Vieira tramado por “cunha” de Rangel. Juiz pagava 19 mil euros por almoço e fugia a multas com documentos de migrantes

(E:D) António Cotrim / Lusa

A magistrada Maria José Morgado está a ultimar a acusação da “Operação Lex” e, nesta altura, é quase certo que levará a julgamento o juiz Rui Rangel e Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, além de mais dois juízes desembargadores, respectivamente, Fátima Galante e Vaz das Neves.

A acusação da “Operação Lex” deverá ser conhecida em Setembro e não se espera brandura de Maria José Morgado, conhecida como “a dama de ferro da Justiça” por já ter levado a tribunal figuras como Pinto da Costa no caso “Apito Dourado”, conforme evidencia o Correio da Manhã (CM).

O jornal destaca que Vieira e Rangel devem ser acusados, tal como os juízes desembargadores Fátima Galante e Vaz das Neves, bem como a actual companheira de Rangel e um funcionário do Tribunal da Relação de Lisboa.

Rui Rangel e Fátima Galante, que já foram casados, foram expulsos da magistratura fruto das suspeitas neste processo. O primeiro continua a contestar a expulsão, mas viu o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) manter a decisão num acórdão recente que é citado pelo Público e onde se revelam detalhes sobre “a vida de luxo” de Rangel.

Vida de luxo com contas por pagar e documentos de marroquinos para escapar a multas

O acórdão de “três centenas e meia de páginas”, como nota este último diário, conclui que Rangel tinha gastos elevados que seriam incomportáveis para os seus rendimentos quando tinha um salário da ordem dos 4 mil euros mensais.

Os magistrados do STJ entendem que Rangel “adoptou, durante anos, uma conduta desonesta e imoral ou desonrosa” e que se envolveu em vários negócios, “da angariação imobiliária à consultoria jurídica”, apesar de isso ser incompatível com o cargo de magistrado.

Mas nem com estes negócios tinha dinheiro suficiente para a sua vida de luxo e acumulava dívidas de renda em casas onde morou e até de contas de telemóvel e de outros serviços. “Num dos casos Rui Rangel viu-se mesmo na iminência de ser despejado“, aponta o Público citando o acórdão.

Rangel chegaria a pagar 19 mil euros por um almoço para 30 pessoas e tinha outros gastos considerados demasiado luxuosos para um juiz, nomeadamente “um colchão com sommier e cabeceira comprado por 5200 euros e uma conta do El Corte Inglés de nove mil, com entrega da mercadoria em casa”, aponta a mesma fonte.

O acórdão do STJ destaca que, de 2012 a 2015, Rangel declarou rendimentos entre os 37.500 e os 61 mil euros, concluindo que o dinheiro para os elevados gastos do magistrado provinha da “venda de acórdãos feitos à medida dos interessados“.

O documento também vinca que Rangel chegou a utilizar “documentos de cidadãos de nacionalidade marroquina e equatoriana” para escapar a multas por excesso de velocidade, com o intuito de “convencer as autoridades de que não era ele quem ia ao volante do seu automóvel”.

Telefonema “apanhou” Vieira

Vieira terá sido um dos alegados beneficiados com decisões de Rangel, segundo as suspeitas da “Operação Lex”. O presidente do Benfica terá sido apanhado num telefonema interceptado pela Polícia Judiciária a dizer ao advogado Jorge Barroso que ia “apertar com o Rangel para ele resolver aquela mer…”, segundo transcrição do CM.

Em causa estaria um processo relacionado com uma dívida fiscal de 1,6 milhões de euros. E Vieira terá pedido a Rangel para que “metesse uma cunha” junto do juiz que era responsável pelo caso.

Como forma de “pagamento”, Vieira terá prometido a Rangel um cargo na futura Universidade do Benfica.

O CM repara que “Vieira começou por ser suspeito do crime de tráfico de influências”, mas conclui que deverá ser acusado de recebimento indevido de vantagem, crime que pode implicar uma pena de prisão até 3 anos.

Entretanto, os juízes Rui Gonçalves e Orlando Nascimento também continuam a ser investigados, havendo suspeitas de eventuais crimes de abuso de poder na atribuição de processos judiciais.

O Conselho Superior da Magistratura também está a analisar a actuação de Vaz das Neves que arrisca ser expulso, tal como aconteceu a Rangel e a Galante.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pois, uma purga na justiça é urgente.
    Coragem, Maria José Morgado. Tem a nobre tarefa de ajudar a restabelecer a credibilidade num sector que nunca poderá sobreviver se não a possuir.

  2. Limpeza nos três grandes: o Bruno los lagartos já foi, a seguir vai este Vieira e depois vai o Pintinho da fruta, mas este para a morada eterna.

  3. Em Portugal só há uma coisa mais corrupta do que a política: a justiça!
    Essa é que é a grande realidade.

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …