Woody Allen exige indemnização milionária à Amazon por quebra de contrato

cswan / Flickr

O escritor e cineasta Woody Allen

O realizador Woody Allen apresentou uma queixa contra os estúdios da Amazon, exigindo uma indemnização de 68 milhões de dólares (60 milhões de euros) por incumprimento de um contrato de quatro filmes.

De acordo com a denúncia citada pela agência EFE, a Amazon recusou-se a transmitir o último filme de Woody Allen, “A Rainy Day in New York”, concluído há seis meses, devido a “uma acusação infundada (de assédio sexual) de há 25 anos”.

Dyla Farrow, filha do cineasta, acusou o pai de abusos sexuais quando tinha 7 anos, alegações que Woody Allen negou repetidamente.

No processo aberto contra a gigante de televisão pelo diretor de cinema, uma notícia avançada em primeira mão pela revista Variety, Allen também critica a Amazon por ter dado “vagas razões” para quebrar o cumprimento do acordo.

“A Amazon tentou justificar a sua ação referindo-se a uma acusação infundada de há 25 anos contra Allen, mas essa acusação já era bem conhecida pela Amazon, antes da Amazon chegar a acordo com Allen para quatro filmes”, diz o texto dos advogados.

Em 1992, a então parceira do cineasta, Mia Farrow, alegou durante o processo de separação, que Woody Allen tinha abusado de Dyla, filha adotiva de ambos.

No documento, os advogados de Allen argumentam que em janeiro de 2018, após o nascimento do movimento #MeToo, a Amazon propôs ao cineasta que a transmissão do filme fosse adiada até 2019, tendo Allen aceitado.

Além do valor relacionado com os pagamentos dos filmes, o cineasta exige uma indemnização por danos e o pagamento dos honorários dos advogados.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …