Visita de Aga Khan a Portugal pode render até 250 milhões de euros

António Cotrim / Lusa

O príncipe ismaelita Karim Aga Khan com o primeiro-ministro António Costa

Encontros com o Presidente da República e com o primeiro-ministro e um discurso na sala do Senado, no Parlamento, marcam as cerimónias dos 60 anos de Aga Khan como líder dos muçulmanos ismaelitas. Um momento que traz a Portugal mais de 45 mil fiéis xiitas ismaelitas que vão deixar em Lisboa entre 123 a 252 milhões de euros.

A comunidade ismaelita é constituída por cerca de 15 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo e o seu líder espiritual, o príncipe Aga Khan, escolheu Lisboa para a sede da comunidade, bem como para o encerramento das comemorações.

A semana de encerramento do Jubileu de Diamante de Aga Khan será acompanhada em Portugal por mais de 45 mil fiéis xiitas ismaelitas, oriundos de países como EUA, Canadá, Reino Unido e Espanha. A estadia de todas estas pessoas vai “deixar em Portugal entre 123 a 252 milhões de euros“, conforme contas do Expresso.

O semanário lembra que estamos a falar de pessoas “da classe alta e média-alta (76%)” que podem “pagar por noite 100 a 150 euros, por transportes por dia entre 30 a 50 euros, e entre 80 a 100 euros dia por refeição”. Além disso, vão fazer compras na cidade.

Tudo contado, cada xiita ismaelita de visita à capital portuguesa deverá gastar, em média, durante a estadia “entre 2050 e 4200 euros”, frisa o jornal.

O príncipe Aga Khan inicia a sua visita oficial a Portugal nesta segunda-feira e é recebido com honras de chefe de Estado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Tem depois um encontro com o primeiro-ministro, António Costa, participando à noite num jantar em sua honra, oferecido pelo chefe de Estado, no Palácio de Queluz.

Na terça-feira, é recebido na Assembleia da República, onde fará um discurso (sala do Senado) e inaugura uma exposição.

Aga Khan visita depois o local do futuro “Ismaili Imamat (imamato ismaelita), a sede mundial dos ismaelitas.

Nos últimos dois dias de visita a Portugal, Aga Khan tem encontros com a comunidade ismaelita, na zona do Parque das Nações, onde desde quinta-feira decorrem iniciativas culturais sobre os 60 anos de liderança.

Aga Khan reúne-se ainda com investigadores ligados a 16 projectos que os ismaelitas financiam, no âmbito de um protocolo de cooperação com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A chamada comunidade muçulmana “Shia Imami Ismaili“, um ramo dos muçulmanos xiitas, vive espalhada por cerca de 30 países, com as maiores comunidades na Europa a residirem na Grã-Bretanha, França e Portugal, onde vivem cerca de 7.000 membros.

Aga Khan fundou uma das maiores redes privadas para o desenvolvimento do mundo, empregando 80.000 pessoas.

A AKDN, Aga Khan Development Network, é hoje um grupo de agências privadas internacionais que procuram melhorar as condições de pessoas em várias regiões do mundo, com um orçamento anual, para actividades sem fins lucrativos, que ronda os 600 milhões de euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …