45% dos jovens conhecem vítimas de ciberbullying

Cerca de 45% dos jovens inquiridos num estudo sobre “direitos digitais” dizem ter amigos que já foram vítimas de ‘ciberbullying’, mas só 14,3% assumem já terem sido alvo desta forma de violência.

O projeto “Direitos digitais: Uma password para o futuro”, promovido pela Deco e pela Universidade Autónoma de Lisboa (UAL), assenta na aplicação de um questionário a jovens do ensino básico, secundário e profissional de escolas de 18 capitais de distrito de Portugal continental.

O estudo visou identificar “conjuntos de práticas e de consumos mediáticos e digitais, perceber atitudes face aos novos media e identificar situações de risco e vulnerabilidades no mundo digital”.

Dos resultados preliminares do estudo, que envolvem 1.012 alunos de 12 distritos do país, a coordenadora do projeto, Paula Lopes, da UAL, destacou “a quantidade de jovens” que diz ter conhecimento de situações de humilhação e chantagem na internet.

“A mesma percentagem diz ter conhecimento de roubos de perfis nas redes sociais, o que também nos parece um dado surpreendente”, disse à agência Lusa a investigadora.

Segundo o estudo, 45% dos jovens inquiridos afirmam ter conhecimento de humilhações, ameaças, chantagem ou difamação (‘ciberbullying’) a um ou mais dos seus amigos e dizem saber do roubo de perfis nas redes sociais.

No entanto, a percentagem dos que se assumem vítimas é muito menor, seja em relação ao ciberbullying (14,3%) ou ao roubo da sua identidade digital (11%).

“Os riscos e vulnerabilidades mais vezes declarados nesta investigação são o convite para conversar em privado em redes sociais ou chats (26,4%), a exposição, sem querer, a imagens ou conteúdos eróticos ou pornográficos (25,7%) e o encontro pessoal com alguém que se conheceu na internet (25,5%)”, refere o estudo.

Quase 90% dos jovens dizem que navegam na internet todos os dias e fazem-no para participar em redes sociais (62,5%) e ouvir música online (58,9%).

Paula Lopes considerou também preocupante os dados que os jovens partilham online e que os podem colocar numa situação de risco

“Por muito que os programa da internet segura digam tenham alguma atenção com as partilhas que fazem, a maioria partilha fotografias, o nome verdadeiro, a idade verdadeira na internet, e muitos são menores”, sublinhou.

Os dados indicam que 81% dos jovens inquiridos disponibilizam fotografias pessoais nas redes sociais, 77,4% colocam o nome verdadeiro e o apelido, 53,3% a idade e 51,6% o nome da escola que frequentam.

Questionados sobre quem devia ensinar e informar sobre este mundo digital, 54,1% apontam a família, 55,3% os professores, 53,5% os meios de comunicação social e 52,3% as empresas que fornecem serviços de internet (52,3%)

“Um estudo deste género, com base num questionário, dá-nos muitos dados sobre o que fazem os jovens, que tipos de risco correm, mas temos muito poucas indicações” sobre porque o fazem, disse, adiantando que só um estudo mais qualitativo poderá ajudar a perceber as razões destes comportamentos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Autárquicas 2021: Liveblog ZAP

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …