Ano de 2020 vai ser “particularmente exigente” para quem trabalha no SNS

Miguel A. Lopes / Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido

A ministra da Saúde avisou que 2020 vai ser um ano “particularmente exigente para todos os que trabalham no SNS”, apesar de o setor ser “a grande prioridade do Orçamento do Estado”.

“Apesar de a saúde ser a grande prioridade do Orçamento do Estado de 2020, este vai ser um ano particularmente exigente para todos os que trabalham no SNS. Para estar à altura do esforço orçamental dos portugueses é preciso garantir que não se perca nenhuma oportunidade de resposta àquilo que esperam de nós”, advertiu Marta Temido, que esta segunda-feira está a ser ouvida no parlamento na comissão parlamentar conjunta de Orçamento e Finanças e de Saúde.

Na apresentação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 a Saúde destacou-se como a grande prioridade orçamental. Para a ministra, inicia-se agora no SNS “um ciclo de expansão“, depois de um “ciclo de reposição” entre 2015 e 2019, que se seguiu a um “ciclo de redução” entre 2010 e 2015.

“Este é, portanto, o primeiro fundamento para afirmar que a Saúde constitui a grande prioridade orçamental. O fundamento que radica em constatar que, depois de um ciclo de redução houve um ciclo de reposição e estão agora criadas as condições para um ciclo de expansão”, indicou aos deputados na sua intervenção inicial na comissão que discute o Orçamento para 2020 na área da saúde.

Marta Temido recordou que entre 2010 e 2012 a despesa do SNS diminuiu 1.400 milhões de euros, assim se mantendo até 2014 e continuando, em 2015, 906 milhões abaixo do valor de 2010. “Entre 2015 e 2019, a despesa total cresceu 1.635 milhões de euros, principalmente por efeito das despesas com pessoal e com consumos intermédios, como medicamentos e dispositivos”, acrescentou.

Nas palavras da governante, em termos de dotações do Orçamento do Estado, entre 2010 e 2015 houve um decréscimo de 1,8% em média, enquanto entre 2015-2019 se deu um crescimento médio anual de 3,5%.

Ministra rejeita saúde em “modelo de supermercado”

A ministra da Saúde rejeitou ainda a visão da saúde num “modelo de supermercado”, baseado em vales para utilização no setor privado ou social. No parlamento, Marta Temido afirmou que o Governo não acredita num “modelo de saúde de supermercado, baseado em vales, vales consulta, vales cirurgia [etc]”.

As declarações de Marta Temido surgem depois de no sábado o bastonário da Ordem dos Médicos ter sugerido, numa entrevista à agência Lusa, a criação de vales consulta para serem usados no setor privado e social quando são ultrapassados os tempos máximos de resposta no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O bastonário dos Médicos defendeu que o SNS crie “vales consulta” para os casos em que são ultrapassados tempos de espera ou que o Estado comparticipe os exames quando o doente tem de recorrer ao setor privado ou social.

A ideia seria criar para as consultas um mecanismo semelhante ao das cirurgias, em que os doentes recebem um vale para poderem realizar a operação numa entidade privada ou do setor social quando são ultrapassados os tempos clinicamente aceitáveis de espera.

No programa da sua recandidatura à liderança da Ordem, o bastonário Miguel Guimarães estabelece como objetivo “defender a medicina de proximidade”, respeitando a “liberdade de escolha e os direitos dos doentes, nomeadamente no que diz respeito à comparticipação de meios complementares de diagnóstico e terapêutica”.

Em entrevista à Lusa, o bastonário recorfou que “muitos doentes acabam por ir a consultas no privado ou social por estarem demasiado tempo à espera”.

A ministra da Saúde está esta segunda-feira a ser ouvida no Parlamento sobre o Orçamento do Estado para 2020, no âmbito das audições setoriais que decorrem na comissão de Orçamento e Finanças. O OE da saúde tem previstos 11 mil milhões de euros para 2020, um aumento de verba de 941 milhões face ao orçamento inicial de 2019.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Sempre me disseram que não se pode fazer uma omelete sem ovos. Agora depende de quantos ovos o Governo está disposto a acrescentar, para que se possa fazer uma melhor omelete. Mas temo que a Sra. ministra Temido, esteja a querer um SNS com mais poucos ovos mas sem gaz para os cozinhar. A ver vamos !…espero estar enganado!

RESPONDER

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …