Sim, os vulcões também fazem música (e pode ajudar a monitorizar a sua atividade)

elgolem / Flickr

Vulcão Cotopaxi, Equador

Os vulcões fazem música que pode ser bastante útil para ajudar a monitorizar a sua atividade e a perceber quando é que as erupções estão prestes a acontecer.

O vulcão Cotopaxi, a 90 quilómetro da capital do Equador, é uma autêntica maravilha da natureza e uma preocupação constante para as populações. Embora tivesse adormecido durante quase todo o século XX, o vulcão despertou em 2015.

A erupção foi monitorizada por vulcanólogos e no rescaldo do acontecimento, conta o Diário de Notícias, revelou um dos seus maiores segredos: uma onda sonora muito parecida a uma respiração profunda, como o som grave de um órgão de tubos.

Jeff Johnson, vulcanólogo da Universidade de Boise State, nos Estados Unidos, e coordenador do estudo, publicado na Geophysical Research Letter, explica que esta melodia pode ser uma grande descoberta da natureza. “É o maior órgão de tubos que já encontramos”, comenta.

De acordo com as medições feitas pela equipa após a erupção de 2015, o solo no interior da cratera do vulcão afundou-se durante esse episódio eruptivo e o seu tubo interno caiu a pique até à profundidade de 300 metros. Este tudo tem cerca de cem metros de diâmetro.

Ao fazer o resisto dos acontecimentos do interior da cratera, os especialistas repararam naquele infrassom – inaudível ao ouvido humano – que corresponde a uma onda sonora que ficou gravada nos instrumentos de observação com a forma de um parafuso. Foi por este motivo que a equipa de especialistas lhe chamou tornillo – parafuso em espanhol.

(dr) Jeff Johnson

“É extraordinário que a natureza consiga produzir este tipo de oscilação.” O vulcanólogo compara a onda sonora “à porta de um saloon, que alguém empurrou, e que ficou ali a andar para trás e para diante, até acabar por se deter”.

Esta melodia ressoou uma vez por dia, todos os dias, no interior da cratera durante todo o primeiro trimestre de 2016. Depois disso, o vulcão calou-se e assim tem permanecido desde então.

Os cientistas não sabem o que esteve na origem da “música” do Cotopaxi, mas têm a certeza que teve diretamente a ver com a atividade do vulcão.

Ainda assim, os cientistas suspeitam que uma de duas coisas terá acontecido para que o vulcão “cantasse”: parte do chão da cratera poderia estar a colapsar nessa altura ou então havia uma explosão em marcha no fundo da cratera. Há, no entanto, uma certeza: o vulcão mudou de formato durante esse período, e, portanto, as duas coisas estiveram ligadas.

Esta é a prova de que a geometria das cratera vulcânicas influencia de forma direta a música de cada vulcão e, compreender a “assinatura vocal” de cada estrutura vulcânica pode mesmo ajudar a compreender melhor cada uma delas, assim como a sua própria atividade, adiantam os autores do artigo científico.

Desta forma, os cientistas recomendam que este tipo de fenómenos sejam cuidadosamente monitorizados para se estimar a possibilidade de ocorrência de erupções vulcânicas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Não há qualquer hipótese de resgatar os corpos dos 44 tripulantes do ARA San Juan

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou este domingo que não há tecnologia capaz de resgatar do mundo do mar o submarino ARA San Juan, localizado este sábado a 900 metros de profundidade …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélite, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …