Vladimiro Feliz está na corrida para ganhar. Perder a Câmara do Porto “será uma derrota pessoal”

Vladimiro Feliz apresentou esta quarta-feira a sua candidatura à Câmara do Porto. Sem medo de afirmar que está na corrida para ganhar, assume que perder a Câmara do Porto “será uma derrota pessoal”.

Esta quarta-feira, Vladimiro Feliz assumiu que está na corrida à Câmara Municipal do Porto para ganhar e afastou a hipótese de vir a assumir pelouros num futuro mandato na sequência de um acordo pós-eleitoral com o independente Rui Moreira.

O objetivo do seu projeto é, conforme cita o Público, “a qualidade de vida dos portuenses e a capacidade de estar à altura do prestígio e da credibilidade, nacional e internacional, das instituições e forças vivas da cidade”.

“O meu compromisso pela dignidade que este lugar merece é com a causa pública, com a cidade e com os portuenses, pelo que nunca me servirei deste lugar para obter qualquer vantagem pessoal ou como catapulta para outros voos”, disse.

Feliz elogiou o legado de Rui Rio, presidente do PSD, ao leme da cidade durante três mandatos. “Regresso orgulhoso do legado e de uma equipa que desenvolveu uma política de contas certas e entregou uma cidade mais coesa, com mais qualidade de vida e com uma dinâmica de desenvolvimento de longo prazo.”

A governação de Rui Moreira mereceu algumas críticas, desde já o facto de o Porto ter perdido “o ADN reformista e transformador” e de ter entrado “gradualmente em modo de câmara lenta“.

“Não soube aproveitar a oportunidade, ainda mais com a vantagem de ter herdado uma casa arrumada e com as contas em ordem”, disse Feliz.

Ao jovens, o candidato laranja defendeu uma cidade capaz para que “não tenham de abandonar o Porto quando procuram habitação própria, por não terem uma oferta de habitação equilibrada”.

“Queremos um Porto que lidere as melhores práticas de mobilidade urbana sustentável, uma cidade pensada para as pessoas, fazendo do sistema de mobilidade pública uma verdadeira opção para nos levar de um ponto ao outro”, elencou o candidato.

“Queremos o Porto a ser mais Porto, e a ocupar um espaço que sempre foi seu, o de marcar o ritmo do desenvolvimento nacional, com o seu espírito empreendedor, reformador e transformador”, rematou Vladimiro Feliz, que quer tirar o Porto da “câmara lenta”.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rio Ave 0 - 2 Sporting | Leão invicto com uma garra no “caneco”

O Sporting registou o 31º jogo consecutivo sem perder na Liga NOS. Na visita ao Rio Ave, os “leões” venceram o Rio Ave por 2-0 e estão muito perto de conquistar o ceptro de campeões …

Taylor's lança vinho do Porto produzido na vindima de 1896 (e custa uma pequena fortuna)

A Taylor's vai lançar um "raro" vinho do Porto produzido na vindima de 1896, na Região Demarcada do Douro, e que tem uma edição limitada de 1.700 decantadores de cristal, embalados numa luxuosa caixa de …

"Este calendário pode ser muito mais perigoso do que finalizar o campeonato"

Dois treinadores de equipas femininas de andebol analisaram a sucessão de jornadas duplas em fins-de-semana consecutivos. Diogo Guerra avisa: "Este calendário é uma irresponsabilidade enorme. Só espero que ninguém se aleije". A primeira divisão nacional feminina …

Mulher dá à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as ecografias

Uma mulher de 25 anos deu à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as várias ecografias realizadas ao longo da gravidez. O caso aconteceu no Mali. Este está a ser considerado um recorde mundial …

Andrea Bocelli dá dois concertos em Coimbra em 25 e 26 de junho

O tenor italiano Andrea Bocelli vai atuar no Estádio Cidade de Coimbra em 25 e 26 de junho, em dois concertos que contam com a participação da fadista Mariza. "Em cumprimento das normas de segurança e …

Califórnia vai ter o maior sistema de armazenamento de energia não hidrelétrica do mundo

A empresa canadiana Hydrostor, que fornece soluções de armazenamento de energia de longa duração, revelou esta semana que irá desenvolver 1.000 MW de CAES na Califórnia, de acordo com um comunicado. O CAES é um tipo …

Seis anos e mil milhões de links depois, cientistas concluem que a Internet está a crescer (e a encolher)

Uma equipa de investigadores analisou mil milhões de links ao longo de seis anos e concluiu que a Internet está tanto a crescer como a encolher. O mundo online está em constante expansão — sempre agregando …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no …

Ivã, o (não tão) Terrível. Aliado de Putin reescreve história para reabilitar reputação do primeiro czar da Rússia

Segundo um alto funcionário russo, Ivã, o Terrível, não era terrível e a sua reputação de tirano cruel é o resultado de uma campanha de difamação realizada pelo Ocidente no século XVI. Nikolai Patrushev, o poderoso …