião.

Na sala do tribunal, o juiz disse que Connie Yates e Chris Gard teriam até às 14 horas desta quarta-feira para apresentar as novas provas que alegam ter, incluindo “quando é que o tratamento foi publicado e quando é que eles tomaram conhecimento da sua existência”.

Na quinta-feira, está prevista então uma audição que poderá salvar a vida do pequeno Charlie.

“Tenho que tomar uma decisão sobre este caso sem ter em conta os tweets, nem o que poderá ser dito na e pela imprensa”, disse o juiz, relembrando o mediatismo do caso, enquanto barulhentos protestos de apoio aos pais de Charlie se faziam ouvir fora das portas do tribunal.

A mãe de Charlie perguntou diretamente ao juiz: “O tratamento tem 10% de probabilidade de funcionar. Se fosse o seu filho, faria, certo?“, ao que o juiz respondeu que 10% era um número a considerar na audição de quinta-feira.

No meio da multidão de apoiantes dos pais de Charlie, estava um reverendo americano, Jim Mahoney, que voou para Inglaterra a pedido dos pais da criança. Antes do julgamento, Mahoney anunciou que o congresso americano iria votar na terça feira a possibilidade de Charlie se tornar cidadão americano para realizar um tratamento experimental nos Estados Unidos.

Charlie Gard nasceu prematuramente no dia 4 de agosto de 2016. À sexta semana de vida, os pais levaram a criança novamente ao hospital depois de se terem apercebido que o filho começara a perder peso e força muscular. Foi-lhe diagnosticado síndrome de depleção do ADN mitocondrial, uma condição rara, genética e incurável.

Sete médicos especialistas escreveram uma carta ao hospital onde o bebé está internado, dando conta de dados científicos ainda não testados nem publicados que sugerem uma possibilidade de cura para os danos cerebrais do bebé.

“Dois hospitais internacionais e os respetivos investigadores comunicaram ao hospital, nas últimas 24 horas, que têm novidades sobre o tratamento experimental proposto”, declarou o porta voz.

“Nós acreditamos, tal como os pais de Charlie, que é correto explorarmos essa possibilidade de tratamento. O hospital Great Ormond Street Hospital está a dar a possibilidade ao Alto Tribunal de Justiça de avaliar objetivamente as reivindicações das novas provas provenientes de estudos recentes”, diz o porta-voz do hospital.

Depois de o tribunal britânico ter negado a Chris Gard e a Connie Yeates o pedido para levarem aos EUA o filho para um tratamento experimental, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos repetiu a sentença no passado mês de Junho e rejeitou o recurso dos pais.

Depois de uma dura batalha legal que obrigou os pais do bebé de 11 meses a baixar os braços, também um hospital norte-americano se ofereceu para enviar um medicamento experimental para Inglaterra, na esperança de ajudar no tratamento da criança.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PJ faz buscas na Madeira e em Lisboa por fraude na obtenção de fundos europeus

Cerca de duas dezenas de buscas foram efetuadas, esta terça-feira, na Madeira e na Grande Lisboa no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público (MP) que investiga crimes de fraude na obtenção de fundos …

França em choque com ação da polícia em acampamento de migrantes

A atuação da polícia durante o desmantelamento de um acampamento improvisado de migrantes no centro de Paris, na noite de segunda-feira, está a gerar críticas e indignação. Na noite desta segunda-feira, a polícia francesa dispersou algumas …

Centro Europeu de Controlo de Doenças alerta: países que retirem medidas para o Natal terão aumento de internamentos

O Centro Europeu de Controlo de Doenças estima que se os países que em outubro e novembro tomaram novas medidas para controlar a pandemia as levantassem a 21 de dezembro, os internamentos hospitalares aumentariam na …

Pensilvânia certifica vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais

As autoridades da Pensilvânia certificaram, esta terça-feira, a vitória do democrata naquele estado nas eleições presidenciais norte-americanas. Na sua conta do Twitter, o governador local, o democrata Tom Wolf, escreveu que o Departamento de Estado da Pensilvânia …

Nos Países Baixos, há drive-ins para as crianças poderem visitar o Pai Natal em tempo de pandemia

Muito se tem falado de como será o Natal neste ano atípico. Contudo, há países que já começam a arranjar alternativas para a época festiva. Nos Países Baixos, os drive-ins estão a ser usados para …

Vereador da Educação de Lisboa ameaça autarca com “um par de murros”

O vereador da Educação da Câmara de Lisboa afirmou, num comentário no Facebook, em resposta a uma publicação de um vogal da Junta de Freguesia do Areeiro, estar disponível para lhe dar "um par de …

Papa Francisco critica negacionistas da covid-19 e fala da morte de George Floyd

O papa Francisco, num livro esta segunda-feira publicado, criticou os opositores ao uso de máscaras ou outras restrições impostas para conter a pandemia de covid-19, sublinhando que nunca se manifestariam contra a morte do afro-americano …

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …