/

Portugal com mais 445 casos e sem registo de mortes por covid-19

4

Tiago Petinga / Lusa

Uma esplanada em Lisboa.

Uma esplanada em Lisboa.

Esta terça-feira, Portugal não regista qualquer óbito. Nas últimas 24 horas, houve 445 novos casos positivos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Não morreu ninguém infetado com o novo coronavírus em Portugal nas últimas 24 horas. De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, houve 445 novos casos positivos de infeção.

Em relação às novas infeções, a região de Lisboa e Vale do Tejo foi a que registou o maior número de infeções (249), seguindo-se a região Norte (114). Na região Centro foram detetados mais 42 casos, no Alentejo 13, no Algarve 12, nos Açores 12 e na Madeira 3.

O número de internados volta a descer. Neste momento, existem 268 doentes hospitalizados com covid-19, menos 15 do que no dia anterior. Destes, 50 estão em unidades de cuidados intensivos (menos dois do que na segunda-feira).

Por outro lado, o boletim da DGS indica que há, agora, mais 678 pessoas recuperadas da doença, de um total de 809.813 desde o início da pandemia. Este é o registo mais alto desde o dia 4 de maio, quando se registaram 777 recuperados.

O número de casos ativos desceu esta terça-feira, algo que não acontecia desde o dia 26 de maio. São agora menos 233, num total de 22.700.

Em relação à matriz de risco, a incidência do SARS-Cov-2 situa-se agora nos 63,3 casos (a nível nacional). No continente, é agora de 60,4 casos por 100 mil habitantes.

Já o índice de transmissão (R), mantém-se nos 1,07, a nível nacional, e nos 1,06, no continente.

Até ao momento, e segundo informações da DGS, já foram administradas mais de 5,4 milhões de vacinas.

  Liliana Malainho, ZAP //

4 Comments

    • Caro leitor,
      No domingo houve efetivamente também 445 novos casos de covid-19 e nenhuma morte. É uma coincidência. Em todos os outros parâmetros, os números de domingo são diferentes dos números desta terça-feira.
      Nos 448 dias desde que a pandemia foi declarada pela OMS, há uma probabilidade elevada de que haja mais dias com 445 casos e zero mortes.
      Se o seu comentário tivesse sido “olha que giro, os mesmos de domingo”, era um comentário.
      Mas tal como o fez, o seu comentário é (literalmente) um disparate, que só se percebe se estiver a fazer comentários aos títulos sem ler os textos, ou se estiver a implicar gratuitamente com o trabalho do ZAP, com intenções que não descortinamos.

  1. Acredito veementemente que os portugueses se encontram espantados com a similitude dos dados divulgados, quando comparados, mas não há motivo para criar desconfianças, visto que o vírus está quase a desaparecer. Já temos uma data oficial para a sua hibernação: 31 de setembro de 2021. 😉
    Um beijinho da vossa amiga.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE