Gastou 18 milhões de euros no Harrods. Agora tem de justificar a fortuna

Zamira Hajiyeva gastou 18 milhões de euros, durante uma década, nos armazéns de luxo de Londres. Agora, a justiça britânica quer saber de onde veio o dinheiro.

Zamira Hajiyeva é a primeira pessoa a ser alvo de uma nova lei de combate ao enriquecimento ilícito no Reino Unido. A mulher do antigo presidente do Banco Internacional do Azerbeijão, Jahangir Hajiyev, terá de explicar à justiça britânica a fortuna que gastou ao longo da última década em propriedades e artigos de luxo.

Segundo o Público, nestes artigos de luxo estão incluídos mais de 18 milhões de euros gastos nos armazéns Harrods, em Londres. Aliás, foram os hábitos de consumo excêntricos e invulgares que levaram as autoridades britânicas a abrirem uma investigação.

O nome da azeri surge agora na imprensa depois de ter perdido uma batalha legar para manter o seu anonimato. Sabe-se agora que a mulher, que está a cumprir uma pena de 15 anos prisão naquela ex-república soviética por desvio de fundos, é uma cliente assídua do armazéns de luxo.

Além disso, adianta o jornal, a investidora já gastou 11 milhões de euros na compra de um clube de golfe e 36 milhões num jato privado Gulfstream G550.

Nos Harrods, Zamira gastou 114 mil euros em joias Cartier numa só compra e, noutro dia, comprou 171 mil euros em produtos da marca Boucheron. Numa outra ocasião gastou 2060 euros em vinho. Ao longo da última década, e usando 35 cartões de crédito emitidos pelo banco dirigido pelo marido, Zamira gastou 18 milhões ao ritmo de 4580 euros por dia, em média.

O problema não está nos gastos, destacam as autoridades, mas sim na origem do dinheiro. de acordo com a justiça do Azerbeijão, o marido é responsável por um rombo de milhares de milhões de euros no banco estatal que dirigia, tendo sido condenado à devolução de 34 milhões de euros.

As autoridades acreditam que os fundos desviados foram utilizados para comprar uma casa luxuosa no bairro londrino de Knightsbridge, junto aos Harrods, no valor de 13 milhões de euros, entre outros negócios. Esta compra terá sido feita através de uma offshore nas Ilhas Virgens Britânicas.

Esta e outras tantas compras são incompatíveis com o salário oficialmente auferido pelo marido, de 62 mil euros mensais, que não justificam o património que o casal conseguiu reunir em Londres.

“Como funcionário público entre 1993 e 2015, é muito improvável que uma posição destas tenha gerado tanto dinheiro para financiar as aquisições de propriedades”, disse Jonathan Hall, que representa a Agência Nacional de Crime, ao The Guardian.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Sabe-se agora que a mulher, que está a cumprir uma pena de 15 anos prisão naquela ex-república soviética por desvio de fundos, é uma cliente assídua do armazéns de luxo.
    Favor clarifiquem-me : Está presa e é cliente assídua do armazem ???

  2. O ministério dos negócios estrangeiros do governo português da «GERICOnsa» já a devia ter informado há muito a Exma Sra. D. Zamira Hajiyeva da existência em PORTUGAL dos “vistos gold”! Pelo breve curriculum que a notícia apresenta, é pessoa que preenche os requisitos necessários, para ser uma ilustríssima migrante ou refugiada política, e como tal cidadã da U.E.

    • É… e tu estivesses minimamente informado saberias que há vistos gold em todos os paises, principalmente no Reino Unido, ou achas que os milionários árabes e russos foram para Londres pelo clima?!

  3. O mais chocante na noticia toda não é, os actos que a mulher e o marido são acusados, mas sim o salário que o marido tinha mensal na gerência do Banco Estatal desse país ex-sovietico, 62 mil euros! Fiquei Bege

Responder a Rui Cancelar resposta

A partir de agora, os saldos têm mesmo que ser saldos

Já estão em vigor as alterações à lei relativa aos saldos e promoções. As novas normas definem que um produto vendido em saldo ou promoção não pode ter um preço mais alto do que o …

Marcelo Rebelo de Sousa critica "instrumentalização do medo" pelo poder

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje haver demasiados poderes com medo que o medo acabe, considerando a "instrumentalização do medo" para acorrentar os outros como um problema na ordem do dia. “Há …

CGTP ameaça Costa: “Ou dá resposta às reivindicações ou conta com contestação” nas ruas

O secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, defendeu a alteração das leis laborais e o aumento do salários na próxima legislatura, avisando que caso estas reivindicações não sejam atendida, o Governo terá forte contestação nas ruas. Arménio …

Das eleições resultou um "Governo instável" e Marcelo foi "o grande ganhador sem ter participado"

Para Luís Marques Mendes, o PS teve mais votos, mas tem piores condições para governar. Além disso, na opinião do comentador político, foi Marcelo quem ganhou estas eleições, por não ter havido maioria absoluta. O Partido …

"Querem que pique a bolha?" Conselheiros do Banco de Portugal compararam Montepio ao caso BES

Numa "discussão acesa" no Banco de Portugal, conselheiros da entidade de supervisão compararam a situação do Banco Montepio ao caso BES, com referências a um "esquema de Ponzi", em pirâmide, e a ideia de que …

CGD e Novo Banco vão atrás da fortuna de Paulo Maló

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o Novo Banco vão tentar executar o património pessoal de Paulo Maló, médico e empresário que fundou a Malo Clinic, empresa especializada em medicina dentária, escreve o Jornal …

Comandante que desviou dinheiro da Proteção Civil recebe avença do Estado

Gil Martins foi condenado de desviar mais de cem mil euros da Proteção Civil. Ainda assim, o antigo comandante recebe uma avença de mil euros brutos por mês. O ex-comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência …

New York Times divulga provas de que a Rússia bombardeou deliberadamente hospitais na Síria

O The New York Times publicou este domingo, segundo avança o próprio jornal norte-americano, provas de que a Rússia bombardeou repetidamente e deliberadamente hospitais na Síria, onde intervém em apoio do regime sírio do Presidente …

Simone Biles torna-se na ginasta mais medalhada de sempre em Mundiais

Esta foi a quarta medalha de ouro para Biles em Estugarda, depois de ter vencido a prova por equipas, o concurso geral individual e a prova de salto. A norte-americana Simone Biles tornou-se hoje a ginasta …

Há um Reino muito pouco Unido na corda bamba. Rainha inicia semana decisiva para o Brexit

Depois do discurso real desta segunda-feira, as conversações entre Londres e Bruxelas deverão continuar e avançar pela cimeira da UE de quinta e sexta-feira. No sábado, o Parlamento britânico reúne-se excecionalmente para votar o que …