Vladimir Putin anuncia candidatura às eleições presidenciais de 2018

Konstantin Zavrajin / Kremlin / Sputnik / EPA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

Vladimir Putin anunciou hoje que vai candidatar-se a um quarto mandato nas presidenciais, marcadas para 18 de março de 2018, na Rússia.

O atual presidente russo, Vladimir Putin, anunciou esta quarta-feira que vai recandidatar-se à presidência do país, nas próximas eleições, em 2018.

“Anuncio a minha candidatura ao cargo de presidente da Rússia”, disse Putin durante um encontro com operários da fábrica automóvel GAZ, em Nijni Novgorod, no Volga, transmitido em direto pela televisão. “Não podia encontrar um sítio nem um momento melhor” para o anúncio, disse, sendo fortemente aplaudido pelos operários.

Putin cumpriu dois mandatos presidenciais sucessivos, entre 2000 e 2008. Impedido constitucionalmente de se recandidatar, exerceu posteriormente funções de primeiro-ministro, enquanto o aliado Dmitri Medvedev, no cargo de presidente, alargava o mandato presidencial para seis anos.

Em 2012, quando terminou o mandato de Medvedev, Vladimir Putin voltou a candidatar-se e a ser eleito presidente.

A data da eleição vai ser oficialmente marcada pelo Conselho da Federação, a câmara alta do parlamento russo, entre 7 e 17 de dezembro. No poder há 17 anos e com uma taxa de popularidade de 80%, Putin tem a vitória praticamente assegurada. Caso vença, ficará no poder até 2024.

Os “candidatos veteranos” dos últimos anos – o líder comunista Guenadi Ziuganov, o ultranacionalista Vladimir Jirinovski e o liberal Grigori Iavlinski – já anunciaram a intenção de se recandidatar. A par deles, Ksenia Sobchak, uma vedeta da televisão, também deve ser candidata nestas eleições.

Alexei Navalny, o rival de Putin, quer ser candidato, mas está impedido de o fazer por ter sido condenado judicialmente em casos que, segundo o líder da oposição, tiveram motivação política.

Horas antes do anúncio, Putin foi mais evasivo, ao ser questionado sobre uma candidatura num encontro com jovens voluntários em Moscovo. “Estou sempre convosco”, respondeu quando lhe perguntaram se “estará sempre” com os russos.

“É sempre uma decisão muito importante seja para quem for, porque a motivação deve vir unicamente da vontade de melhorar a vida no país, de o tornar mais poderoso e mais seguro”, disse.

“Se tomar essa decisão, terei o vosso apoio e o dos que pensam como vocês?”, questionou, ouvindo da audiência gritos de “Sim!”, seguidos de fortes aplausos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Palavra “mulher” já tem nova definição

O dicionário online Priberam e o canal de televisão FOX Life uniram-se para desafiar os portugueses a participar na revisão do significado da palavra "mulher". Três semanas depois, apresentam-nos o resultado. Esta terça-feira, o dicionário online …

EUA emitem alerta sobre "ataques sónicos" na China

Esta quarta-feira, a embaixada norte-americana na China emitiu uma alerta após um funcionário do Governo ter sofrido uma lesão cerebral. A embaixada norte-americana na China emitiu um alerta depois de um funcionário ter sofrido uma lesão …

Descobertas 481 moedas romanas dos séculos I ao III em Braga

Um museu em Braga descobriu 481 moedas romanas datadas do século I ao século III que permitem perceber o circuito de comércio no Mediterrâneo na época do Império Romano. Esta quarta-feira, o Museu Pio XII, em …

José Manuel Coelho condenado a ano e meio de prisão domiciliária

O deputado do PTP/Madeira foi, esta quarta-feira, condenado a um ano e seis meses de prisão domiciliária pela prática de vários crimes de difamação e de divulgação de fotografias ilícitas. José Manuel Coelho foi julgado na …

Maternidade só deixa mãe ver as filhas recém-nascidas depois de pagarem a conta

Uma mãe esperou cinco dias para ver as suas filhas recém-nascidas porque não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas. Juliana Logbo esperou cinco dias depois do parto para ver as suas filhas gémeas e recém-nascidas …

Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. "Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios …

94% das universitárias de Coimbra já foram alvo de assédio sexual

Um estudo realizado pela UMAR Coimbra sobre a violência sexual em contexto académico revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido …

Israel admite: o famigerado F-35 já se estreou em combate

A força aérea israelita admitiu ter usado, pela primeira vez, o poderoso caça bombardeiro numa ação de combate contra dois tanques, numa missão recente. Um dos aviões de combate mais avançados do mundo, o novo caça-bombardeiro …

Proposta do PS sobre a habitação suspende despejos já em curso

O PS avançou com uma proposta de alteração ao seu próprio projeto. A medida abrange inquilinos com mais de 65 anos ou com grau de incapacidade igual ou superior a 60% desde que residam há …

Função Pública vai ter aumentos em 2019 (mas não nos salários)

O ministro das Finanças referiu, esta quarta-feira, no Parlamento, que os funcionários públicos vão ter aumentos em 2019, através da "via do descongelamento de carreiras". Mas sobre um eventual aumento dos salários não se pronunciou. "Todos …