Mais 48 horas para salvar Charlie Gard

#CharliesFight / Facebook

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

Charlie, Connie Yates e Chris Gard

O juiz Nicholas Francis, responsável pelo caso, garante: “não há uma pessoa viva que não queira salvar Charlie. Se houver novas provas irei ouvi-las”. Mas também diz que seriam precisas provas “drásticas” para o fazer mudar de decisão.

Os pais de Charlie Gard, o bebé de 11 meses ligado a um suporte de vida, devido a uma doença que afeta a capacidade das células de gerarem energia, tiveram direito a 48 horas, ou seja dois dias, para apresentarem novas provas de como o tratamento experimental a que querem recorrer pode melhorar a difícil condição de saúde do seu bebé, segundo o The Guardian.

Na segunda-feira, a audição em tribunal foi marcada pela emoção e por intervenções “furiosas” dos pais de Charlie.

O juíz responsável pelo caso, Nicholas Francis, disse que teria todo o gosto em mudar a decisão que tomou em abril de não deixar o bebé voar para os EUA – é lá que está o tratamento experimental -, mas que para isso teria que ter acesso a provas “drásticas”, que o permitissem mudar de opinião.

Na sala do tribunal, o juiz disse que Connie Yates e Chris Gard teriam até às 14 horas desta quarta-feira para apresentar as novas provas que alegam ter, incluindo “quando é que o tratamento foi publicado e quando é que eles tomaram conhecimento da sua existência”.

Na quinta-feira, está prevista então uma audição que poderá salvar a vida do pequeno Charlie.

“Tenho que tomar uma decisão sobre este caso sem ter em conta os tweets, nem o que poderá ser dito na e pela imprensa”, disse o juiz, relembrando o mediatismo do caso, enquanto barulhentos protestos de apoio aos pais de Charlie se faziam ouvir fora das portas do tribunal.

A mãe de Charlie perguntou diretamente ao juiz: “O tratamento tem 10% de probabilidade de funcionar. Se fosse o seu filho, faria, certo?“, ao que o juiz respondeu que 10% era um número a considerar na audição de quinta-feira.

No meio da multidão de apoiantes dos pais de Charlie, estava um reverendo americano, Jim Mahoney, que voou para Inglaterra a pedido dos pais da criança. Antes do julgamento, Mahoney anunciou que o congresso americano iria votar na terça feira a possibilidade de Charlie se tornar cidadão americano para realizar um tratamento experimental nos Estados Unidos.

Charlie Gard nasceu prematuramente no dia 4 de agosto de 2016. À sexta semana de vida, os pais levaram a criança novamente ao hospital depois de se terem apercebido que o filho começara a perder peso e força muscular. Foi-lhe diagnosticado síndrome de depleção do ADN mitocondrial, uma condição rara, genética e incurável.

Sete médicos especialistas escreveram uma carta ao hospital onde o bebé está internado, dando conta de dados científicos ainda não testados nem publicados que sugerem uma possibilidade de cura para os danos cerebrais do bebé.

“Dois hospitais internacionais e os respetivos investigadores comunicaram ao hospital, nas últimas 24 horas, que têm novidades sobre o tratamento experimental proposto”, declarou o porta voz.

“Nós acreditamos, tal como os pais de Charlie, que é correto explorarmos essa possibilidade de tratamento. O hospital Great Ormond Street Hospital está a dar a possibilidade ao Alto Tribunal de Justiça de avaliar objetivamente as reivindicações das novas provas provenientes de estudos recentes”, diz o porta-voz do hospital.

Depois de o tribunal britânico ter negado a Chris Gard e a Connie Yeates o pedido para levarem aos EUA o filho para um tratamento experimental, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos repetiu a sentença no passado mês de Junho e rejeitou o recurso dos pais.

Depois de uma dura batalha legal que obrigou os pais do bebé de 11 meses a baixar os braços, também um hospital norte-americano se ofereceu para enviar um medicamento experimental para Inglaterra, na esperança de ajudar no tratamento da criança.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …