Mais de 18 mil trabalhadores vão poder pedir reforma antecipada sem penalização

partidosocialista / Flickr

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva

O ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva

Mais de 18 mil trabalhadores poderão aceder à reforma antecipada aos 60 anos, sem penalização ou com desagravamento, já em 2017, desde que tenham 48 ou mais anos de descontos ou que tenham começado a trabalhar antes dos 15 anos.

O Ministro do Trabalho, Vieira da Silva, afirmou esta quinta-feira aos jornalistas, depois da reunião com os parceiros sociais em sede de Concertação Social, que o novo regime das reformas antecipadas vai ser aplicado em três fases, adiantando que é objetivo do Governo que a primeira fase possa ser implementada ainda este ano mas sem se comprometer com um calendário para as fases seguintes, dizendo apenas que será “durante a legislatura”.

A primeira fase do novo regime, que pretende garantir a “proteção das muito longas carreiras contributivas e/ou trabalho infantil ou jovem com descontos para a Segurança Social”, permitirá que acedam à reforma antecipada – sem qualquer penalização – os trabalhadores que tenham pelo menos 48 anos de descontos, bem como os que começaram a descontar antes dos 15 anos que tenham pelo menos 60 anos de idade e 46 anos de carreira à data da reforma.

Ainda nesta primeira fase serão abrangidos – com uma penalização desagravada de 0,4% (contra os 0,5% que vigoram atualmente) – quem começou a trabalhar antes dos 16 anos idade e tem pelo menos 60 anos de idade e 40 anos de carreira à data da reforma.

As estimativas do Governo apontam para que haja 18.123 trabalhadores que possam aceder à reforma antecipada nesta primeira fase do novo regime, tendo o ministro afirmado que esta fase “será [concluída] rapidamente”. Questionado pelos jornalistas sobre se será aplicada ainda este ano, o governante disse apenas: “Espero que sim.”

Já numa segunda fase, os trabalhadores com mais de 60 anos e 46 de descontos – começaram a descontar antes dos 15 anos – também não vão ter qualquer penalização. Estão nesta situação 21.509 trabalhadores.

O Governo estima que este novo regime deverá custar 300 milhões de euros, no entanto, se for faseado, não vai comprometer as contas da Segurança Social. Já num cenário em que diminuem as contribuições para a Segurança Social, o impacto orçamental da proposta aumenta para os 333,3 milhões de euros, adianta o Expresso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um logro político.
    Quem tiver 60 anos de idade e 48 anos de descontos, ou seja, quem começou a trabalhar com 12 anos de idade e começou logo a descontar oficialmente (ou seja, ninguém), vai poder ser reformado sem penalizações.
    A bem dizer, ninguém usufruirá desta “benesse”, ninguém fazia descontos com 12 anos de idade e poucos o faziam com 15 anos.
    Isto é dar um rebuçado de pedra, não vai saber a nada…

  2. A montanha priu um rato. 48 anos de descontos ? Mais de 60 anos de idade ?
    Que começou a trabalhar antes dos catorze ?
    Só resolveram o espartilho e injustiça do governo anterior de aplicar 13,85% de penalização a quem estivesse “cansado” de tantos políticos imbecis,mesmo que, tivesse trabalhado/descontado 45 anos para o fundo perdido da SS.
    Alguém consegue compreender as reformas dos deputados, na maioria, advogados dos escritórios que todos conhecemos que elaboram os decretos e cobram pelos pareceres legais, do juizes …etc ?
    Haja respeito por quem produz riqueza e paga impostos neste país.
    Até sempre aos esquerdistas faz de conta.

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …

Segunda vaga impede mais de 12 milhões de consultas e cirurgias

O cenário de uma segunda vaga em Portugal é bastante provável e prevê-se que mais de 12 milhões de consultas e cirurgias fiquem por fazer. No melhor dos cenários, serão 10 milhões. Um estudo da Associação …

EUA pressionam Portugal: "Tem de escolher agora entre os aliados e os chineses"

O embaixador norte-americano em Lisboa defende que Portugal tem de escolher entre os “amigos e aliados” EUA e o “parceiro económico” China, alertando que escolher a China em questões como o 5G pode ter consequências …

MP acusa inspetores do SEF de homicídio de ucraniano no aeroporto

O Ministério Público vai acusar os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que estão em prisão domiciliária, indiciados pelo homicídio do ucraniano Ihor Homenyuk no aeroporto de Lisboa. Bruno Sousa, Duarte Laja e Luís …

Encontrado dente de leite com 48.000 anos que pertenceu a "um dos últimos" neandertais de Itália

Uma equipa de cientistas da Universidade de Bolonha e Ferrara, em Itália, encontrou um dente de leite na região do Veneto, que acreditam ter pertencido a um dos últimos neandertais a habitar no país. Análises …

Rhys Williams fez parceria com van Dijk. Há um ano jogava numa liga amadora

Rhys Williams estreou-se a titular pela equipa principal do Liverpool e logo ao lado de Virgil van Dijk. Ainda na época passada, o jovem central estava numa equipa do sexto escalão inglês. Esta quinta-feira, o Liverpool …

OMS admite que número de mortos pode duplicar no próximo ano

A Organização Mundial da Saúde afirmou hoje que não se pode esperar pelo aparecimento de uma vacina para conter a pandemia da covid-19, admitindo que o número de mortos poderá duplicar durante o próximo ano …

Plantar um trilião de árvores ajuda o nosso planeta? Depende

Plantar um trilião de árvores é uma boa forma reduzir as emissões de carbono, mas depende muito de onde estas são plantadas, sugere um novo estudo. É do senso comum que as árvores são excelentes a …

PSD aprova apoio a Marcelo por 87% e sem votos contra

O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje a moção de apoio à candidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa proposta pela direção do partido com 87% de votos a favor. De acordo com fonte oficial do …