Willy Brandt foi secretamente financiado pelos EUA

Ludwig Wegmann / Arquivos Federais da Alemanha

O antigo chanceler alemão e líder do SPD, Willy Brandt,

O antigo chanceler alemão e líder do SPD, Willy Brandt,

O antigo chanceler alemão Willy Brandt beneficiou nos anos 1950, enquanto deputado e vereador de Berlim ocidental, de financiamentos secretos dos Estados Unidos para o ajudar a promover uma linha atlanticista, revelou esta sexta-feira um académico norte-americano.

De acordo com as investigações do historiador norte-americano Scott Krause, efetuadas nos arquivos regionais de Berlim e apresentadas à imprensa, o líder social-democrata alemão Willy Brandt recebeu durante o ano de 1950 a soma de 200.000 marcos das autoridades norte-americanas.

Washington queria assim, segundo os documentos encontrados pelo historiador, apoiar os esforços de Brandt, então deputado e vereador de Berlim ocidental, para promover a integração da RFA, a então jovem República Federal da Alemanha, no campo ocidental, num momento em que a Guerra Fria estava no seu auge.

Esse cunho atlanticista era então muito contestado dentro do Partido Social-Democrata Alemão (SPD), opondo-se uma parte dos membros a um rearmamento da RFA e à sua aliança com os Estados Unidos.

Sim, Willy Brandt aceitou pagamentos provenientes dos cofres norte-americanos. Mas é preciso interpretar isso no contexto da Guerra Fria e da democratização da Alemanha, tratava-se de um projeto comum”, partilhado pelo jovem responsável político e pelos Estados Unidos, disse o historiador à agência de notícias alemã DPA.

Os 200.000 marcos alemães de que fala Scott Krause representavam uma quantia elevada na época, equivalente a um terço das quotas anuais recebidas pelo SPD em Berlim, segundo a revista semanária Der Spiegel.

O pagamento dessa verba foi camuflado através de sobrefaturações pela compra de equipamento no jornal local onde Brandt era, na altura, chefe de redação.

O historiador diz ter descoberto outros indícios nos arquivos relativos a pagamentos e ajudas eleitorais a favor de Willy Brandt.

A Fundação Willy Brandt, em Berlim, que apoiou a investigação do historiador norte-americano, rejeitou a ideia de que o antigo chanceler tenha sido corrompido por Washington, sublinhando que ele, na época, defendia por convicção a atracagem da Alemanha ao Ocidente.

“Ninguém se deixou comprar, pois deixar-se comprar quer dizer fazer qualquer coisa em troca de dinheiro que, de outro modo, não se faria”, disse um dos seus representantes, Bernd Rother.

Durante a sua carreira política, Willy Brandt foi várias vezes confrontado com acusações de financiamento pela CIA, a Agência Central de Serviços Secretos norte-americana, em particular durante os anos 1970, que ele na altura sempre refutou.

Foi presidente da câmara de Berlim ocidental entre 1957 e 1966, depois chanceler da RFA entre 1969 e 1974, forçado a demitir-se após a descoberta de um espião da Alemanha de leste no seu gabinete, e também presidente do SPD.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Aos poucos sempre se vão sabendo algumas verdades. Os chamados “pais fundadores” que nos têm vendido ao longo dos anos estavam, maioritariamente, ao serviço dos conglomerados multinacionais. Para conseguirem fazer o servicinho sempre foi preciso enganar os papalvos maioritários em todos os povos.

RESPONDER

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …

Os aeroportos mudam o nome das pistas (e a culpa é dos pólos magnéticos da Terra)

O pólo norte magnético pode mover-se até 64 quilómetros por ano. Isto pode ser um problema para os pilotos de aviões. A pista 17L/35R, no Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom, no estado norte-americano do Texas, não terá …

Rússia quer ultrapassar Tom Cruise e ser a primeira a gravar um filme no Espaço

O ator Tom Cruise quer rodar um filme no Espaço, mas a Rússia quer ser a primeira, de acordo com um comunicado da agência espacial Roscosmos. Os Estados Unidos e a Rússia são, novamente, os protagonistas …

Os animais perdem o medo dos predadores depois de contactarem com o Homem

Uma nova investigação concluiu que os animais selvagens perdem rapidamente o medo dos seus predadores depois de entrarem em contacto com o Homem. A maioria dos animais selvagens, como é o caso dos leões, exibe …

Há mais 884 casos confirmados e oito óbitos por covid-19 em Portugal

De acordo com o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal regista, este sábado, mais oito óbitos e 884 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Assim, Portugal contabiliza, desde o início da …

Negros norte-americanos estão a comprar armas em valores recorde

O número de afro-americanos a comprar armas aumentou drasticamente. Em causa, estará uma resposta ao agravar das tensões sociais no país devido ao movimento Black Lives Matter. Nos Estados Unidos, os protestos do movimento Black Lives …

Sporting paga 5 milhões e "rouba" Bruno Tabata ao Braga

O Sporting conseguiu 'roubar' Bruno Tabata ao Sporting de Braga. O extremo do Portimonense assina pelos 'leões' num contrato válido por cinco temporadas. Bruno Tabata está a caminho do Sporting CP, avança este sábado o jornal …

Há (pelo menos) 16 escolas com casos de covid-19, mas não há dados oficiais

Nem o Ministério da Educação, nem a Direcção Geral de Saúde (DGS) revelam o número de casos de covid-19 nas escolas, depois da reabertura do ano lectivo. Mesmo sem dados oficiais, é possível contabilizar, pelo …

Deixar Bilbau não dá bom resultado (lembra-se da grande equipa de Bielsa?)

Javi Martínez tenta contrariar a tendência dos seus antigos companheiros de equipa no famoso Atlético de Bilbau, que só aceita no seu plantel futebolistas nascidos no País Basco ou com ascendência familiar basca. Javi Martínez, herói …

Tatuagens racistas, saias curtas, cabelos e bigodes estranhos proibidos na PSP

Os polícias que tenham tatuagens com símbolos, palavras ou desenhos de natureza partidária, extremista, racista ou que incentivem à violência têm seis meses para as remover, de acordo com novas normas da PSP que também …