Votação arrancou esta segunda. Perto de 53 mil já pediram voto antecipado

As eleições Presidenciais acontecem a 24 de janeiro, mas a partir desta segunda-feira há portugueses que já podem começar a votar: os doentes internados e os presos.

É a partir desta segunda-feira que se faz a recolha dos votos destes eleitores, pelo presidente da Câmara municipal da área do estabelecimento hospitalar ou prisional, um vereador credenciado ou quem o represente, que se deslocará a esses estabelecimentos.

O pedido para o voto antecipado de doentes internados e presos foi feito até 4 de janeiro e a recolha dos votos prolonga-se até quinta-feira, 14 de janeiro.

Este tipo de voto antecipado já existe há vários anos, mas nestas eleições esta possibilidade foi alargada devido à pandemia de covid-19, que afeta Portugal desde março do ano passado.

Nestas eleições presidenciais também vai poder votar antecipadamente, uma semana antes, quem não o puder fazer em 24 de janeiro, a exemplo do que aconteceu nas europeias e legislativas de 2019.

Só no primeiro dia do prazo de inscrição no voto antecipado em mobilidade, no domingo, foram 52.994 os eleitores a fazer o pedido de voto antecipado.

Em apenas 24 horas, até às 23h50 de domingo, as inscrições para as Presidenciais ultrapassaram os eleitores que fizeram voto antecipado (50.638) uma semana antes do dia das legislativas de 2019, afirmou o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Esse número mais do que duplicou até às 24h00, com perto de 53 mil pedidos.

Haverá mesas de voto antecipado nas sedes de cada um dos 308 concelhos, e não apenas na sede do distrito. O pedido pode ser feito por via eletrónica junto do Ministério da Administração Interna deste site ou através de correio normal.

O eleitor deve mencionar o nome completo, data de nascimento, número de identificação civil, morada, mesa de voto antecipado em mobilidade onde pretende exercer o direito de voto, endereço de correio eletrónico e/ou contacto telefónico, havendo uma minuta na página da Internet do Ministério da Administração Interna.

Também os doentes com covid-19 ou pessoas em isolamento profilático podem pedir para votar antecipadamente.

As eleições estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a décima vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral decorre entre 10 e 22 de janeiro, com o país a viver sob medidas restritivas devido à pandemia. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Não vota. Tanta falsa questão acerca do voto!!! Uma larga percentagem nunca vai votar sequer. Já viu a abstenção que tradicionalmente ocorre nas eleições?

RESPONDER

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …

Entre um Porto "dominante" e "ineficaz", a bicicleta de Taremi foi um "inútil golo de bandeira"

A imprensa internacional realça a boa prestação do FC Porto e o golo de bandeira de Taremi, que acabou por revelar-se insuficiente para dar continuidade às aspirações portistas. O FC Porto está fora da Liga dos …

Eventual criação do indicador "incidência vizinha" pode influenciar planos do Governo

Esta terça-feira, na reunião no Infarmed, o matemático Óscar Felgueiras defendeu a criação de um novo indicador, "incidência vizinha", que teria como vantagens sinalizar risco associado à proximidade de zonas mais críticas e evitar a …

Relatório secreto de Costa Pinto defende que Banco de Portugal podia ter feito mais no BES

O "Relatório Costa Pinto" argumenta que o Banco de Portugal tinha conhecimento dos problemas do BES e tinha poderes para fazer mais, melhor e mais cedo. O "Relatório Costa Pinto" tem vindo a ser negado ao …

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Sob o mote da "prudência", especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS suspeito no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …

Atraso com vacina da Johnson não altera metas do plano de vacinação

O anúncio desta terça-feira do atraso da distribuição da vacina da Johnson & Johnson na Europa não vai afetar o plano de vacinação em Portugal, garantiu a task force. Mais um contratempo para o processo de …