​ERSE diz que “não tem capacidade” para analisar preço dos combustíveis

António Cotrim / Lusa

A presidente da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), Cristina Portugal

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) admitiu que não tem capacidade para analisar o preço dos combustíveis, afirmou a presidente do regulador, Cristina Portugal, em entrevista ao programa Hora da Verdade, da Renascença e do Público.

A ERSE tem agora também a responsabilidade de avaliar os preços da gasolina e do gasóleo, mas, para já, o único trabalho que tem feito é recolher informação. Na entrevista, divulgada esta quinta-feira, Cristina Portugal, disse que, para já, o regulador não tem meios para mais.

“Nós já estamos a recolher alguns elementos, estamos a fazer análises, mas, em matéria de combustíveis, estamos muito numa parte de recolher muita informação, porque não temos já a capacidade de analisar, nem os recursos, nem os meios materiais para fazer esta transição de imediato”, informou.

Caso se registe uma escalada de preços do petróleo por causa da tensão no Médio Oriente, será sentida nos postos de abastecimento, mas os efeitos deverão ficar dentro das previsões anuais.

“Se houver uma escalada de preços, todos os combustíveis e todos os produtos que incorporam combustíveis terão, naturalmente, que incorporar essas consequências. É inevitável. Se os efeitos são ou não são acomodáveis nas previsões anuais não lhe consigo dizer, mas provavelmente são. Vamos ver o que é um aspeto pontual daquilo que é uma tendência que deva ser acautelada”, afirmou a presidente da ERSE.

Cristina Portugal garantiu ainda que a contribuição exigida pela ERSE às petrolíferas não vai aumentar o preço dos combustíveis. Um custo contestado pela Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (Apetro), que já admitiu repercutir a fatura nos consumidores.

“O financiamento será à volta de 750 mil euros, este ano, e a contribuição regulatória obviamente que se justifica, porque não podemos pôr os outros setores a pagar. [O impacto nos consumidores] É muito, muito pouco. É uma milésima, de uma milésia, de uma milésima. Não é este valor que fará mexer o preço dos combustíveis”, assegurou.

Ao contrário dos restantes reguladores, que têm receitas próprias e, se necessário, recebem transferências do Estado, quem financia a ERSE são os consumidores, através de taxas incluídas nas faturas da energia. Só este ano pagaram cerca de 11 milhões. A presidente da ERSE diz que é uma forma de garantir a independência.

“O orçamento é financiado pelos consumidores. É uma salvaguarda, também, da independência do regulador. Todos os reguladores têm formas quer de financiamento, quer de organização diferente. É uma opção desde a criação, em 1996, que este regulador é assim criado de acordo com regras comunitárias e este tipo de financiamento não é incomum nos reguladores da energia”, explicou.

O financiamento da ERSE é só um dos vários custos associados incluídos na fatura da luz, que juntamente com os impostos explicam porque é que a luz é tão cara em Portugal, referiu ainda Cristina Portugal.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …

"Ato que nenhum fim pode justificar". Vaticano critica a aceitação mundial da eutanásia

Através de um novo documento, o Vaticano condenou a disseminação da aceitação internacional da eutanásia e do suicídio assistido, inclusive em alguns países tradicionalmente católicos da Europa. O Vaticano referiu no documento publicado hoje - e …

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …

Revelada causa da morte de 300 elefantes no Botsuana

O Governo do Botsuana anunciou, esta segunda-feira, que uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botsuana em meados deste ano. A causa da morte dos paquidermes foi determinada após …

Cavani: brasileiros com milhões... mas pessimistas

O Grémio estabelece quatro parcerias para contratar o uruguaio. No entanto, a direção do clube não acredita que Cavani se vai mudar para Porto Alegre. "Na vida, se não conversas, nada sabes. Até pode surgir uma …

Ministério da Saúde indiano sem dados sobre médicos que morreram de covid-19. Associação fala em 382 óbitos

Depois de o Ministério da Saúde indiano ter afirmado esta semana que o não dispõe dos dados sobre os profissionais de saúde que morreram devido à covid-19, a Associação Médica do país publicou uma lista …

Chega apresenta proposta que prevê castração química para pedófilos

O projeto de revisão constitucional do Chega, entregue hoje no parlamento, prevê a remoção dos órgãos genitais a criminosos condenados por violação de menores, algo que em si mesmo encerra dúvidas de conformidade com a …

Fluminense: as derrotas pós-Evanilson e as quatro ausências de Fred

O reforço do FC Porto deixou a equipa brasileira que, desde essa transferência, contabiliza mais derrotas do que vitórias. A instabilidade de Fred não ajuda. Portugal continua mais atento ao Flamengo do que ao Fluminense, mesmo …