Vírus detetado na China pode já ter infetado mais de mil pessoas

O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos.

Num artigo publicado, esta sexta-feira, por cientistas de um centro de pesquisa do Colégio Imperial de Ciência, Tecnologia e Medicina de Londres aponta-se que o número de pessoas infetadas na cidade chinesa provavelmente deverá ser muito superior.

Investigadores do Centro de Análise Global de Doenças Infecciosas, que aconselha instituições como a OMS, estimam que “um total de 1723 casos” em Wuhan apresentavam sintomas da doença desde 12 de janeiro.

Os cientistas usaram o número de casos detetados até agora fora da China — dois na Tailândia e um no Japão — para estimar o número de pessoas que provavelmente estarão infetadas em Wuhan, com base em dados de voos internacionais que partem do aeroporto daquela cidade.

“Para Wuhan exportar três casos para outros países, deve haver muito mais casos do que o anunciado”, disse o professor Neil Ferguson, um dos autores, à BBC. “Estou muito mais preocupado do que estava há uma semana”, acrescentou.

Este sábado, as autoridades de saúde chinesas identificaram quatro novos casos como sendo de novo tipo de pneumonia viral, com origem na cidade de Wuhan. Estes casos fazem subir para 45 o número de pessoas que contraíram a doença, num balanço que conta com duas mortes e cinco pacientes que permanecem em estado grave.

Em Hong Kong e em Macau, as autoridades intensificaram as medidas de deteção, que inclui o rigoroso controlo de temperatura para viajantes e turistas, com o antigo território administrado por Portugal a realizar estas ações também à entrada dos casinos, numa cidade que recebe em média mais de três milhões de visitantes por mês.

Os Estados Unidos já anunciaram que vão começar a filtrar voos diretos de Wuhan para os aeroportos de São Francisco e Nova Iorque, assim como em Los Angeles, onde são garantidas inúmeras conexões.

Para já, as autoridades internacionais de saúde admitem que possa ter havido um caso de contágio entre pessoas no surto de pneumonia viral na China, mas afirmam que “não há uma indicação clara e sustentada de transmissão” entre humanos.

O Centro Europeu de Controlo de Doenças afirmou também que é “impossível quantificar o potencial de transmissão entre humanos” deste novo vírus detetado na China.

São poucos os casos sem conexão direta com um mercado de marisco em Wuhan, mas as autoridades ainda desconhecem a fonte de infeção ou o modo de transmissão.

Esta semana, em Portugal, a Direção-Geral da Saúde garantiu que o surto de pneumonia viral na China já estaria contido, indicando que uma eventual propagação “não é uma hipótese neste momento a ser equacionada”.

“Não temos que estar alarmados, é preciso é estarmos atentos”, afirmou na quarta-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, aos jornalistas, sublinhando que o coronavírus detetado na China não será transmissível de pessoa a pessoa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Solidariedade não é dar dinheiro." Holanda finca o pé e até critica Itália por "internar os mais velhos"

Há um novo braço-de-ferro na União Europeia (UE) entre os países do Norte e do Sul. Tudo por causa dos famigerados "coronabonds", instrumentos de dívida comum que países como Portugal, Espanha e Itália defendem para …

Vaga de doentes graves nas urgências poderá deixar SNS "inacessível"

Uma vaga de doentes graves às urgências, a juntar a cirurgias e consultas reagendadas, pode vir a deixar o SNS "inacessível" no futuro, alerta o presidente da Associação de Administradores Hospitalares. As idas à urgência nas …

CDS quer cheque de emergência para empresas encerradas

Uma das medidas, apresentadas por Francisco Rodrigues dos Santos, é a atribuição, às pequenas e médias empresas “encerradas ou com a actividade suspensa, um cheque de emergência no valor máximo de 15 mil euros”. O CDS …

Espanha regista 832 mortos nas últimas 24 horas. É o dia mais mortífero no país

A Espanha registou, nas últimas 24 horas, 832 mortos com o novo coronavírus, o maior número de vítimas mortais num só dia, elevando o balanço total para 5.690, de acordo com a última atualização das …

"O Brasil não pode parar". Bolsonaro compra campanha contra o isolamento social

Jair Bolsonaro gastou cerca de 800 mil euros numa campanha contra o isolamento social com o mote "O Brasil Não Pode Parar". O presidente brasileiro tem desvalorizado a pandemia de covid-19. Face à pandemia de covid-19, …

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …

Descoberta criatura que pode ser o antepassado de quase todos os animais

Cientistas podem ter descoberto um dos primeiros ancestrais da árvore genealógica: uma criatura semelhante a um verme chamado Ikaria wariootia. Segundo a revista Newsweek, a minúscula criatura, parecida com um verme, é o exemplar mais antigo …

Bombardeamento israelita em Gaza em plena crise do novo coronavírus

O exército israelita bombardeou hoje postos do movimento radical Hamas em Gaza, em represália contra o disparo de um míssil, no primeiro confronto registado no enclave palestiniano em pleno surto do novo coronavírus, noticiou a …

Avião com material médico vindo da China chegou sem ventiladores e reagentes

O avião da Hi Fly que aterrou esta sexta-feira em Lisboa com material médico para ajudar Portugal a mitigar a pandemia de covid-19 chegou apenas com 24 das 35 toneladas previstas, faltando os reagentes para …

Cientistas "reiniciam" idade de células estaminais de uma mulher de 114 anos

As pessoas vivem mais de 110 anos, as supercentenárias, são notáveis não só pela sua idade, mas também por causa da sua incrível saúde. Agora, pela primeira vez, os cientistas reprogramaram células de uma mulher …