Em Portugal, 1 em cada 7 jovens não estuda nem trabalha

Bill Dickinson / Flickr

Os dados dos jovens “nem-nem” são piores dos registados na média da OCDE

Um em cada sete jovens adultos (15%) não estuda nem trabalha, segundo o relatório Education at a Glance 2018, que coloca Portugal em 10.º lugar de uma lista de 31 países da OCDE.

No ano passado, 15,2% dos jovens entre os 18 e os 24 anos que viviam em Portugal estavam classificados como “nem-nem”, uma expressão que designa aqueles que deixaram de estudar, mas também não estão a trabalhar.

De acordo com o relatório divulgado esta terça-feira pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a situação em Portugal é mais grave do que a média registada na OCDE (14,5%) assim como nos países da União Europeia (14,3%).

Os turcos, os italianos e os gregos são quem mais se destaca pela negativa, com cerca de um em cada quatro jovens desocupados: Turquia (31,1%), Itália (26,6%) e Grécia (23%).

Na lista dos 10 países mais problemáticos aparece ainda o México (22,1% dos jovens), a Espanha (20,9%), o Chile (21,1%), a França (18,7%), Israel (16,7%) e a Coreia (16,7%).

Olhando para os restantes jovens naquela faixa etária que viviam em Portugal no ano passado, a maioria estava a estudar (54,4%) e 30,4% a trabalhar.

O documento revela ainda um aumento dos alunos que prosseguem os estudos depois de terminado o ensino obrigatório: no ano passado 34% dos jovens estava no ensino superior, o que representa mais 13 pontos percentuais em relação à situação vivida uma década antes, em 2007.

No entanto, estes números continuam muito aquém da média da OCDE (uma diferença de 10 pontos percentuais), segundo os dados disponibilizados no relatório.

Também ainda não foi atingida a média no que toca ao investimento no ensino superior (em 2015, representou 1,3% do PIB, enquanto a média da OCDE é de 1,5%), refere o documento, que sublinha o desinvestimento no ensino superior que diminuiu cerca de 12% desde 2010.

Nos últimos anos, os países da OCDE têm feito uma aposta nas ciências, tecnologia, engenharias e matemáticas, uma realidade a que não escaparam os estudantes portugueses que procuram cada vez mais estas áreas de estudo.

Também são cada vez mais os estrangeiros que escolhem Portugal como destino para estudar: entre 2013 e 2016 o número de estudantes internacionais aumentou 36%. Há dois anos, havia já 20 mil estrangeiros a frequentar instituições de ensino superior portuguesas, com destaque para os brasileiros (32%) e os espanhóis (cinco por cento).

Também há cada vez mais os portugueses a querer prosseguir os estudos lá fora, tendo-se registado um aumento de 19% em apenas três anos, sendo o Reino Unidos e a França os destinos mais procurados.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • E está!
      Não sabes ler?!
      Nesse aspecto, a situação melhorou e Portugal está melhor do que a Itália, Grécia, Espanha, França, Coreia do Sul, etc!…

  1. era interessante saber o que fazem esses jovens , se nao estudam nem trabalham, do que vivem como vivem? seria util fazer uma pesquisa sobre o assunto. embora se saiba que o pais cada vez tem menos jovens, é preocupante que logo de pequeninos apanhem maus vicios…. e especialmente quais os culpados isto e quais os incentivos para a situaçao.

RESPONDER

Carlos César defende que o próximo PR deverá ser um "contribuinte de estabilidade política"

O presidente do PS, Carlos César, disse hoje que o próximo chefe de Estado português deve ser um "contribuinte da estabilidade política", atuando "contra todos os extremismos" e valorizando as autonomias da Madeira e Açores. Carlos …

Marcelo assinala 75 anos da ONU com a frase que veio "mudar o mundo para sempre"

O Presidente da República apelou hoje ao compromisso de todos para com a ONU, 75 anos depois da sua criação. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que isso se torna ainda mais urgente com as consequências …

Pelo menos 270 baleias piloto estão encalhadas na Tasmânia. Austrália já lançou operação de resgate

Cerca de 270 baleias piloto ficaram encalhadas numa área remota da ilha da Tasmânia, no sul da Austrália, e três baleias corcundas conseguiram encontrar o caminho do mar após permanecerem num rio infestado de crocodilos …

Academia de Alcochete passa a chamar-se Academia Cristiano Ronaldo

A Academia do Sporting vai passar a ter o nome de Cristiano Ronaldo, futebolista formado no clube, como forma de homenagear o “melhor jogador português de todos os tempos”, anunciou esta segunda-feira o emblema lisboeta. “O …

Desemprego volta a aumentar. Há 409 mil inscritos nos centros de emprego

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou 34,5% em agosto em termos homólogos e 0,5% face a julho, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo …

"Exercício de poder político brutal". Biden critica substituição no Supremo antes das presidenciais

O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, afirmou hoje que substituir a juíza Ruth Bader Ginsburg no Supremo antes das eleições presidenciais é um "exercício de poder brutal" e apelou aos republicanos moderados para …

DGS vai recomendar uso de máscara no exterior quando não houver distanciamento

A DGS vai recomendar o uso de máscara em espaços exteriores movimentados quando não for possível garantir o distanciamento social, disse esta segunda-feira a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa. "Vai sair …

Crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos, diz IPO

As crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavirus na generalidade dos casos, esclareceu, esta segunda-feira, o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa. "Neste momento, não …

Estados Unidos. Pais deixam filho na escola sabendo que tinha covid-19

Um estudante infetado com covid-19 foi levado para a escola pelos pais em Massachusetts, nos Estados Unidos. Como resultado, 28 estudantes ficaram de quarentena. Os pais de um aluno de uma escola do estado norte-americano de …

Bale assume que Mourinho foi uma das principais razões para voltar ao Tottenham

O internacional galês admitiu que o treinador português foi uma das principais razões que o fez voltar ao Tottenham. Em entrevista à estação televisiva britânica BT Sport, conduzida pelo antigo avançado Peter Crouch, Gareth Bale afirmou …