Um iPhone daqui a um milhão de anos. Artista mostra o impacto do lixo eletrónico

A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos.

Os lançamentos de novos smartphones, computadores ou outros dispositivos eletrónicos são uma constante nos dias de hoje. Assim como a quantidade, a qualidade dos dispositivos também aumenta, tornando os aparelhos, comprados a apenas alguns meses, desfasados.

No entanto, estas trocas constantes produzem muito lixo eletrónico que acaba por ser prejudicial à natureza. Nathaniel Stern, professor de engenharia e design na Universidade de Wisconsin-Milwaukee, nos Estados Unidos, começou a olhar para os seus smartphones velhos e a questionar-se: “quanto tempo demora este dispositivo eletrónico a desintegrar-se?”.

Todas as suas dúvidas motivaram-no a criar uma exposição que exibe vários modelos de dispositivos eletrónicos expostos a condições extremas, como o aumento da temperatura e da pressão, simulando o que os próximos anos farão aos nossos aparelho no lixo. O resultado final foram os Phossils, mistura entre fóssil e telemóvel, em inglês.

A exposição, batizada de The World After Us: Imaging techno-aestethic futures, mostra esculturas, instalações, quadros e fotografias que fazem as pessoas refletirem sobre o uso e o descarte da tecnologia.

Na descrição do projeto, o criador afirma que não se trata de um futuro pós-apocalíptico. Em vez disso, esta exibição é estímulo que leva o visitante a imaginar as possibilidades para os próximos anos e a reinventar o que pode ser feito a seguir.

Segundo o CanalTech, a exposição integra 250 computadores, 100 telefones e algumas dezenas de teclados e ratos, além de centenas de metros de fita, cabo de rede e cabos USB. Estes componentes vieram de lojas de eletrónica em segunda mão e doados por empresas que ouviram falar no projeto.

Numa das paredes desta exposição, vemos portáteis, teclados, telefones e outros resíduos de lixo eletrónico cobertos por bolores. Os fios surgem entrelaçados e com uma cor esverdeada, simulando uma floresta. Também há vários cenários criados com aparelhos e plantas para mostrar como estes gadgets ficariam no meio da natureza.

Quando a exposição chegar ao fim, Stern garante que todo o lixo será reciclado. A exposição estreou na passada sexta-feira, dia 17 de janeiro, no Museu de Arte de Wisconsin. Se não puder deslocar-se aos Estados Unidos, pode ver o que aconteceria aos seus dispositivos eletrónicos no site oficial.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Depois da “Banana” a apodrecer, a “Electrónica” na Natureza. Qualquer ideia mais excêntrica, é etiquetada de “Arte”. Certo é que chega-se a conclusão, que se pode ganhar dinheiro com causas mais ou menos credíveis, desde logo que alguns Iluminados e snobes participem na oferenda do preço do bilhete de entrada. Assim vai o Mundo, muitos chicos espertos fazem dinheiro com as situações mais abstractas e por vezes dramáticas. Hajam seguidores para os alimentarem !

RESPONDER

PCP de volta às negociações. Bloco rejeita bluff e exige mais reuniões com Costa

Ameaçou, mas não caiu. O PCP ainda está vivo e oficialmente de volta à mesa das negociações. A comitiva do Bloco de Esquerda esteve esta terça-feira reunida com o primeiro-ministro, em São Bento. No final de …

Apoio à retoma. Empresas com quebras de faturação superiores a 75% podem reduzir horários a 100%

A possibilidade de redução total do horário de trabalho em empresas abrangidas pelo Apoio à Retoma Progressiva estará disponível para empresas que registem quebras de faturação homólogas iguais ou superiores a 75%. Na segunda-feira, o ministro …

FC Porto é "passado". Otamendi promete "defender Benfica até à morte"

O internacional argentino prometeu, esta terça-feira, durante a sua apresentação como novo reforço dos encarnados, "defender a camisola do Benfica até à morte". Nicolás Otamendi é o novo reforço das águias e foi apresentado, na noite …

Manso Neto tenta evitar que 3 mil emails seus entrem no processo que envolve Manuel Pinho

A defesa de João Manso Neto quer impedir o Ministério Público (MP) de usar 3.277 emails seus como prova no processo no qual é arguido, juntamente com António Mexia, por suspeitas de corrupção que envolvem …

Bruno Tabata assina contrato de cinco anos com o Sporting

O extremo brasileiro, que alinhava no Portimonense, assinou um contrato de cinco temporadas com o Sporting, com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O Sporting não refere, no comunicado, o valor da transferência …

Príncipe germânico foi enterrado com seis mulheres em redor de um caldeirão

Um cemitério pertencente a um senhor de alto estatuto foi descoberto na Saxónia-Anhalt, perto de Brücken-Hackpfüffel, numa escavação que os arqueólogos estão a descrever como a mais importante dos últimos 40 anos da história da …

Entre interrupções e insultos, Biden chama palhaço a Trump (e este põe em causa a sua sanidade mental)

Aconteceu ontem o primeiro de três debates, nos quais os candidatos republicano e democrata à Casa Branca - Donald Trump e Joe Biden - têm oportunidade de apresentar aos eleitores norte-americanos as suas propostas para …

Europa alarga restrições. Alemanha limita festas, Eslováquia em emergência e Itália não facilita

Os país europeus estão a anunciar novas medidas restritivas contra a covid-19, num altura em que o número de infeções voltou a aumentar e o inverno está a chegar. De acodo com o Diário de Notícias, …

Jogos da seleção com Espanha e Suécia vão ter adeptos nas bancadas

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, no estádio Alvalade XXI, foram autorizados a receber público, revelou, esta terça-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "No jogo de preparação entre as …

Santos Silva rejeita apoio a Ana Gomes (e diz que polémica com embaixador dos EUA foi ultrapassada)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador …