25 mil utilizadores processam Facebook por uso indevido de dados pessoais

rishibando / Flickr

-

Um grupo de 25 mil utilizadores que acusa o Facebook de uso ilegal dos seus dados pessoais interpôs hoje uma ação coletiva contra a rede social no tribunal civil de Viena, que deverá agora pronunciar-se sobre a respetiva admissibilidade.

Max Schrems, o jurista austríaco que deu origem ao grupo, apresentou hoje de manhã formalmente esta queixa, que está a ser acompanhada de perto pelos gigantes da Internet.

O processo é um dos maiores até hoje instaurados à rede social norte-americana com quase 1,4 mil milhões de utilizadores ativos. Foi lançado em agosto por utilizadores de vários países da Europa, bem como da Ásia, da América Latina e da Austrália. Mais cerca de 55 mil outras pessoas expressaram, entretanto, a intenção de se associar à ação judicial.

Os primeiros 25 mil queixosos exigem cada um a quantia de 500 euros ao Facebook, que acusam de participar no programa de vigilância Prism, da Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA).

“Pedimos ao Facebook que cesse a sua vigilância maciça, que tenha uma política de proteção da vida privada compreensível, e que pare de recolher informações de pessoas que nem sequer têm conta de Facebook”, resumiu, numa entrevista à agência de notícias francesa, AFP, Max Schrems, de 27 anos, que há vários anos luta contra a rede social.

A decisão do tribunal sobre a admissibilidade da ação poderá demorar, no mínimo, três semanas a ser conhecida, porque o Facebook obteve hoje um prazo de três semanas para fornecer a tradução em alemão de documentos que deseja que constem do processo.

Para a rede social, “este caso é inadmissível tanto na forma, quanto no conteúdo”, afirmaram hoje de manhã os seus advogados: “Não existe base legal na Áustria para uma ação coletiva de tipo norte-americano”.

“O Facebook não quer ser processado em lado nenhum, nem na Irlanda (sede europeia da empresa), nem na Áustria”, contrapuseram os advogados de Max Schrems: “A realidade é que graças às leis europeias, os consumidores não precisam de ir à Califórnia para processar os gigantes das tecnologias. Podem fazê-lo nos seus países de residência”.

Em 2011, Schrems, então ainda estudante, apresentou, a título pessoal, uma ação judicial à Autoridade Irlandesa de Proteção da Vida Privada. Esta deu-lhe razão e pediu ao Facebook que clarificasse a sua política em matéria de dados privados, uma decisão inédita.

O jurista austríaco diz-se encorajado pela decisão do Tribunal Europeu de Justiça, em maio de 2014, no sentido de obrigar os motores de busca a respeitarem o “direito ao esquecimento” dos internautas europeus.

“A questão central é saber se as empresas de Internet devem respeitar as regras ou se elas vivem numa espécie de faroeste em que podem fazer o que quiserem”, comentou.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …

IL quer reduzir IVA da alimentação infantil e retirar limitação etária nas deduções do IRS

A Iniciativa Liberal apresentou, esta sexta-feira, duas propostas para reduzir o IVA da alimentação para crianças pequenas para 6% e para eliminar a limitação etária na dedução do IRS para famílias que tenham mais do …

Sintra comemora 25 anos como Património da UNESCO com mais de 200 eventos

O município de Sintra assinala os 25 anos da elevação a Património Mundial com a realização de mais de 200 eventos, nomeadamente uma exposição que reúne obras sobre o concelho desde a antiguidade à contemporaneidade. Sintra, …