Empresas norte-americanas testam semana de quatro dias (e parece resultar)

Nos Estados Unidos, já há empresas a implementar a semana de quatro dias de trabalho. O balanço é positivo.

Entre os países desenvolvidos, os Estados Unidos são, em termos de horas de trabalho, um dos mais sobrecarregados. Segundo os dados mais recentes do Departamento do Trabalho norte-americano, um funcionário trabalha, em média, 42,5 horas por semana. Este número equivale a 1,5 vezes a média de horas semanais da Holanda, por exemplo.

Contudo, à medida que o desemprego diminui e a preocupação pública com o burnout no local de trabalho cresce, os empregadores norte-americanos estão, finalmente, a adotar a política de quatro dias de trabalho, que os especialistas têm vindo a defender nos últimos tempos.

A Shake Shack, uma cadeia de hambúrgueres dos Estados Unidos, está a testar esta política como um novo incentivo para recrutar novos funcionários.

Randy Garutti, CEO da empresa, disse numa conferência para investidores em março que o programa piloto parece ser uma boa oportunidade para testar este tipo de horário de trabalho. Nesta empresa, os funcionários têm de trabalhar 40 horas por semana – só precisam de condensar essas horas em quatro dias de trabalho, em vez de cinco.

Outras empresas mais pequenas estão a testar o mesmo modelo, mas a reduzir as horas para 32 semanais. A Wildbit, uma empresa de software com sede na Filadélfia, implementou este sistema de 32 horas de trabalho em quatro dias há dois anos, e viu a produtividade crescer.

Ao Observer, a CEO Natalie Nagele explicou que este sistema permite que os funcionários se reagrupem de forma a voltarem cheios de energia para trabalhar às segundas-feiras. Nagele a extraiu a inspiração do livro Deep Work, no qual o cientista de computação Cal Newport discute a capacidade dos cérebros humanos.

“O cérebro humano só consegue ser produtivo durante quatro horas por dia“, explicou Nagele. “Depois dessas quatro horas, ou fazemos coisas menos importantes, ou a qualidade do nosso trabalho diminui.”

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Minha nossa!!!..Com certeza isto não é para recuperar as energias e sim deteriorar corpo, mente e finanças em gastos com merda…E sem o comentário em explícito, que vem a ser óbvio, que o salário será outro.

RESPONDER

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …