400 milionários americanos suplicam: não nos baixem os impostos

Mais de 400 milionários e bilionários americanos escreveram uma carta ao Congresso norte-americano a pedir aos legisladores republicanos para não lhes cortarem os impostos.

Os signatários alertam que a reforma fiscal do governo norte-americano vai aumentar a desigualdade e a dívida do país. Na mensagem, pedem mesmo o aumento das taxas para os mais ricos.

Em causa, está a reforma fiscal anunciada pelo presidente Donald Trump. Segundo os que subscrevem o apelo, o Partido Republicano está a cometer um erro ao reduzir os impostos sobre as famílias mais ricas num momento em que o endividamento do país é alto.

Além disso, afirmam que esta reforma irá aumentar também as desigualdades no país e que esta não é a altura ideal, já que a desigualdade tinha atingido o seu nível mais baixo desde a década de 1920.

A carta foi promovida por um grupo chamado Responsible Wealth e entre os seus signatários estão nomes como Ben Cohen e Jerry Greenfield, da cadeia Ben & Jerry’s, George Soros e Steven Rockefeller, diz o Washington Post.

“Estamos seriamente preocupados que a perda de receita possa levar a cortes profundos na educação e na saúde”, lê-se na carta. Cortar impostos de empresas e indivíduos é parte central do plano económico do presidente Donald Trump para aumentar o crescimento económico e a criação de empregos nos Estados Unidos.

A Casa Branca e os Republicanos defendem que a lei visa dinamizar a economia norte-americana e argumentam que a mudança vai permitir mais crescimento na economia, uma vez que o dinheiro que não seria pago em impostos seria revertido em novos investimentos.

O grupo critica principalmente a tentativa de eliminar o imposto sucessório, que só é pago sobre bens de valor superior a 5,9 milhões de dólares.

“Só o corte neste imposto vai fazer com que o Estado perca 269 mil milhões em dez anos – mais do que gastamos na Administração de Alimentação e Medicamentos, o Centro para do Controlo de Doenças, e a Agência de Proteção Ambiental”, argumenta a carta.

“Esta é uma das poucas vezes em que deputados são pressionados por pessoas que não querem que os seus impostos sejam cortados“, diz Mie Latham, um dos coordenadores do Responsible Wealth.

Os ricos não precisam disso“, conclui Latham.

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “a desigualdade tinha atingido o seu nível mais baixo desde a década de 1920”!!!! Cambada de facínoras sem vergonha: o rendimento das pessoas está em clara divergência com o aumento da produtividade desde os anos 70!!!! Só os ricos é que papam tudo.

  2. Este tipo de ideais têm claramente uma segunda intenção.
    E dado o tema em questão, só pode ser algo extremamente terrível.
    Será que alguém acredita mesmo que os ricos estão preocupados por lhes reduzirem os impostos e terem de deixar de sair dinheiro do bolso para dar à nação… DUVIDO!!!

Responder a Wilma Cancelar resposta

FC Porto já perdeu tantas vezes como na época anterior

A época ainda só vai a meio, mas o Porto já perdeu tantos jogos como em cada uma das duas temporadas anteriores. Os 'dragões' perderam seis encontros até ao momento. O FC Porto está longe de …

Londres. Polícia utiliza câmaras com sistema de reconhecimento facial para procurar criminosos

A tecnologia é cada vez mais utilizada pelas autoridades para a aplicação da lei. Na cidade de Londres, no Reino Unido, foram recentemente instaladas câmaras de reconhecimento facial que permitem às forças de segurança reconhecer …

Coronavírus. EUA pedem mais transparência ao Governo chinês

O secretário da Saúde dos EUA, Alex Azar, pediu hoje ao Governo chinês maior "transparência" na gestão da epidemia do novo coronavírus, que já provocou mais de cem mortes na China. “Dissemos à China que mais …

"Amigo" de António Joaquim entregou carta ao tribunal a dizer que viu Luís Grilo a ser morto

Há uma carta que pode baralhar a investigação do caso da morte do triatleta Luís Grilo cuja viúva, Rosa Grilo, é a principal suspeita de o ter assassinado. Um homem que alega ser "amigo" de …

Sismo de magnitude 7,7 entre Cuba e Jamaica lança alerta de tsunami

Um terramoto de magnitude 7,7 fez-se sentir esta terça-feira em Cuba e na Jamaica. Os países estão agora em alerta de tsunami, que também se estende às Ilhas Caimão. Esta terça-feira foi detetado um terramoto de …

"Apagaram um continente". Ativista do Uganda foi eliminada de fotografia com Greta Thunberg

Vanessa Nakate, uma ativista do Uganda, posou com outras quatro ativistas pelo clima, incluindo a sueca Greta Thunberg, para uma fotografia em Davos, na Suíça. Porém, a agência de notícias Associated Press (AP) cortou Vanessa …

PSD assegura que sem contrapartidas proposta de redução do IVA da eletricidade "não será votada"

O deputado do PSD Duarte Pacheco assegurou hoje que a proposta do partido para reduzir o IVA da eletricidade para consumo doméstico "não será votada" se não lhe estiver associada qualquer contrapartida de compensação da …

Português nos EUA queixa-se de roubo de raspadinha de 4 milhões de dólares

Imigrante pensava que o bilhete só valia quatro mil euros e alega ter sido enganado por duas mulheres. Um português imigrante em New Bedford, Estados Unidos, queixa-se em tribunal de ser vítima de um "esquema de …

Diego Miranda é o primeiro português a atuar no palco principal do Tomorrowland

Diego Miranda vai ser o primeiro DJ português a atuar no palco principal do festival de música eletrónica Tomorrowland. Este será a quinta presença consecutiva do artista. O DJ e produtor Diego Miranda vai ser o …

Bruno Fernandes assina pelo Manchester United. Sporting pode encaixar 80 milhões de euros

Bruno Fernandes assinou pelo Manchester United e viaja para Inglaterra esta quarta-feira. O Sporting recebe 55 milhões de euros a pronto, com o negócio a poder atingir os 80 milhões mediante o cumprimento de certos …