/

23 dias sob temperaturas negativas. Steele escreveu SOS na neve e foi salvo

Tyson Steele foi resgatado na última quinta-feira depois de ter sobrevivido 23 dias numa área selvagem do Alasca, nos Estados Unidos.

Depois de a sua cabana se ter incendiado, Tyson Steele, de 30 anos, foi encontrado no seu abrigo improvisado graças ao “SOS” gigante que escreveu na neve. O local do resgate fica a cerca de 32 quilómetros da cidade mais próxima, Skwentna.

O homem vivia isolado, tendo apenas a companhia do seu cão Phil, numa habitação feita de plástico e lonas. No dia 17 de dezembro, a habitação ardeu por completo e o canídeo faleceu. Segundo o Russia Today, as autoridades começaram a fazer uma busca pela área após alguns dias sem qualquer notícia do paradeiro de Steele.

Sem meios para comunicar com a sua família ou com as autoridades, e com a cidade mais próxima a 32 quilómetros de distância, Steele não teve escolha senão tentar sobreviver às temperaturas geladas do Alasca e esperar pelo resgate.

Depois de conseguir extinguir o incêndio, recuperou alguma comida que tinha armazenado na sua casa (que daria para dois anos) e dormiu num saco cama numa pequena gruta que escavou na neve.

Face às temperaturas negativas, Steele foi obrigado a construir um abrigo improvisado – e aproveitou para escrever um sinal gigante de “SOS” na neve, na esperança de que alguém a sobrevoar a área o visse.

Depois de semanas sem notícias de Tyson Steele, a família e amigos pediram às autoridades para verificarem se estava tudo bem. Na quinta-fera, uma equipa da polícia do Alasca encontrou o homem, depois de ter vislumbrado o sinal de SOS na neve.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE